BENVINDO

Minha foto

 Sou servo do Senhor desde 2001,sirvo a Deus na Igreja do Evangelho Quadrangular,  obreiro formado no Instituto Teológico Quadrangular, professor da Escola Bíblica,  casado com Elisângela a 25 anos , pai de 2 filhos maravilhosos,  buscando cada dia conhecer mais ao Senhor. Meu maior desejo é ser " uma bênção" e abençoar àqueles que estão perto e através da web os que estão longe.  Que as bênçãos do Senhor seja transbordante sobre a sua vida, sobre sua casa , sobre sua família, sobre o seu ministério, querido(a) e amado(a) irmão(ã) em Cristo Jesus. 

domingo, 25 de junho de 2017

KAIROS Ministério Missionário

KAIROS Ministério Missionário


APRENDA ANTES QUE SEJA TARDE DEMAIS

Posted: 25 Jun 2017 01:00 AM PDT


E um dos malfeitores que estavam pendurados blasfemava dele, dizendo: Se tu és o Cristo, salva-te a ti mesmo e a nós. Respondendo, porém, o outro, repreendia-o, dizendo: Tu nem ainda temes a Deus, estando na mesma condenação? E nós, na verdade, com justiça, porque recebemos o que os nossos feitos mereciam; mas este nenhum mal fez. E disse a Jesus: Senhor, lembra-te de mim, quando entrares no teu Reino. E disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no Paraíso. (Lc 23.39-43)


CUIDADO PARA NÃO DESCOBRIR TARDE DEMAIS, O QUE BEM ANTES PODERIA MUDAR SUA VIDA

O ladrão declara quem era o Senhor só no ultimo dia de sua vida. Aprenda o mais rápido possível
Aprenda que

QUE JESUS É O SENHOR
Não só salvador, libertador, abençoador.
Ele é Senhor que dita regras e determina direcionamentos. Ele quer tomar decisões na sua vida. 
Ele não quer que você decida por você mesmo
Quanto mais cedo você descobrir que Ele é Senhor da sua vida melhor será

LEMBRA-TE DE MIM
Porque o ladrão pode fazer este pedido?
Por que com este reconhecimento ele estava dizendo eu me arrependo; eu reconheço o teu senhorio; eu estou pronto a mudar; eu estou pronto a perdoar; eu preciso que o Senhor lembra-te de mim.

QUANDO ENTRARES NO TEU REINO
Jesus é o Rei não importa as circunstancias, ele tem um reino, ele quer que você vá para o reino dele, ele quer fazer da sua vida uma extensão do reino.

APRENDA ANTES QUE SEJA TARDE DEMAIS, PODE SER QUE NÃO HAJA TEMPO.

APRENDA
Que Jesus é Senhor
Que você precisa que Ele se lembre de Você
Que Ele quer fazer da sua vida uma extensão do seu reino

POR ISSO ELE ESTA PRONTO A ABRIR PORTAS PRA VOCÊ

Transcrito Por Litrazini
Graça e Paz

Blog ENCORAJAMENTO

Blog ENCORAJAMENTO


DICAS valiosas para uma vida de oração

Posted: 25 Jun 2017 09:22 AM PDT

Gente, essa pregação é brilhante e ajudará muuuuuuuuuuuito principalmente quem tem dificuldade de ter o HÁBITO de orar diariamente. Assista até o final e coloque em prática. Valerá a pena!

Resultado de imagem para oração

VÍDEO

Quais os meus dons? Qual o propósito de Deus através de mim?

Posted: 25 Jun 2017 10:12 AM PDT

Resultado de imagem para gif cachoeira em movimento

Queridos,

Muitas pessoas não compreendem qual o propósito de Deus para a sua vida, não se conhecem, não se reconhecem...

Deus te deu vários dons, facilidade para várias áreas. Observe cada uma delas... sempre há algo que se possa fazer associando à obra do Senhor.

Peça ao Senhor para te mostrar quem você é, quais os seus talentos, qual a sua missão, e onde deve investir. Ele vai te mostrar!

Clique aqui para começar a entender melhor sobre esse assunto... as
As peças vão começar a se encaixar...


[Reflexoes] #1# Sorte? Acaso?


Para Refletir...(26/06/17) - Sorte? Acaso?

"E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do
século" (Mateus 28:20).


Uma irmã comentava na igreja: "Todos os dias o Senhor fala
comigo. Às vezes eu fecho os olhos e abro a Bíblia em uma
página qualquer e aponto o dedo. Aquela será a mensagem do
Senhor para mim naquele dia. