BENVINDO

Minha foto

 Sou servo do Senhor desde 2001, sirvo a Deus na Igreja do Evangelho Quadrangular como obreiro credenciado , professor na Escola Bíblica e no Instituto Teológico Quadrangular,  casado com Elisângela a 26 anos, pai de 2 filhos maravilhosos,  buscando cada dia conhecer mais ao Senhor. Meu maior desejo é ser " uma bênção" e abençoar àqueles que estão perto e através da web os que estão longe.  Que as bênçãos do Senhor seja transbordante sobre a sua vida, sobre sua casa , sobre sua família, sobre o seu ministério, querido(a) e amado(a) irmão(ã) em Cristo Jesus. 

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

NÃO OLHE PARA TRAZ

 
“Então um dos anjos disse a Ló: —Agora corra e salve a sua vida! Não olhe para trás, nem pare neste vale. Fuja para a montanha; se não, você vai morrer.” (Gn.19.17) “E aconteceu que a mulher de Ló olhou para trás e virou uma estátua de sal.” (Gn.19.26)

NOSSO ALVO É PARA FRENTE
Temos sempre diante de nós muitos desafios a serem vencidos. Crises que precisam ser vencidas.Temos duas opções: Olhar para frente, encarar e vencer ou olhar para traz, ficar lamentando e sair  e sair derrotado.

Assim nós temos essa grande multidão de testemunhas ao nosso redor. Portanto, deixemos de lado tudo o que nos atrapalha e o pecado que se agarra firmemente em nós e continuemos a correr, sem desanimar, a corrida marcada para nós. Hb 12:1

O diabo é que quer desanima-lo, ele é: assassino, homicida, sanguinário, mentiroso, violento, nele só tem: ódio, inveja, maldade, destruição, ele promove: tragédias, guerra, fome, miséria, violência, sofrimento dor, angustia, opressão, contenda, inimizade.

JOSUÉ E CALEBE COMO ESPIAS EM CANAÃ
Aí o povo começou a reclamar contra Moisés, mas Calebe os fez calar e disse: - Vamos atacar agora e conquistar a terra deles; nós somos fortes e vamos conseguir isso! (Nm.13.30). O Povo se acovardou preferiu ouvir os outros 10 espias, Ficaram com medo dos gigantes. Preferiram voltar atraz. E por causa disso sofreram 40 anos no deserto.

O CEGO DE JERICÓ 
As pessoas que iam na frente o repreenderam e mandaram que ele calasse a boca. Mas ele gritava ainda mais: - Filho de Davi, tenha pena de mim!  (Lc.18.39). Não Deixe que os críticos e céticos calem a sua boca. Jesus para pra ouvir você. Veja o que os olhos naturais não vêem. Veja as oportunidades em sua vida. A grandeza do seu Deus

A MULHER DO FLUXO DE SANGUE
Pois ela pensava assim: "Se eu apenas tocar na capa dele, ficarei curada." (Mt.9.21). Supere as dificuldades seja persistente. Há poder no toque de Jesus. Até então nada havia dado certo, suas soluções não resolveram seu problema, seu estado se agravava a cada dia (ia de mal a pior)Tudo pode mudar se você tocar com fé. É tomar uma atitude, se levantar.

Moises, enfrentou o mar vermelho. Digas ao povo que marche.
Josué Marchou em volta de Jerico 7 dias. As muralhas tiveram que ceder
Davi enfrentou o gigante Golias
Sadraque Mesaque e Abednego, não se dobraram diante das estatua de Nabucodonozor. Ainda que fossem jogados na fornalha
Daniel preferiu enfrentar a cova dos leões, do que parar de orar.
O filho pródigo, preferiu voltar e pedir perdão ao pai.
Jesus enfrentou a cruz do calvário

Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.  (Jo.3.16). Deus podia muito bem ter nos abandonado nas garras do diabo. Mas Deus nos amou, e enfrentou o sofrimento de ver seu filho JESUS NO CALVARIO, foi dolorido, sofreu tentação, sofreu traição, foi escarnecido, foi açoitado, foi coroado com espinhos, pregado no madeiro, derramou todo o seu sangue, o coração explodiu por causa da agonia

Ele poderia interromper o sofrimento a qualquer momento, as milícias celestiais estavam de prontidão; Mateus 26:53:Você não sabe que, se eu pedisse ajuda ao meu Pai, ele me mandaria agora mesmo doze exércitos de anjos? 

Ele Não olhou para traz,  Olhava para frente, para o resultado de sua obra. Morreu em seu lugar, pagou sua divida, levou sobre ele, sua culpa, suas dores e maldições, desceu ao inferno, tomou das mãos do diabo as chaves da morte e do inferno, venceu a morte, ressucitou ao terceiro dia, está vivo, triunfante, presente aqui.

Ele diz para você: no mundo tereis aflições, mas tem bom animo, eu venci o mundo, Estou contigo todos os Dias até a consumação dos séculos.

Abandone agora: O Medo, vergonha, timidez, cansaço, desanimo. Marche como Moises. Acredite como Josué e Calebe. Enfrente os gigantes como Davi. Enfrente os leões como Daniel. Enfrente a fornalha como Sadraque, Mesaque e Abdinego. Grite como o cego de Jerico. Toque em Jesus como a Mulher do Fluxo. Suba no telhado como o aleijado. Suba na Arvore como Zaqueu. Peça perdão como o Filho Pródigo. Creia em Jesus. OLHE PARA FRENTE

Transcrito Por Litrazini

DECISÃO DE TOMAR A CRUZ.

 
"Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, dia após dia tome a sua cruz e siga-me" (Lucas 9.23). Não existe Discipulado sem cruz. Foi na cruz que o Senhor Jesus nos reconciliou com Deus o nosso Pai  (2 Co. 5.18,19).

Estar crucificado com Cristo é uma decisão. "Já estou crucificado com Cristo, já não sou eu quem vive, Cristo vive em mim..." (Gl. 2.19,20).

Jesus só viverá em você, se você estiver crucificado com Ele. Para os pecados que cometemos o sangue de Jesus nos purifica de todo pecado (1 João 1.7).

Para a nossa velha natureza pecaminosa que herdamos de Adão só existe um remédio, uma solução - a Cruz de Cristo (Rm. 6.6).

O sacrifício de Jesus foi substitutivo, Ele é o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo; porém, o sacrifício de Cristo também foi inclusivo, Ele nos incluiu naquela Cruz. "Foi crucificado com Cristo o nosso velho homem..."(Rom. 6.6).

A nossa posição como discipulos de Jesus deve ser crucificado para o mundo e o mundo para nós.  "Mas longe de mim gloriar-me, senão na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim, e eu para o mundo" (Gal. 6.14).

Quem vive assim não busca o aplauso dos homens, o reconhecimento deste mundo, busca somente a glória de Jesus.

Não existe cristianismo verdadeiro sem cruz. A Cruz é o centro da fé cristã. Discipulado é renúncia, é cruz, é morte do "eu," do ego. "Todo aquele que não renúncia a tudo o quanto tem não pode ser meu discipulo" (Lucas 14.33). 

Transcrito Por Litrazini

SER SANTO

 
Porque eu sou o Senhor vosso Deus; portanto vós vos santificareis, e sereis santos, porque eu sou santo; e não vos contaminareis com nenhum réptil que se arrasta sobre a terra; Porque eu sou o Senhor, que vos fiz subir da terra do Egito, para que eu seja vosso Deus, e para que sejais santos; porque eu sou santo. (Lv.11.44,45).

Santidade é um mandamento (1 Pedro 1.15,16). Santidade é a vontade de Deus para as nossas vidas (1 Tes. 4.3-7). Santidade não se restringe a aparência exterior, ou ao cumprimento de determinadas regras...

Ser santo é ser separado somente para Deus, consagrado para uma missão. Temos que ser santos porque servimos a um que é santo, santo, santo (Apoc. 4.8-11).

Sempre que formos confrontados pela santidade de Deus, o nosso coração será quebrantado, e nós saberemos qual é o nosso lugar (Isaias 6.1-8).

Santidade é a única condição para entrarmos no céu, porque sem santidade ninguém verá o Senhor (Heb. 12.14). A santidade atrai os olhos de Deus...

Não existe avivamento sem santidade; não existe santidade sem arrependimento sincero e honesto.

Quem anda em santidade não se conforma com o padrão deste mundo (Rom. 12.1,2). Quem tem um estilo de vida santo, tem atitudes santas, linguagem santa... "Santifica-os na verdade, a tua palavra é a verdade" (João 17.12).

Santidade é o caminho para vivermos os milagres de Deus (Josué 3.15). Você quer viver milagres? Ande em santidade...

SANTIDADE DEVE SER O NOSSO ESTILO DE VIDA.
"Em todo o tempo sejam alvas as tuas vestes, e jamais falte o óleo sobre a sua cabeça (Ecl. 9.8).
O profeta Eliseu tinha um estilo de vida santo (2 Reis 4.8,9). O sumo sacerdote Josué estava trajando vestes sujas diante de Deus (Zac. 3.1-9).

Só vive um estilo de vida santo quem toma uma decisão radical contra o pecado (Rom. 6.12,13). Ou você domina o pecado ou o pecado te dominará...

PARA SERMOS SANTOS TEMOS QUE CRUCIFICAR A VELHA NATUREZA... (Rom. 6.6). Um morto não deseja mais o pecado (Col. 3.3). Todos nós somos tentados todos os dias, mas temos que escolher fazer a boa, agradável e perfeita vontade de Deus (Rom. 12.2).

SANTIDADE É O PROCESSO QUE TE TORNA PARECIDO COM JESUS.
Se você deseja ser santo você precisa executar a velha natureza... Se você quer ser santo, então, renda-se agora mesmo ao Espírito Santo. Para ser santo, seja humilde de coração...

Transcrito Por Litrazini

A DECISÃO DE SER FORTE

 
Deus nos diz: "Seja forte e muito corajoso" (Josué1.7). A Biblia diz: "O Senhor é a força de minha vida" (Salmo 27.1)."Posso todas as coisas naquele que me fortalece"(Fil. 4.13).

DECIDA SER FORTE EM MEIO ÀS BATALHAS.
Davi, em nome do Senhor Deus, ele decidiu ser forte diante de Golias (1 Sm 17.45-51).
"Diga ao fraco: Eu sou forte" (Joel 3.10b). "Se te mostras fraco no dia da angústia, a tua força é pequena" (Pv. 24.10).

DECIDA SER FORTE EM MEIO ÀS PROVAÇÕES.
Sadraque, Mesaque e Abdnego, decidiram ser fortes, eles preferiram ser lançados na fornalha de fogo do que adorar a outros deuses (Daniel 3.16-27).

DECIDA SER FORTE NO MEIO DAS PERSEGUIÇÕES.
Pedro e João, decidiram ser fortes diante das autoridades em Jerusalém, eles disseram: "Não podemos deixar de falar das coisas que vimos e ouvimos (Atos 4.20).
Paulo e Silas, decidiram ser fortes, louvando e exaltando a Deus no meio da noite em uma prisão escura na cidade de Filipos  (Atos 16.19-31).

DECIDA SER FORTE NO MEIO DAS TEMPESTADES DA VIDA...
O apostolo Paulo, decidiu ser forte, enquanto era levado para Roma, enfrentando uma grande tempestade (Atos 27.20-27).

Decida ser forte, então, a sua vida, a sua família, o seu ministério não terminarão em tragédia, em derrota, em fracasso, em naufrágio... Você terminará em triunfo com Cristo Jesus.

Decida ser forte na pregação do evangelho de Jesus (Atos 18.9,10).

Decida ser forte porque você vai vencer, vai triunfar em Cristo Jesus.

Decida ser forte em meio a dor. A dor que Jó passou quando perdeu todos os seus bens, os seus dez filhos e a sua saúde (Jó 1.1,2,13-21).

Transcrito Por Litrazini

ESTAMOS ALEGRES

 
Coisas grandiosas fez o Senhor por nós, por isso estamos alegres. (Sl 126.3.)

A alegria é muito agradável e muito saudável. É sempre bem-vinda.

Por razões complexas, a alegria vem e, depois, vai embora. Graças a Deus, a alegria vai embora, e depois volta. É um lamentável rodízio quando a alegria vai embora e um bem-aventurado rodízio quando a alegria volta… Daí as exclamações opostas: “Que bom que a alegria chegou!” e “Que pena que a alegria foi embora!”

A alegria deve ser buscada, deve ser cultivada, deve ser agarrada.

A alegria não é uma opção, é um mandamento: “Alegrem-se sempre no Senhor” (Fp 4.4).

A tristeza deve ter hospedagem curta, deve ser mandada embora, deve ser evitada. Não é pecado ter uma tristeza de vez em quando.

Até Jesus experimentou uma dose muito alta de tristeza: “A minha alma está profundamente triste” (Mt 26.38).

O que for possível fazer para evitar a tristeza, além de ser uma atitude sensata, é uma obrigação.

A volta da alegria, depois de uma tristeza ou depois de um marasmo, não é tão difícil assim. Às vezes, é simples demais. É o caso de Paulo: “Alegrei-me com a vinda de Estéfanas, Fortunato e Acaico, porque eles supriram o que estava faltando da parte de vocês” (1Co 16.17). O calor humano aqueceu de alegria o apóstolo.

No caso do salmista, o repente de alegria ou a prevalência da alegria ou o período de alegria vieram de uma observação, de uma constatação: “Sim, coisas grandiosas fez o Senhor por nós, por isso estamos alegres” (Sl 126.3).

Não há como negar: a verdadeira alegria tem tudo a ver com o Senhor!

Retirado de Refeições Diárias com o Sabor dos Salmos. Editora Ultimato.

Por Litrazini

DEUS NOS ENSINA COMO PERDOAR AS OFENSAS

 
Antes sede bondosos uns para com os outros, compassivos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo. (Ef.4.32)

Suportando-vos e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro; assim como o Senhor vos perdoou, assim fazei vós também. (Cl.3.13)

Antes do apóstolo Paulo mencionar e ensinar a necessidade de perdoarmos mutuamente as ofensas o Senhor Jesus já havia deixado bem claro que esta é uma característica do cristão verdadeiro. Desse modo, o "pão nosso de cada dia" deseja que você pense neste dia sobre a necessidade e o dever que temos de perdoar aqueles que nos ofendem e assim, caso seja necessário, coloque em prática esta marca do caráter do cristão.

Ao ensinar como devemos orar (Mateus 6.5-15 – “... E, quando orardes, não sejais como os hipócritas; pois gostam de orar em pé nas sinagogas, e às esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam a sua recompensa. Mas tu, quando orares, entra no teu quarto e, fechando a porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará. E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios; porque pensam que pelo seu muito falar serão ouvidos. Não vos assemelheis, pois, a eles; porque vosso Pai sabe o que vos é necessário, antes de vós lho pedirdes...)

Jesus declara que não temos direito de pedir perdão a Deus se não estamos dispostos a perdoar os que nos ofendem.

Você perdoa facilmente os que te ofendem ou magoam?
É necessário encararmos de frente, e com toda sinceridade, todos os ressentimentos que estivermos abrigando contra alguém. O que desejo mostrar é que o perdão vertical (no relacionamento com Deus) só poderá ser alcançado se praticarmos o perdão horizontal (no relacionamento com o homem). Isto não pode ser esquecido.

E para que estejamos motivados a perdoar basta que meditemos sobre como Deus nos perdoa e a medida em que pudermos enxergar o perdão divino a nós dirigido, também teremos capacidade para perdoar os outros. Não podemos inverter a ordem das coisas pensando que o perdão ao semelhante é a base para o perdão divino.

A ação humana de perdoar não dirige a ação divina de perdoar. Por outro lado, quando não perdoamos, o que acontece em nosso relacionamento com Deus? E se Deus não perdoa alguém que não é capaz de perdoar o faz porque é justo. A dinâmica do perdoar exige capacidade de amar.

O amor sim é o que nos capacita a perdoar e nele encontramos as condições para exercer a reconciliação quando somos os ofensores e o perdão quando somos os ofendidos. A responsabilidade cristã de perdoar não está limitada por um número de vezes e o Senhor fica indignado quando nos esquecemos do perdão que Deus nos oferece e não nos dispomos a amar o semelhante através do gesto do perdão. Ele diz que seremos castigados pelo Pai celestial (Mateus 18.22-35)

Negar o perdão é uma atitude hipócrita e Deus não ouvirá a oração de um hipócrita.

Transcrito Por Litrazini

MANDAMENTOS DE CRISTO PARA SUA IGREJA

 
IDE, FAZEI DISCÍPULOS
Quando Jesus deu esta ordem eles estavam em Jerusalém, porém Ele disse vocês serão minhas testemunhas, mas não somente em Jerusalém, mas também em toda Judéia e Samaria e até os confins da terra.

A igreja existe para comunicar a Palavra de Deus, nada pode trazer mais alegria para o cristão do que comunicar a Palavra.

A nós foi dado o evangelho da vida eterna para ser propagado.

ENSINAR ESSES DISCÍPULOS
A orientação de Jesus para sua igreja é de que ela deve ensinar a palavra de Deus para as pessoas, e isso vai trazer amadurecimento, vai trazer crescimento.

Muitas pessoas não sabem nada sobre Deus, sua Palavra, sua vontade; é responsabilidade nossa a de ensinar.

Muitas pessoas tem tomado decisões erradas pelo simples fato de não saberem o que a palavra de Deus diz sobre o assunto, e é responsabilidade da igreja ensinar.

Veja como procediam as igrejas do Novo Testamento (Atos 9:31).
Edificando-se, esta palavra não se refere a edifícios, a prédios, mas sim ao crescimento das pessoas, as pessoas tinham paz porque aprenderam a confiar em Deus.

A igreja estava ensinando as pessoas a andarem no temor do Senhor com respeito, reverência, confiança, obediência

A igreja estava ensinando os discípulos que o Espírito de Deus é o único que pode nos consolar, nos confortar e nos dirigir.

BATIZAR OS DISCÍPULOS
Para a igreja foi dito por Jesus que saíssem anunciando as boas notícias do Evangelho, que Cristo morreu numa cruz em nosso benefício, que a entrada no céu é um presente gratuito de Deus, oferecido a qualquer pessoa.

A igreja também ensinava que os discípulos deveriam ser batizados em obediência ao seu Salvador. (Mat. 28:19)

Nós vamos observar agora que aquelas igrejas cresciam em número, ou seja quando a igreja está indo, discipulando, o resultado será que ela vai crescer em quantidade.

Transcrito Por Litrazini

À ESPERA DO AMANHECER

 
Espero pelo Senhor mais do que as sentinelas pela manhã! (Sl 130.6.)

Quando o sol se punha no horizonte, a sentinela assumiu o seu lugar na torre de vigia.

Vieram a primeira vigília (das seis às nove horas) e a segunda vigília (das nove horas à meia-noite).

Lá estava a sentinela alerta, olhando de um lado e de outro, vigiando a propriedade de seu senhor.

Depois veio a terceira vigília (da meia-noite às três da madrugada).

O sono começou a apertar e tornou-se difícil manter os olhos abertos.

Ainda havia mais uma vigília (das três da madrugada às seis horas da manhã) antes de o sol aparecer do lado oposto do horizonte. E a sentinela passou a aguardar ansiosamente o amanhecer.

Até que a aurora rompeu e o guarda pôde deixar o seu posto e ir para casa.

O salmista vale-se desse exemplo para confessar: “Espero pelo Senhor mais do que as sentinelas esperam pela manhã” (Sl 130.6). Ele não diz: “Espero pelo Senhor como as sentinelas esperam pela manhã”.

O anseio do salmista pelo Senhor é maior do que o anseio da sentinela pelo amanhecer.

Esse anseio pelo Senhor é tão natural quanto a sede e a fome.

É uma bênção porque provoca o contrário da apatia religiosa, que é a maior de todas as desgraças humanas.

A força desse anseio pelo Senhor arranca o pecador da anorexia espiritual e da inércia, e leva-o ao encontro de Deus.

O salmista já havia expressado esse apego interior ao Senhor:“Como a corça anseia por águas correntes, a minha alma anseia por ti, ó Deus” (Sl 42.1).

Embora tamanha espera por Deus possa ser satisfeita aqui e agora, a alma anseia teimosamente por uma aurora muito mais gloriosa, aquela que virá depois da presente noite, que “está quase acabando”, e que antecede o retorno do Senhor (Rm 13.12)!

Retirado de Refeições Diárias com o Sabor dos Salmos. Editora Ultimato.

Por Litrazini

Os nascidos de Deus não vivem em pecado

 
“QUALQUER QUE É nascido de Deus não comete pecado; porque a sua semente permanece nele; e não pode pecar, porque é nascido de Deus” (1 Jo 3.9).

“Comete pecado”, (grego hamartano) é um infinitivo presente e ativo, que subentende ação contínua. João enfatiza que quem realmente nasceu de Deus não pode continuar a viver pecando conscientemente, porque a vida de Deus não pode permanecer em quem vive na prática do pecado (cf. 1 Jo 1.5-7; 2.3-11, 15-17, 24-29; 3.6-24; 4.7,8,20). 

(1) O novo nascimento resulta em vida espiritual, a qual leva a um relacionamento sempre presente com Deus.

Nesta epístola, cada vez que João fala de novo nascimento, emprega o tempo pretérito perfeito em grego, para enfatizar o relacionamento contínuo e ininterrupto iniciado pelo novo nascimento (1 Jo 2.29; 3.9; 4.7; 5.1,4,18).

(2) É impossível, espiritualmente, alguém ter em si a vida divina (i. é., ser nascido de Deus), e viver de modo pecaminoso.

Às vezes o cristão se afasta do alto padrão divino para a nova vida espiritual, mas ele não continuará em pecado conhecido (vv. 6, 10). 

(3) O que faz o cristão evitar o pecado é a “semente” de Deus permanecente nele.

A “semente” é a própria vida, natureza e Espírito de Deus habitando no cristão (5.11,12; Jo 1.1; 15.4; 2 Pe 1.4).

(4) Pela fé (5.4), pela presença de Cristo em nós, pelo poder das Santas Escrituras

Todo cristão pode viver a cada momento livre de delitos e pecados contra Deus. 

(5) Filhos de Deus... Filhos do Diabo (3.10)

Este é o âmago e a conclusão dos ensinos de João em 2.28 – 3.10. Ele acabou de advertir o cristão no sentido de não se enganar quanto à natureza da salvação (v.7). 

Consequentemente, deve rejeitar qualquer teologia ou doutrina afirmando que a pessoa pode estar fora da comunhão com Deus (1.3), continuar a pecar, fazer as obras do diabo (v.8), amar o mundo (2.15), lesar o próximo (vv.14-18), e ainda ser filho de Deus, salvo, a caminho do céu. 

(6) Contrariamente a esse falso ensino, João cria claramente que quem continua na prática de pecado conhecido “é do diabo” (v.8), e “não é de Deus” (v.10)

Quem habitualmente pratica o pecado, e afirma que tem a vida eterna e que é filho de Deus, está enganado e “é mentiroso” (2.4). Além disso, o que caracteriza um verdadeiro filho de Deus é o amor a Deus, manifesto na guarda de seus mandamentos (5.2) e na solicitude sincera pelas necessidades espirituais e físicas doutros crentes (vv.16, 17). 

Fonte: Bíblia de Estudo Pentecostal

Por Litrazini
http://www.kairosministeriomissionario.com/

Jesus é Deus? Alguma vez Jesus afirmou ser Deus?

 
 Na Bíblia não há registros de Jesus dizendo, palavra por palavra: “Eu sou Deus”. Entretanto, isto não significa que Ele não tenha afirmado ser Deus. Como exemplo, tome as palavras de Jesus em João 10:30: “Eu e o Pai somos um.” Em um primeiro olhar, isto pode não parecer uma afirmação de Jesus em ser Deus. Entretanto, perceba a reação dos judeus a Sua afirmação: “Os judeus responderam, dizendo-lhe: Não te apedrejamos por alguma obra boa, mas pela blasfêmia; porque, sendo tu homem, te fazes Deus a ti mesmo” (João 10:33).

Os judeus compreenderam a afirmação de Jesus como uma declaração em ser Deus. Nos versículos seguintes Jesus não corrige os judeus dizendo: “Eu não afirmei ser Deus.” Isto indica que Jesus realmente estava dizendo que era Deus ao declarar: “Eu e o Pai somos um” (João 10:30).

João 8:58 nos dá outro exemplo: “Disse-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que antes que Abraão existisse, eu sou.” Mais uma vez, em resposta, os judeus tomaram pedras em uma tentativa de apedrejar Jesus (João 8:59). Por que os judeus iriam querer apedrejar Jesus se Ele não tivesse dito algo que criam ser uma blasfêmia, ou seja, uma afirmação em ser Deus?

João 1:1 diz que “o Verbo era Deus.”

João 1:14 diz que “o Verbo se fez carne.”Isto claramente indica que Jesus é Deus em carne.

Atos 20:28 nos diz:“...Olhai, pois, por vós, e por todo o rebanho sobre que o Espírito Santo vos constituiu bispos, para apascentardes a igreja de Deus, que ele resgatou com seu próprio sangue.”

Quem comprou a igreja com Seu próprio sangue? Jesus Cristo. Atos 20:28 declara que Deus comprou a igreja com Seu próprio sangue. Portanto, Jesus é Deus!

Tomé, o discípulo, declarou a respeito de Jesus: “Senhor meu, e Deus meu!” (João 20:28). Jesus não o corrige.

Tito 2:13 nos encoraja a esperar pela volta de nosso Deus e Salvador, Jesus Cristo (veja também II Pedro 1:1).

Em Hebreus 1:8, o Pai declara a respeito de Jesus: “Mas, do Filho, diz: Ó Deus, o teu trono subsiste pelos séculos dos séculos; Cetro de eqüidade é o cetro do teu reino.”

Em Apocalipse, um anjo instruiu o Apóstolo João para que adorasse a Deus (Apocalipse 19:10). Nas Escrituras, várias vezes Jesus recebe adoração (Mateus 2:11; 14:33; 28:9,17; Lucas 24:52; João 9:38). Ele nunca reprova as pessoas quando recebe adoração.

Se Jesus não é Deus, Ele teria dito às pessoas para não ser adorado, assim como fez o anjo em Apocalipse. Há muitos outros versículos e passagens das Escrituras que atestam a favor da divindade de Jesus.

A razão mais importante para Jesus ser Deus é que se Ele não o fosse, Sua morte não teria sido suficiente para pagar a pena pelos pecados do mundo inteiro (I João 2:2). Somente Deus poderia pagar preço tão infinito. Somente Deus poderia carregar os pecados do mundo (II Coríntios 5:21), morrer e ressuscitar, provando Sua vitória sobre o pecado e a morte.

Fonte: GotQuestion

Por Litrazini
http://www.kairosministeriomissionario.com/

Deseje sempre o melhor!

 

O desejo dos justos Deus o cumprirá (Pv. 10.24b).

A força do desejo intenso que existe em nosso interior faz com que liberemos uma energia poderosa que provoca uma atração quase sobrenatural em direção ao que ansiamos. Não é errado nem pecado fazer coisas e obtê-las, desde que isso não prejudique a nós mesmos e ao nosso próximo.

Possuir ou fazer algo que desejamos; almejar uma vida melhor na área espiritual, emocional, física e material são propósitos perfeitamente saudáveis e bons.

Helen Keller disse: "Podemos fazer qualquer coisa se desejamos fazê-la, e se ficarmos firmes em fazê-la". Enquanto seres humanos, somos eternos aspirantes. Isso é bom, pois nos leva a buscar sempre o melhor em vez de ficarmos acomodados na zona de conforto. Deus nos dotou com essa capacidade a fim de conquistarmos e desfrutarmos de nossos objetivos. Por outro lado, há pessoas que são egoístas, ou buscam praticar o mal, enquanto outras desistem de seus projetos e se deixam levar pelo desânimo, conformismo e até mesmo pela preguiça. Abrem mão do melhor que Deus tem para suas vidas.

A Bíblia nos ensina em Salmo 37.4 a depositar a nossa felicidade no Senhor. Contudo, muitos param no meio da caminhada, pois desejam ser, ter ou fazer aquilo que não é da vontade de Deus. Porém, as conquistas provenientes do desejo humano, em detrimento da direção do Senhor, não proporcionarão felicidade. 

Deseje as coisas boas que Deus criou para todos nós seres humanos e faça o seu melhor. Promova saúde, prosperidade financeira, paz, alegria, tranquilidade, felicidade, sucesso, amor, comunhão, relacionamentos saudáveis, uma Igreja próspera e abençoada, e a salvação de almas. O seu desejo pelo bem é o desejo de Deus sendo expresso por seu intermédio.

Não é errado desejar o progresso e uma vida melhor, pois você nasceu para desfrutar do melhor nesta terra e no céu. Essa é uma promessa de Deus, conforme relata Isaías 1.19: Se quiserdes, e ouvirdes, comereis o bem desta terra. Quando cumprimos e obedecemos aos mandamentos da Palavra de Deus, Ele é fiel e cumpre nossos desejos.

Em Mateus 15.28, Jesus respondeu à mulher cananeia que desejava intensamente ver sua filha curada: Seja feito como você deseja. O desejo daquela mulher foi tão grande que liberou em sua vida uma energia que a levou a crer, confiar e a transpor todos os obstáculos para ir até Jesus e obter a sua vitória.

Permita que seus desejos voem até o nível dos desejos de Deus. Transformações milagrosas ocorrerão em seu interior. Deus deseja que você herde todas as sortes de bênçãos que Ele tem para você nesta terra, como relata Efésios 1.3: Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo.

Autoria: Dra Elizete Malafaia

Por Litrazini
http://www.kairosministeriomissionario.com/

A IMPORTÂNCIA DE OBEDECER A DEUS

 
Obediência
Mateus 12.47-50 = “... E, estendendo a mão para os discípulos, disse: Eis minha mãe e meus irmãos. Porque qualquer que fizer a vontade de meu Pai celeste, esse é meu irmão, irmã e mãe.” ;
2 Corintios 5.9 = “É por isso que também nos esforçamos, quer presentes, quer ausentes, para lhe sermos agradáveis.”

Efeito da nossa obediência em Deus – 1 Tessalonicenses 4.1-2:“Finalmente, irmãos, nós vos rogamos e exortamos no Senhor Jesus que, como de nós recebestes quanto à maneira por que deveis viver e agradar a Deus, e efetivamente estais fazendo, continueis progredindo cada vez mais; porque estais inteirados de quantas instruções vos demos da parte do Senhor Jesus.

Ser protegidos – Salmo 32.3-7: “...Sendo assim, todo homem piedoso te fará súplicas em tempo de poder encontrar-te. Com efeito, quando transbordarem muitas águas, não o atingiram. Tu és o meu esconderijo; tu me preservas da tribulação e me cercas de alegres cantos de livramento.”

Termos liberdade e segurança – Salmo 119.45 = “E andarei com largueza, pois me empenho pelos teus preceitos.”

Proporciona boa consciência – 1 Timóteo 1.9 = “Tendo em vista que não se promulga lei para quem é justo, mas transgressores e rebeldes, irreverentes...”

Pode causar – Lucas 6.22-23 = Bem aventurados sois quando os homens vos odiarem e quando vos expulsarem da sua companhia, vos injuriarem e rejeitarem o vosso nome como indigno, por causa do Filho do Homem. Regozijai-vos naquele dia e exultai, porque grande é o vosso galardão no céu; pois dessa forma procederam seus pais com os profetas.”; Lucas  6.27-28 = “Digo-vos, porém, a vós outros que me ouvis: amai os vossos inimigos, fazei o bem aos que vos odeiam; bendizei aos que vos maldizem, orai pelos que vos caluniam.”

PASSOS QUE PODEM NOS AJUDAR A OBEDECER A DEUS

Pode me beneficiar em alguma coisa – 1 Corintios 6.12 = “Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas.”

Atividades que podem dominar uma pessoa - 1 Corintios 6.12 = “Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas.”

Limitar nossa vontade – 1 Corintios 10.24 = “Ninguém busque o seu próprio interesse, e sim o de outrem.” 1 Corintios 8.13 = “e, por isso, se a comida serve de escândalo a meu irmão, nunca mais comerei carne, para que não venha a escandalizá-lo.”

Glorificar a Deus – 1 Corintios 10.31 = “Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus.”

Por Litrazini
http://www.kairosministeriomissionario.com/