BENVINDO

Minha foto

 Sou servo do Senhor desde 2001,sirvo a Deus na Igreja do Evangelho Quadrangular,  obreiro formado no Instituto Teológico Quadrangular, professor da Escola Bíblica,  casado com Elisângela a 25 anos , pai de 2 filhos maravilhosos,  buscando cada dia conhecer mais ao Senhor. Meu maior desejo é ser " uma bênção" e abençoar àqueles que estão perto e através da web os que estão longe.  Que as bênçãos do Senhor seja transbordante sobre a sua vida, sobre sua casa , sobre sua família, sobre o seu ministério, querido(a) e amado(a) irmão(ã) em Cristo Jesus. 

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Esboço de Sermão

Esboço de Sermão


Através de muitas tribulações - Parte 1: Perdas

Posted: 24 Feb 2017 03:43 AM PST

Através de muitas tribulações - Parte 1: Perda
Texto: Atos 14:22

Introdução: Paulo e Barnabé encorajaram os irmãos a permanecerem fiéis ao Senhor "através de muitas tribulações" para que eles pudessem alcançar a recompensa final do céu. Os tipos de tribulações que podemos enfrentar podem ser únicos para os cristãos ou comuns a todas as pessoas. Qualquer uma dessas tribulações poderia potencialmente descarrilar nossa fé e nos fazer perder a recompensa. Portanto, precisamos nos preparar para superar essas tribulações para alcançar o reino eterno. Este sermão focalizará o exemplo de Jó e como ele experimentou a perda.

1. As perdas sofridas por Jó

A. Jó era um homem irrepreensível (Jó 1:1, 8) - tinha sido grandemente abençoado por Deus (Jó 1:2-3); contudo, Deus permitiu que Satanás o tentasse (Jó 1:9-12)
B. Jó perdeu os filhos (Jó 1:13, 18-19)
C. Jó perdeu suas posses (Jó 1:14-17)
D. Jó perdeu a saúde (Jó 2:7-8) - inicialmente isso não foi permitido por Deus (Jó 1:12)

2. A perda de entes queridos

A. Todos nós experimentamos isso em diferentes momentos - pais, avós, irmãos, filhos, netos, etc.; a morte é uma certeza para todos nós (Hebreus 9:27) por causa do problema do pecado (Romanos 5:12, Gênesis 3:22-24)
B. Porque perder um ente querido é um desafio à nossa fé - alguns questionam a bondade de Deus ao permitir que isso aconteça (Jó 2:9); alguns perdem um mentor espiritual quando um ente querido se vai (Efésios 6:4; 2 Timóteo 1:5)
C. Como suportar a perda dos entes queridos e permanecer fiel? Não culpe a Deus, mas o diabo (João 8:44, ver Hebreus 2:14-15); lembre-se da esperança do céu para os fiéis (Apocalipse 14:13; 1 Tessalonicenses 4:13-14); mesmo que o ente querido não era fiel, eles certamente querem que você seja (Lucas 16: 27-28); encontrar força de outros cristãos (1 Tessalonicenses 4:18, ver Hebreus 10:25)

3. A perda dos bens

A. Isso pode acontecer a qualquer um de nós - as riquezas são incertas (1 Timóteo 6:17, Mateus 6:19)
B. Por que perder nossas posses é um desafio à nossa fé? - Se preocupar com coisas materiais pode sufocar a palavra (Lucas 8:14); a pobreza pode levar-nos a ser tentados a roubar (Provérbios 30:7-9), inveja (Gálatas 5:21), ou ser ingratos (Apocalipse 2:9; 1 Tessalonicenses 5:18)
C. Como suportar a perda de bens e permanecer fiel? - Fixando nossa esperança em Deus (1 Timóteo 6:17); ajuntando tesouros no céu (1 Timóteo 6:19 e Mateus 6:20) e mantendo o foco nessa meta (Filipenses 3:14, Colossenses 3:1-3); aprendendo o contentamento (Filipenses 4:11-13). Veja Grandes Lições do Livro de Jó

4. A perda da saúde

A. Se não morrermos em algum trágico acidente ou estivermos vivos quando o Senhor voltar, enfrentaremos isto - isto aconteceu depois que Satanás tentou Jó pela primeira vez; para muitos, este é o tipo mais difícil de perda
B. Por que perder nossa saúde é um desafio à nossa fé? É pessoal; muitas vezes é mais difícil aplicar as Escrituras a nós mesmos do que aos outros (2 Samuel 12:1-7; Mateus 7:1-5); somos forçados a reconhecer nossas limitações e isso faz com que muitos se voltem contra Deus (Eclesiastes 12:1)
C. Como suportar a perda de nossa saúde e permanecer fiel? - lembre-se que a graça de Deus é suficiente (2 Coríntios 12:7-10); convide outros que possam ajudar (Tiago 5:14); nunca perca de vista a meta (2 Coríntios 4:16-5: 4)

Conclusão

A. É inevitável que enfrentaremos a perda enquanto vivemos nesta terra - temos de suportar isso
B. Não permitais que essas coisas lhe façam perder a fé em Deus (Jó 1: 20-22)
C. Lembre-se do que é realmente importante - busque a recompensa "incorruptível, incontaminável e imarcescível, reservada nos céus" (1 Pedro 1:4)

Lições da vida do profeta Ezequiel

Posted: 23 Feb 2017 05:14 AM PST

Lições da vida do profeta Ezequiel
Texto: Ezequiel 2:3-7

Introdução: Ezequiel foi um profeta de Deus que profetizou na Babilônia durante o tempo do cativeiro babilônico. Deus o chamou para profetizar ao povo "quer ouçam quer deixem de ouvir" (Ezequiel 2:5, 7; 3:11).

