terça-feira, 18 de janeiro de 2011

a arte da guerra Espiritual - parte 3


A observação, a espionagem e a investigação fazem parte da arte da guerra e sobre estes falaremos a seguir. Em toda a Escritura percebe-se Deus ensinando estes princípios ao seu povo e os exemplos são muitos na palavra de Deus. Vejamos alguns deles. Moisés recebe do Senhor a ordem de enviar homens a espiar a terra de Canaã. Por que espiar a terra? O próprio Deus responde:
"Envie homens que espiem a terra de Canaã, que eu hei de dar aos filhos de Israel... vede a terra, que tal é, e o povo que nela habita; se é forte ou fraco; se poucos ou muitos... e que tais são as cidades em que habita, se em arraiais se em fortalezas..." (Nm 13.1,18-20).
É claro que Deus sabia como era a terra, conhecia cada detalhe e tinha todas as informações. Entretanto, manda os espias para que se certifiquem de que não terão vida fácil. Eles veriam que a terra além de manar leite e mel tinha também lugares áridos. Deus manda espiar para que não sejam apanhados de surpresa e para que aprendam esses princípios universais. Deus conhecia a terra nos seus mínimos detalhes, mas espioná-la fazia parte do treinamento. O povo tinha que aprender a observar.
Josué aprendeu como isto era importante e usou a tática que aprendera de Deus com Moisés, no passado. Josué enviou dois homens para espiar a terra de Jericó antes de qualquer tentativa de guerra. "Andai e observai a terra e a Jericó" (Js 2.1). Aqueles dois homens que foram espiar a terra observaram que a cidade estava com medo e que o pânico já tomara conta da população.
Continue lendo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário