BENVINDO

Minha foto

 Sou servo do Senhor desde 2001,sirvo a Deus na Igreja do Evangelho Quadrangular,  obreiro formado no Instituto Teológico Quadrangular, professor da Escola Bíblica,  casado com Elisângela a 25 anos , pai de 2 filhos maravilhosos,  buscando cada dia conhecer mais ao Senhor. Meu maior desejo é ser " uma bênção" e abençoar àqueles que estão perto e através da web os que estão longe.  Que as bênçãos do Senhor seja transbordante sobre a sua vida, sobre sua casa , sobre sua família, sobre o seu ministério, querido(a) e amado(a) irmão(ã) em Cristo Jesus. 

domingo, 31 de agosto de 2014

PRATICANDO UMA ADORAÇÃO INCESSANTE


Você não me saudou com um beijo, mas esta mulher, desde que entrei aqui, não parou de beijar os meus pés. (Lc 7:45)

A Bíblia relata no livro de Lucas 7 no capítulo a história de uma mulher pecadora que se quedou aos pés de Jesus. Conta o relato de como essa mulher se achegou a Jesus e sabendo que Ele estava a mesa na casa do fariseu levou consigo um vaso de alabastro com unguento(Lc 7:37).

O mais interessante é que não foi aquela mulher que convidou para Jesus para jantar em sua casa, mas um fariseu. Embora não saibamos qual a intenção daquele religioso em convidar Cristo para sua casa, o fato é que aquela mulher verdadeiramente honrou com sua atitude aquele ilustre convidado.  

Vemos que foi o religioso que convidou o mestre, porém foi a atitude da mulher que chamou mais a atenção do Senhor. Foi a adoração daquela mulher que impressionou Jesus, pois prostrada ela se quebrantava em Sua presença.

Diz as Sagradas Escrituras que ela "regava" os pés de Jesus.  É interessante entender o significado de regar que significa atuar, banhar e molhar algo.  Vemos que não foi apenas uma lágrima solitária de remorso, mas que chorou copiosamente em arrependimento.


Quando falamos em "regar" logo lembramos de uma planta ou uma semente que precisa ser molhada para que venha crescer e dar fruto.  A palavra de Deus diz no Salmos 126 :

Os que semeiam em lágrimas segarão com alegria. Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará, sem dúvida, com alegria, trazendo consigo os seus molhos. (Salmos 126:5-6)

Aquela mulher com suas lágrimas regou a semente de sua fé no Senhor Jesus confirma isso dizendo que perdoados estavam seus pecados e que foi a fé dela que a salvou (Lc 7:48;50).

Muitas pessoas convidam Jesus para a sua casa e até vão para a Casa do Senhor, mas não entendem o que é a adoração, seu significado  e quem é de fato  "O Ilustre Convidado".


Os religiosos ficaram mais atentos a atitude da pecadora do que a Presença do Senhor naquele recinto. O grande problema da religiosidade é ficar olhando justamente para a vida dos outros, quando na verdade devemos estar preocupados com a presença maravilhosa do Senhor em nosso meio.  Na verdade a realidade era que aqueles religiosos se achavam muito "santos " a ponto de questionarem a Cristo e seu chamado profético, por não identificar aquela mulher (Lc 7:39).


Mal sabiam que há mais alegria no céu por um pecador que se arrepende do que noventa e nove que não precisão se arrepender (Lc 15:7)   

Jesus viu que aquela mulher desde o momento em que Jesus adentrara aquele lugar não cessou de beijar os seus pés, ou seja, de adora-lo.Jesus mostrou aqueles religiosos que aquela mulher estava preocupada com Sua presença  praticando uma adoração incessante do que qualquer outra coisa.

Disse Jesus: "Entrei em tua casa, e não me deste água para os pés; esta porém regou os meus pés com lágrimas e os enxugou com seus cabelos "(Lc 7:44).

O que mais me chamou a atenção dessa passagem foi quando o Senhor disse: Desde que entrei "não cessa" de me beijar os pés (Lc 7:45).
  
Infelizmente nem todos conseguem praticar um adoração incessante no momento e no instante que Jesus adentra em nossas vidas. Muitos não conseguem ter a adoração como um estilo de vida preferindo ignorá-lo na sua vida cotidiana, lembrando Dele somente quando estamos em Sua casa, uma vez por semana, quando muito isto.

A palavra do Senhor diz que devemos orar sem cessar, dando graças por tudo, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.(1 Tes. 5:17-18)

A expressão da verdadeira gratidão se expressa em nossa adoração, em nossa devoção diária ao Senhor.

O interessante é que aquilo que expressamos num culto coletivo é o resultado de nossa adoração no secreto, em nosso devocional diário.

Vemos que aqueles religiosos nem menos cumprimentaram fraternalmente a Cristo ,ou seja, dando-lhe um ósculo.

Não houve na vida deles nenhuma atitude ser servidão como lavar os pés, nem de honraria como derramar o precioso nardo.  Enfim, eles não adoraram. O Senhor estava ali, mas eles não O adoraram na beleza da sua Santidade.

Por tudo isso, precisamos ter uma adoração incessante em nossa vida cristã, ou seja, que não cessa e que seja constante diante da Presença do Senhor.Nossa vida precisa exalar o bom perfume de Cristo todos os dias (2 Cor 2:15).

REPETIMOS O GESTO DAQUELA MULHER PRATICANDO UMA ADORAÇÃO INCESSANTE QUANDO:
1) Entregamos a nossa vida ao Senhor diariamente (Sl 37:5)
2) Quando o reverenciamos com nossas atitudes
3) Quando nos submetemos a Ele,sabendo nossa real natureza e recebendo Dele o perdão.

Pois assim diz a palavra de Deus:
Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus.( Salmos 51:17)
Perto está o Senhor dos que têm o coração quebrantado, e salva os contritos de espírito. (Salmos 34:18)

Anderson Cassio de Oliveira

Por Litrazini:

Graça e Paz
-->

O sacrifício final

 NOSSO ANDAR DIÁRIO/NOSSO PÃO DIÁRIO
O sacrifício final
Leitura: 1 João 3:16-23
Nisto conhecemos o amor: que Cristo deu a sua vida por nós… —1 João 3:16
Quando Deng Jinjie viu pessoas se debatendo nas águas do rio Sunshui na China, não ficou indiferente. Em um ato de heroísmo, pulou na água e ajudou a salvar quatro membros de uma família. Infelizmente, a família deixou o lugar enquanto ele ainda estava na água. Jinjie, esgotado pelos esforços do resgate, submergiu, foi arrastado pela correnteza do rio e se afogou.
Quando estávamos nos afogando em nosso pecado, Jesus Cristo deu Sua vida para vir em nosso socorro. Somos aqueles a quem Ele veio resgatar. O Senhor desceu dos céus e nos levou para um lugar seguro. Ele fez isso carregando o castigo por todas as nossas transgressões ao morrer na cruz (1 Pedro 2:24) e ressuscitar três dias depois. A Bíblia declara: "Nisto conhecemos o amor: que Cristo deu a sua vida por nós…" (1 João 3:16). O amor sacrificial de Jesus nos inspira a demonstrar amor genuíno "…de fato e de verdade" (v.18) aos outros com quem temos relacionamento.
Se negligenciarmos o sacrifício final de Jesus em nosso favor, falharemos em ver e experimentar Seu amor. Hoje, reflita sobre a conexão entre o sacrifício do Senhor e Seu amor por você. Ele veio para nos resgatar.
—JBS
Jesus deu Sua vida para mostrar Seu amor por nós.


A PESSOA CONFIÁVEL DE DEUS



by salmo37
"Aquele que habita no abrigo do Altíssimo e descansa à sombra do Todo-poderoso pode dizer ao Senhor: Tu és o meu refúgio e a minha fortaleza, o meu Deus, em quem confio." (Salmos 91:1-2)
Nos dois primeiros versículos do Salmo 91, Davi fornece ótimas pistas sobre a pessoa de Deus, usando quatro diferentes títulos.
No versículo 1, Davi diz: "Aquele que habita no abrigo do Altíssimo." Em hebraico,Altíssimo é "El Elyon". Esta palavra descreve Deus como Aquele que é dono e possui tudo. Davi depois chama Deus de o "Todo-Poderoso" (descansa à sombra do Todo-Poderoso). Em hebraico, a palavra usada é "Shaddai", que transmite a idéia de disposição. Ele não só é o Deus vivo, como também é o Deus que dá.
No versículo 2, Davi chama Deus de "Senhor" (dizer ao Senhor). Essa é a palavra hebraica "Yahweh". Este é o nome pessoal que Deus deu a Moisés no episódio da sarça ardente (Êxodo 3:14). Yahweh significa "ser" ou "Eu sou." Javé (ou Jeová) é o testemunho pessoal de Deus de que ninguém ou nada define quem Ele é. Somente Deus pode definir a si mesmo.
Como se vê, ao ler as escrituras podemos saber o que Deus diz sobre si mesmo. Por último, Davi se refere a Deus como "meu Deus" (o meu Deus, em quem confio). Meu Deus em hebraico é "Elohim", que significa essencialmente "mais do que um." Isso não quer dizer que existem três deuses, mas sim que existem três pessoas da Trindade: o Pai, o Filho e o Espírito Santo.
Em apenas dois versículos, Davi nos diz que o Deus onisciente, todo-poderoso, possuidor dos céus e da terra, tem uma aliança especial conosco e quer nos proteger e prover todas as nossas necessidades. Isso nos dá uma grande confiança no Deus que adoramos e servimos.
Devocionais Diários 

O TRIBUNAL DE CRISTO


Todos os salvos, após o arrebatamento, comparecerão diante do Redentor, ocasião em que haverá uma avaliação do nosso trabalho como servos do Senhor. Uns receberão louvor; outros, censura: "Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem ou mal" (2 Co 5.10).


QUEM JULGARÁ: Cristo, o Justo Juiz (Jo 5.22; Is 33.22).


QUEM SERÁ JULGADO: Todos os salvos, sem exceção. "Pois todos havemos de comparecer perante o tribunal de Cristo" (Rm 14.10).

ONDE SERÁ O TRIBUNAL: No céu. Em outro lugar não poderia ser. O céu é a morada de Deus, e é para lá que iremos.

COMO SERÁ O JULGAMENTO: Tudo será transparente e público, ou seja, o que tivermos feito por meio do corpo, de bom ou ruim, será conhecido por todos os presentes. Nada ficará encoberto: "Todas as coisas estão nuas e patentes aos olhos daquele a quem havemos de prestar contas" (Hb 4.13). 

QUANDO SERÁ:Após o arrebatamento da Igreja (1Ts 4.14-17).

O QUE SERÁ JULGADO: As obras (1 Co 3.13). Tudo será examinado, julgado, analisado abertamente, à vista de todos: nossos atos (Mc 4.22; Rm 2.16); caráter (Rm 2.5-11); palavras (Mt 12.36-37); boas obras (Ef. 6.8); falta de amor (Cl 3.23 - 4.1); atividade ministerial (1 Co 3.13).

O JULGAMENTO DOS CRENTES NÃO SERÁ PARA CONDENAÇÃO. A nossa salvação está garantida pelo sacrifício de Jesus. No julgamento serão galardoados aqueles que foram fiéis; que não enterraram seus talentos; que souberam utilizar os dons espirituais e ministeriais recebidos; que, enfim, cumpriram a contento a missão que o Senhor lhes confiou. Estes receberão aprovação divina, recompensa e honra (Mt 25.21; 1 Co 3.12-14; Rm 2.10).

Os servos negligentes receberão reprovação divina, ficarão envergonhados e sofrerão perdas (1 Co 3.15).

Na reunião que teremos com o Senhor Jesus prestaremos contas de nossas ações, de nossa fidelidade, de nosso zelo pela obra do Senhor na Terra.

Não devemos ficar atemorizados diante da perspectiva desse julgamento, porque ali estará o nosso Salvador em quem confiamos. Mas devemos procurar crescer a cada dia como filhos de Deus, separados para o seu Reino. Fiquemos com estas palavras: "Ora, já está próximo o fim de todas as coisas. Portanto, sede sóbrios, e vigiai em oração. Tende, antes de tudo, ardente amor uns para com os outros, porque o amor cobre uma multidão de pecados. Sede hospitaleiros uns para os outros, sem murmuração. Servi uns aos outros conforme o dom que cada um recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus" (1 Pe 4.7-10). Outras referências: Hb 10.30b; 1 Jo 4.17; Mt 5.19; Cl 3.24-25.

Autor: Pr. Airton Evangelista da Costa

Por Litrazini

Graça e Paz

-->

Aja!

 NOSSO ANDAR DIÁRIO/NOSSO PÃO DIÁRIO
Aja!
Leitura: 2 Crônicas 15:1-12
…[Asa] cobrou ânimo e lançou abominações fora de toda a terra […] e renovou o altar do Senhor… —2 Crônicas 15:8
Quando uma marmota começou a roer nossa garagem, comprei uma armadilha com planos de transportar a amiguinha para um parque. Coloquei iscas dentro da armadilha e abri o alçapão. Na manhã seguinte, eu estava animado para encontrar a pequena criatura presa — até perceber que não havia nenhuma marmota lá. Eu tinha capturado um gambá.
Procurei na internet como tirar o gambá da armadilha sem… bem, você sabe. As soluções eram extremamente cautelosas em suas descrições de como se proteger ao libertar o animal. Sacolas plásticas. Luvas. Lonas. Cobertores. Óculos de proteção. A tarefa parecia assustadora e perigosa.
Então, meu genro tomou a iniciativa. Ele simplesmente pisou por cima da armadilha, abriu a porta e convenceu nosso amigo listrado a seguir seu caminho com algumas pulverizações de mangueira de jardim.
Às vezes nossos medos podem nos impedir de agir. Preocupamo-nos tanto em nos proteger, que falhamos em simplesmente tomar a iniciativa. Quando o rei Asa soube que o Senhor queria que ele removesse os ídolos de Israel, ele "cobrou ânimo" (2 Crônicas 15:8). Ele agiu, e como resultado, a nação regozijou (v.15).
Enfrentando algum desafio espiritual? O Senhor o ajudará a agir com coragem e a confiar nele para o melhor resultado.
—JDB
Coragem é o medo que fez sua oração.

VIVENDO NA GLÓRIA DE DEUS



by salmo37
"Disse-lhe Jesus: Não te hei dito que, se creres, verás a glória de Deus?" Jo 11:40
Glória de Deus é coisa que se veja, com esses olhos imperfeitos, de criaturas humanas? Jesus disse que sim, no seu esforço de consolar Marta, chorando pela morte do seu querido irmão Lázaro: "Jesus respondeu – Eu não lhe disse que, se você crer, você verá a revelação do poder glorioso de Deus?" (João 11:40).
Antes de mais nada, ouçamos o próprio Deus falando a Moisés: "Não vou deixar que você veja o Meu rosto: pois ninguém pode ver o Meu rosto e continuar vivo" (Êxodo 33:20). A palavra de Jesus à Marta está nos ensinando que "a revelação do poder glorioso de Deus" é possível. Mas não com os olhos do rosto. Mas com os recursos da fé, que não se envergonha em confiar no Senhor.
Na galeria da fé, pintada pelas palavras inspiradas do Autor da Carta aos Hebreus, nós lemos: "Pela fé, milhares receberam de volta os seus mortos, que ressuscitaram" (Hebreus 11:35). Ainda hoje, é pela oração de fé que o Senhor nos liberta das prisões mortíferas dos nossos pecados. Ainda hoje, é pela fé que oramos e choramos por anos seguidos, até ver nosso ente querido ter seus grilhões do vício arrebentados por Jesus. Ainda hoje, é pela fé que, humildemente, "vemos" a glória de Deus. A glória de Deus sempre está à nossa disposição, para ser vista, para ser assimilada, para ser comunicada. Você nunca viu "a revelação do poder glorioso de Deus"? Experimente esta simples receita: viva Cristo, no seu trabalho,na vida da família, na sua igreja. Se você fizer isto, os homens vão ver as coisas boas que vocês fizerem e louvarão "o Pai de vocês, que está nos céus" (Mateus 5:16). Isto é glória!
DEVOCIONAL AMOR EM CRISTO 

sábado, 30 de agosto de 2014

[Estudos Bíblicos] O sabor do fruto do Espírito

[Estudos Bíblicos] O sabor do fruto do Espírito

Link to Estudos Bíblicos

O sabor do fruto do Espírito

Posted: 29 Aug 2014 06:09 PM PDT

O sabor do fruto do EspíritoO Espírito Santo é fruto que traz doçura para alma, é fruto que traz gozo ao coração, quem experimenta não cessa de amar. O Espírito […] [continue lendo]

Compartilhe: no Facebook - no Twitter - Comente! - Dúvida? Faça sua pergunta

O Evangelho em ambiente “windows”

Posted: 29 Aug 2014 03:30 PM PDT

O Evangelho em ambiente “windows”O ambiente virtual é cercado pela ameaça de vírus que podem atacar a qualquer momento. Dizem que nenhum anti-vírus é infalível. Mas o Sangue de […] [continue lendo]

Compartilhe: no Facebook - no Twitter - Comente! - Dúvida? Faça sua pergunta

Unção e Técnica

Posted: 29 Aug 2014 12:30 PM PDT

Unção e TécnicaNem só de unção, nem menos só de técnica vive o músico cristão! A unção de Deus é essencial mas não dispensa a técnica. Com […] [continue lendo]

Compartilhe: no Facebook - no Twitter - Comente! - Dúvida? Faça sua pergunta

A Transfiguração

Posted: 29 Aug 2014 09:30 AM PDT

A TransfiguraçãoSeis dias depois, toma Jesus consigo a Pedro e aos irmãos Tiago e João, e os leva, em particular, a um alto monte. E foi […] [continue lendo]

Compartilhe: no Facebook - no Twitter - Comente! - Dúvida? Faça sua pergunta

Vinho misturado com água

Posted: 29 Aug 2014 08:30 AM PDT

Vinho misturado com águaA tua prata tornou-se em escórias, o teu vinho se misturou com água Isaías 1:22 Vinho misturado com água é vinho? Pode a prata tornar-se […] [continue lendo]

Compartilhe: no Facebook - no Twitter - Comente! - Dúvida? Faça sua pergunta

Deus Pode Usá-lo



"Pois os olhos do Senhor estão atentos sobre toda a terra para fortalecer aqueles que lhe dedicam totalmente o coração. [...]" (2 Crônicas 16:9)

Pense em todas aquelas pessoas comuns que Deus usou para transformar  completamente este mundo.

Pense naquele menino pastor, Davi, que Deus ergueu para ser o maior rei da história de Israel. Deus usou aquele homem assustado, Gideão, para liderar um grande exército, e ele acabou por se tornar um homem de coragem e bravura. 

Uma menina simples judia chamada Ester salvou seu povo da destruição, porque ela seguiu o caminho certo. Deus usou Débora para liderar os exércitos de Israel para a batalha, quando todos estavam com medo. 

Deus chamou dois pescadores comuns, Pedro e João, para pregar Sua Palavra com ousadia. 

Deus pode usar pessoas comuns como você e eu.
Como dizem as Escrituras: "Pois os olhos do Senhor estão atentos sobre toda a terra para fortalecer aqueles que lhe dedicam totalmente o coração" (2 Crônicas 16:9). 

Deus olha claramente para as pessoas comuns para transformar este mundo profundamente. Existe um lugar e um chamado para cada um de nós. Todos temos algo a fazer para o Senhor.

Deus pode fazer muito com pouco. Minha vida é uma prova disso! Assim como Deus me mudou, Ele pode mudar você também. Se você estiver com Jesus, Deus pode usá-lo de muitas formas diferentes.

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Momentos difíceis

 NOSSO ANDAR DIÁRIO/NOSSO PÃO DIÁRIO
Momentos difíceis
Leitura: 1 Reis 19:1-8
…eis que um anjo o tocou e lhe disse: Levanta-te e come. —1 Reis 19:5
Charles Whittlesey foi o herói dos heróis. Líder do chamado "Batalhão Perdido" da Primeira Guerra Mundial, foi condecorado com uma medalha de honra por bravura quando sua unidade ficou presa atrás da linha inimiga. Quando o monumento "Túmulo do soldado desconhecido" foi inaugurado, Charles foi escolhido como um dos carregadores do caixão do primeiro soldado enterrado ali. Duas semanas depois, acredita-se que ele tirou a própria vida, ao se jogar para fora de um navio durante um cruzeiro.
Como Elias (1 Reis 19:1-7), Charles era muito forte em público, mas quando estava só, era tomado pelo desespero. As pessoas hoje frequentemente enfrentam situações maiores do que podem suportar. Às vezes, é um desespero temporário causado por cansaço, como no caso de Elias. Ele tinha participado de uma grande vitória sobre os profetas de Baal (18:20-40), temeu por sua vida e correu para a selva (19:1-3). Mas, normalmente, é mais que desespero temporário. Por isso, é necessário falarmos sobre depressão aberta e compassivamente.
Deus nos oferece Sua presença nos momentos mais escuros da vida, o que nos capacita, por sua vez, a sermos Sua presença para os que sofrem. Pedir socorro — aos outros e a Deus — poder ser o momento de maior bravura de nossas vidas.
—RKK
A esperança vem com a ajuda de Deus e de outros.


Reflexões em 1 Coríntios - Um culto da Igreja Primitiva

 





 Palavra Que Transforma
Reflexões em 1 Coríntios - Um culto da Igreja Primitiva  |  Pastor Sérgio Fernandes

1 Coríntios 14:26 - ¶ Que fareis, pois, irmãos? Quando vos ajuntais, cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem revelação, tem língua, tem interpretação. Faça-se tudo para edificação.

Esses dez versículos (1 Co 14.26-36) são um importante registro sobre como funcionava uma reunião de adoração na Igreja do primeiro século. Em uma comunidade onde cada membro do corpo se dispõe a servir com seus dons, esperamos que essa realidade se manifeste: "Quando vos ajuntais, cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem revelação, tem língua, tem interpretação. Faça-se tudo para edificação".

Nesse relato, salmo provavelmente se refere a um cântico entoado com algum acompanhamento, provavelmente uma composição feita pelo próprio irmão. Doutrina diz respeito aos ensinamentos centrais da fé cristã. Revelação é entendido por boa parte dos comentaristas como a manifestação da profecia no culto, ou como uma aplicação de uma verdade das Escrituras ao momento que a comunidade está vivendo. Língua se refere as manifestações de línguas (sejam elas na adoração ou dirigidas a Igreja) e, ocorrendo o segundo caso, havia também a manifestacão da interpretação . A lista não é exaustiva (veja por exemplo outra menção do culto do primeiro século em Cl 2.16, em que há outros ministérios exercidos entre os crentes), mas o interessante é o princípio máximo de uma reunião de adoração: "Faça-se tudo para edificação" (vv.26b).





O SENHOR OUVE AS ORAÇÕES



by salmo37
"Cantai de júbilo a Deus, força nossa; celebrai o Deus de Jacó. Salmodiai e fazei soar o tamboril, a suave harpa com o saltério." (Salmo 81.1-2)
A Palavra de Deus é tão atemporal, tão próxima da realidade atual porque é a Palavra eterna para todos os tempos. Na passagem acima, o povo de Israel é conclamado a se alegrar, a cantar e a tocar todo tipo de instrumentos. Existem inúmeras passagens bíblicas que fazem o povo se recordar da libertação que Deus lhes deu. No Salmo 81.7, o Senhor lembra o Seu povo de como Ele ouve orações: "Clamaste na angústia e te livrei; do recôndito do trovão eu te respondi, e te experimentei junto às águas de Meribá."
Por que o Senhor nos lembra continuamente de coisas passadas? Por que Ele ordenou a Israel que contasse aos filhos e aos filhos dos filhos Suas obras maravilhosas e mandou escrever Seus mandamentos nos umbrais das casas? Exatamente por que Ele sabe o quanto somos esquecidos. E é por esta razão que Deus recorda Seu povo de que Ele ouve orações. A realidade de que não oramos muito mais do que o fazemos é uma prova de que somos esquecidos e que relaxamos. Mas o Senhor quer ouvir e responder agora às nossas orações porque Ele é o Eterno e Imutável. Ele ouve o clamor dos justos e faz aquilo que desejam os que temem a Deus.
Portal A Chamada 

COMO POSSO TER ALEGRIA EM MINHA VIDA CRISTÃ?


Períodos de tristeza e depressão podem entrar na vida de praticamente todo Cristão devoto. Vemos muitos exemplos disso na Biblia.

Jó desejava que nunca tivesse nascido (Jó 3:11). Davi orou para que fosse levado a um lugar onde não tivesse que lidar com a realidade (Salmos 55:6-8). Elias, depois de derrotar 450 profetas de Baal com fogo do céu (1 Reis 18:16-46), fugiu para o deserto e pediu a Deus que tirasse a sua vida (1 Reis 19:3-5).


COMO ENTÃO PODEMOS SUPERAR ESSES PERÍODOS DE IMENSA FALTA DE GOZO?

Podemos ver como essas mesmas pessoas superaram sua depressão. Jó disse que, se orarmos e nos lembrarmos de nossas bençãos, Deus vai restaurar nosso gozo e justiça (Jó 33:26). Davi escreveu que o estudo da Palavra de Deus vai nos trazer gozo (Salmos 19:8). Davi também percebeu que precisava louvar a Deus mesmo no meio de desespero (Salmos 42:5). No caso de Elias, Deus deixou com que descansasse por um tempo para então enviar um homem chamado Eliseu para ajudá-lo (1 Reis 19:19-21).

Hoje ainda precisamos de amigos com quem podemos compartilhar nossas feridas e dores (Eclesiastes 4:9-12).Tente compartilhar seus sentimentos com um amigo Cristão que você admira. Você vai ficar surpreso em saber que eles provavelmente já tiveram que passar por algumas das mesmas coisas que você está passando agora.

Mais importante, é certo que meditar em nós mesmos, nossos problemas, nossas dores e principalmente no nosso passado, não vai nunca produzir gozo espiritual verdadeiro.

Alegria não é encontrada em materialismo, não é encontrada em psicoterapia, e com certeza nã será encontrada na obsessão com nós mesmos. É encontrada apenas em Cristo. Nós que pertencemos ao Senhor  "nos gloriamos em Cristo Jesus, e não confiamos na carne" (Filipenses 3:3).

Conhecer a Cristo é ter uma verdadeira compreensão de nós mesmos e uma percepção espiritual verdadeira em Cristo, tornando impossível com que nos gloriemos em nós mesmos, nossa sabedoria, força, riquezas ou bondade, mas sim – e apenas - em Cristo, Sua sabedoria e força, Sua riqueza e bondade, e em Sua pessoa apenas.

Afunde-se completamente na pessoa de Cristo, Sua Palavra, e procure conhecê-lO mais intimamente. Se permanecermos nEle, Ele nos prometeu que nosso gozo será completo (João 15:1-11).

Finalmente, lembre-se que é apenas através do Espírito Santo que podemos encontrar alegria verdadeira (Salmos 51:11-12, Gálatas 5:22, 1 Tessalonicenses 1:6). Não podemos fazer nada longe do poder de Deus (2 Coríntios 12:10, 13:4).

Na verdade, o mais que tentamos obter alegria com nossos próprios métodos, o mais miserável nos tornamos. Descanse nos braços de Deus (Mateus 11:28-30) e procure Sua face através de oração e das Escrituras.

"E o Deus da esperança vos encha de todo o gozo e paz no vosso crer, para que sejais ricos de esperança no poder do Espírito Santo" (Romanos 15:13).

Fonte: GotQuestion

Por Litrazini:

Graça e Paz

-->

TUDO PARA A GLÓRIA DE DEUS


Vivemos nossa vida como se não precisássemos de Deus, durante a semana inteira.

E nos cultos a gente vem como um bom cristão. "Eu não mato, Eu não bebo, Eu não fumo. Eu não faço isso, Eu não faço aquilo. Então eu sou um bom cristão."

Em I Coríntios 10: 31 lemos: Portanto quer comais, quer bebais, ou façais qualquer outra coisa, fazei tudo para a glória de Deus.

Quando eu leio esse texto, eu percebo que não se trata da questão de você não pecar durante o dia. Para o cristão, a questão não é: "Hoje eu não pequei! Olha, hoje eu não fiz nada de errado."

A questão não é você não pecar. A questão é: Eu glorifiquei a Deus hoje como eu deveria com a minha vida?

Você pode não cometer nenhum dos pecados capitais. Você pode não infringir nenhum dos 10 mandamentos. Você pode ser uma boa pessoa e estar completamente distante de Deus, na sua religiosidade, no seu falso conhecimento de quem é Deus.

Que essa frase fique marcada pra você: Não se trata de não pecar, mas Eu glorifiquei a Deus com minha vida como eu deveria nesse dia de hoje?

Há uma dicotomia muito grande dentro da igreja entre sagrado e secular. Gostamos de separar muito isso. Gostamos de falar: isso aqui é de Deus, isso aqui é do mundo.

Não existe para o cristão o que é sagrado e o que é secular. Para o cristão é uma coisa só. Dado que você entregou sua vida a Jesus, tudo é dEle.

Então, quando você exercer sua profissão, você deve exercê-la de maneira que o nome de Jesus seja glorificado com isso.

Se você está curtindo um momento de lazer, está curtindo um momento de férias, que Deus esteja junto.

Porque se o seu culto a Deus se resume a ir à igreja, você não conhece a Deus. Você não tem um relacionamento com Ele. Porque não existe relacionamento com Deus que não seja diário, que não seja uma constância.

Tenho visto muitos homens de Deus falarem isso e eu concordo: Não é uma simples oração que te faz um cristão. Não é porque um dia você falou: Ah, eu faço uma oração e aceito Jesus. E isso te faz um crente. Isso é mentira. O cristão vive por fé. O justo viverá pela fé.

E fé é precedida e acompanhada por arrependimento. Uma vida de arrependimento, dobrando seus joelhos dia após dia, confessando seus pecados a Deus. Crescendo em santidade, crescendo em boas obras. Crescendo no conhecimento de Deus.

Cristãos que vivem uma vida inteira indo à igreja, tem 10, 20 anos de crente, 30 anos de crente e são, possuem o mesmo temperamento de 20 anos atrás. Como é possível?

Você ter o mesmo temperamento, você não cresceu em nada. Em domínio próprio, em mansidão, em amor. Como andar com Cristo e não ser cada dia mais parecido com Ele? Você acha que é ser cristão isso?

Você acha que Jesus veio pra instituir uma igreja para você ir no domingo? Você acha que Jesus morreu naquela cruz, para que domingo você pudesse estar lá e no resto da semana Ele estivesse fora dos seus planos?

Jesus requer tudo de nós. E se você é cristão vai dizer: Amém, que Ele tome tudo. Tudo é dEle.

Autoria: Daniel Simoncelos

Por Litrazini:


Graça e Paz
-->

DEUS NÃO DÁ MIGALHAS



by salmo37
Por que demoramos para receber resposta de certas orações? Porque Deus nos ama, porque tem grandes planos para cada um de nós e porque Ele quer fazer coisas grandiosas através de nós, assim como Ele fez através de Jesus.
Devemos ter a coragem de dar glória a Deus quando Ele silencia e quando Ele demora. É nessas horas que deveríamos nos agarrar com mais firmeza na convicção de que quando Ele assim age é porque Ele nos ama e está preparando coisas maravilhosas para nós. Não importa que não consigamos entender o Seu amor. Um dia vamos entendê-Lo.
Não questione o tempo de Deus, não se perturbe com Seu silêncio, Ele tem o melhor para sua vida. Se você souber esperar com ações de graça e fé, terá em mãos o melhor Dele para você. Deus não dá migalhas, Deus não nos presenteia com subprodutos, Ele dá o melhor para quem tem paciência e sabedoria de aguardar Suas bênçãos.
Devocional Pérolas Diárias 

Sucessores de João Batista

 





 Gotas Bíblicas
Sucessores de João Batista  |  Pr. Olavo Feijó

Isaías 40:3 - ¶ Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do SENHOR; endireitai no ermo vereda a nosso Deus.

Não faltam, neste mundo, sinais que indicam como caminhar para longe de Deus. Aparentemente, os marqueteiros de Satanás são mais dedicados do que os propagandistas de Cristo. O caminho que conduz à morte continua atraindo mais gente do que o "apertado caminho que conduz à vida". Quando Jesus nos mandou invadir o mundo e fazer Seus discípulos, mais uma vez aquilo que Deus nos mandou pela voz de Isaías nos desafia: "Preparem no deserto um caminho para o Senhor. Abram ali uma estrada reta para o nosso Deus passar!" (Isaías 40:3).

Nunca foi por acaso que Paulo chamou de loucura o nosso testemunho sobre Jesus, o Messias (I Coríntios 1:23-25). Não é por acaso, também, que muitos de nós, cristãos, agimos como se Deus não precisasse de nós. Não é, ainda, por acaso que o "ide" preguiçoso de Satanás tenha mais seguidores, do que o "ide" desafiador de Jesus. "Afinal de contas", pensam muitos, "que tipo de Deus Todo-poderoso é Este que, para salvar o mundo, depende de nós, frágeis cristãos?"

Entendamos ou não a mensagem "louca" do Evangelho, a ordem do Senhor continua valendo, continua nos incomodando, continua nos envergonhando por nossa omissão. Somos sucessores de João Batista. Cada vez que aplainamos o "caminho para o Senhor" vivemos mais um pedaço da profecia de Isaías. E mostramos a este undo infeliz, cheio de desertos habitados por serpentes venenosas e cactos espinhosos, que o caminho para Cristo passa exatamente por ali. Passa por nós e anuncia a obra do Espírito de Cristo – Cristo, cujo poder transforma o pior deserto em jardim! Nós, os jardineiros de Cristo, vencedores da morte dos desertos.