Hoje não somos profetas como Ezequiel; mas há algumas lições que precisamos aprender, independentemente da capacidade em que ensinamos.

1. Deus enviou Ezequiel

A. A mensagem era de Deus, mas seria entregue através de Ezequiel (Ezequiel 2:3) – uma prática padrão (Hebreus 1:1); não foi uma decisão de Ezequiel; ele foi inspirado por Deus e falou por Deus (2 Pedro 1:20-21)
B. Similar ao Senhor enviando Seus apóstolos (Marcos 16:15-16) - eles tinham uma missão específica (Atos 1:8); eles eram embaixadores de Deus (2 Coríntios 5:20)
C. Em certo sentido, também fomos enviados - não que a Grande Comissão se aplique diretamente a nós (Marcos 16:15-18), mas o Novo Testamento ensina que todos nós temos a responsabilidade de manter a palavra (Filipenses 2:16; 1 Pedro 3:15); com o passar do tempo, "nós devemos ser mestres" (Hebreus 5:12); contínuo desenvolvimento de mestres na igreja (2 Timóteo 2:2)

2. Enviado aos Filhos de Israel

A. Enviados para aqueles que eram o povo escolhido de Deus (Ezequiel 2:3; 3:4; Deuteronômio 7:6) - ainda estavam em cativeiro por causa de seus pecados (Ezequiel 2:3; 2 Reis 21:12-15); eles se rebelaram contra Deus e Sua lei (Ezequiel 2:3, 6-7)
B. Eles eram deveriam ter ouvido a mensagem de Ezequiel (Ezequiel 3:6) - eles compartilhavam uma linguagem comum (Ezequiel 3:6) de modo que não era uma barreira (Gênesis 11:6-9, 1 Coríntios 14:5, 9, 19); eles compartilhavam uma herança comum (Ezequiel 3:4-5)
C. No entanto, Deus sabia que eles não estariam dispostos a ouvir (Ezequiel 3:7) - eles eram teimosos e se recusavam mudar de ideia (Jeremias 6:16-17, 10; Atos 7:51); eles eram obstinados (coração duro) e perderam o sentimento de vergonha (ver Jeremias 6:15, 1 Timóteo 4:2)
D. Infelizmente, encontraremos muitos como os israelitas nos dias de Ezequiel - Deus chama a todos os homens (Marcos 16:15, Atos 17:30); eles estão perdidos por causa do pecado (João 8:34, Romanos 6:23), mas querem permanecer no pecado (João 3:19)

3. A Mensagem

A. A mensagem deveria ser a palavra de Deus (Ezequiel 2:7; 3:4) e ele se encheu com ela (Ezequiel 2; 8; 3:1-3, 10) - nossa mensagem deve ser a palavra de Deus (1 Pedro 4:11); devemos ser cheios da palavra de Deus (Hebreus 8:10) e permitir que ela nos sustente (1 Pedro 2:2, Hebreus 5:14, João 6:51, 63)
B. Ezequiel não deveria mudar a mensagem para uma mensagem que fosse bem recebida (Ezequiel 2:5, 7; 3:11) - nós também não devemos mudar a mensagem do Senhor (Gálatas 1:8-9)
C. Ezequiel não deveria ser desencorajado pela rejeição do povo (Ezequiel 2:5, 7; 3:11) – nós também não devemos nos desencorajar quando as pessoas rejeitam a mensagem do Senhor; em vez disso, devemos sacudir o pó de nossos pés e passar para outros (Mateus 10:14, Atos 13:46, 51); nossa responsabilidade é ensinar, não produzir resultados (1 Coríntios 1:17; 3:6)

4. A atitude de Ezequiel

A. Submissão a Deus (Ezequiel 2:3, 8) - para ensinar aos outros, também devemos obedecer (Romanos 2:21, 1 Pedro 3:13-16)
B. Não temia as consequências (Ezequiel 2:6) - não devemos temer como os outros podem reagir (1 Pedro 3:14, 4:16)
C. Inabalável em sua resolução (Ezequiel 3:8-9) - devemos obedecer a Deus em vez de aos homens (Atos 5:29)

Conclusão

A. As pessoas não mudam muito de uma geração para outra - elas são teimosas e rebeldes hoje como eram então
B. Nossa responsabilidade também não muda - fale a palavra de Deus sem compromisso ou medo

Nenhum comentário:

Postar um comentário