BENVINDO

Minha foto

 Sou servo do Senhor desde 2001,sirvo a Deus na Igreja do Evangelho Quadrangular,  obreiro formado no Instituto Teológico Quadrangular, professor da Escola Bíblica,  casado com Elisângela a 25 anos , pai de 2 filhos maravilhosos,  buscando cada dia conhecer mais ao Senhor. Meu maior desejo é ser " uma bênção" e abençoar àqueles que estão perto e através da web os que estão longe.  Que as bênçãos do Senhor seja transbordante sobre a sua vida, sobre sua casa , sobre sua família, sobre o seu ministério, querido(a) e amado(a) irmão(ã) em Cristo Jesus. 

terça-feira, 11 de julho de 2017

Devocionais



Pr. Olavo Feijó
 Gotas Bíblicas
Cidadão romano ou cidadão do Reino?  |  Pr. Olavo Feijó

2 Coríntios 5:20 - De sorte que somos embaixadores da parte de Cristo, como se Deus por nós rogasse. Rogamo-vos, pois, da parte de Cristo, que vos reconcilieis com Deus.

Somos cidadãos do mundo ou cidadãos do Reino? Nossa submissão jurídica é às autoridades do mundo ou, em última análise, ao Cristo que veio estabelecer na Terra o Reino do Seu Pai? O Senhor encarregou um cidadão romano, nascido em Tarso, da tarefa nada fácil de nos revelar Sua vontade, relativa à nossa "dupla" cidadania. "De sorte que somos embaixadores em nome de Cristo, como se Deus exortasse por nosso intermédio. Em nome de Cristo, pois, rogamos que vos reconcilieis com Deus" (II Coríntios 5:20).

Começamos como cidadãos deste mundo, como uma das implicações jurídicas do nosso nascimento físico. Por causa disso, o próprio Jesus, quando indagado, afirmou claramente: "Daí a César o que é de César e daí a Deus o que pertence a Deus" (Mateus 22:21). Em outras palavras, cada discípulo de Cristo, por causa da sua natureza humana, é biblicamente ordenado a obedecer às leis e às autoridades do seu país de origem.

Nosso problema de cidadania adquire urgência e importância quando as autoridades humanas procuram ser maiores do que a autoridade divina: o poder e a soberania de Deus devem ser obedecidos como absolutos, "assim na Terra, como acontece nos Céus". O preço não importa. Porque aceitamos o senhorio inquestionável do Rei dos reis, nosso preço a pagar pode ser perseguição, injustiça, ou martírio. Nossa vitória final já foi conquistada pelo Senhor Jesus Cristo (I Coríntios 15:57).


Clique aqui para ler essa Devocional completa

Pastor Sérgio Fernandes
 Palavra Que Transforma
Deus não pode salvar um pecador sem um sacrifício agradável  |  Pastor Sérgio Fernandes

Hebreus 9:22 - E quase todas as coisas, segundo a lei, se purificam com sangue; e sem derramamento de sangue não há remissão.

Deus não pode salvar um pecador sem um sacrifício agradável.

Clique aqui para ler essa Devocional completa



Por favor não responda a esse email. Clique aqui se você deseja falar com a nossa equipe.
Respeitamos sua privacidade - você está recebendo esse email por estar cadastrado no AmorEmCristo.com. Clique aqui se deseja cancelar o envio de devocionais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário