BENVINDO

Minha foto

 Sou servo do Senhor desde 2001,sirvo a Deus na Igreja do Evangelho Quadrangular,  obreiro formado no Instituto Teológico Quadrangular, professor da Escola Bíblica,  casado com Elisângela a 25 anos , pai de 2 filhos maravilhosos,  buscando cada dia conhecer mais ao Senhor. Meu maior desejo é ser " uma bênção" e abençoar àqueles que estão perto e através da web os que estão longe.  Que as bênçãos do Senhor seja transbordante sobre a sua vida, sobre sua casa , sobre sua família, sobre o seu ministério, querido(a) e amado(a) irmão(ã) em Cristo Jesus. 

sábado, 24 de setembro de 2016

O Pregador

O Pregador

Link to O Pregador

Parábolas: O joio e o trigo

Posted: 23 Sep 2016 01:31 PM PDT

Parábolas: O joio e o trigo
Texto: Mateus 13:24-30, 34-43

Introdução: Jesus começou a ensinar utilizando parábolas. Antes deste ponto no Seu ministério Ele ensinava abertamente para todos ouvirem, mas a maioria das pessoas não queriam ouvir a verdade. (Não muito diferente de hoje.) O que aconteceu é que os judeus, em sua maioria, tinham rejeitado Jesus e Sua mensagem. Eles tinham dito que Ele fazia milagres pelo poder de Satanás, e não pelo poder de Deus! Nota: Mateus 12:24; Marcos 3:22.

Ele agora volta sua atenção para uma abordagem mais pessoal e individual para alcançar as pessoas. Somente aqueles que realmente queriam ouvir, inquiriam e encontravam a verdade. Nota: Marcos 4:11-12. Compare com Mateus 13:15

Quando olhamos para uma parábola devemos fazer três coisas básicas:

1. Considerar o contexto em que nosso Senhor a apresentou em seu ambiente e arredores.
2. Em seguida, precisamos prestar atenção a explicação do Senhor.
3. Fazermos a aplicação para nós hoje.

Na semana passada, nós olhamos para a parábola do semeador que o Senhor inclui em três dos relatos dos Evangelhos. Hoje à noite, vamos olhar para outra parábola da semeadura.

Esta só está incluída no relato de Mateus. É a parábola do joio e do trigo.

I. O cenário: V. 24-30

II. A explicação: v. 34-43

A. O Semeador: O Filho do Homem ou Jesus Cristo.
B. O campo: O mundo
C. O inimigo: O maligno ou Satanás (note que ele faz o seu trabalho sob a cobertura da escuridão)
D. O joio: Os filhos do maligno (e não apenas as ervas daninhas, mas uma planta que se parece com o trigo a única diferença é o fruto)
E. A colheita: No final dos tempos
F. Os ceifeiros: Os anjos de Deus
G. O resultado:
1. O joio será colhido e queimado no fogo.
2. O trigo será reunido no celeiro.

III. A aplicação:

A. O campo é o mundo, e pertence a Deus.
1. Pertence a Deus determinar o que fazer com o campo.
2. Pode estar agora sob a influência e o poder do maligno, mas um dia Deus irá recuperar todos os direitos de propriedade.
B. Deus vai decidir quando e quem vai fazer a colheita.
C. Nosso trabalho é crescer, se desenvolver, e cumprir o propósito pelo qual o nosso Senhor nos colocou aqui.

Conclusão: O Senhor pode voltar a qualquer momento ... você não tem todo o tempo do mundo ... a "ceifa" é iminente. Deus é o ceifeiro e a verdade é de fato "sombria" ... ele vai lançar sua foice afiada e vai colher. Só ele é capaz de distinguir a diferença corretamente, e nesse dia será tarde demais. A coisa certa a fazer é ter a certeza de que você está salvo enquanto há tempo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário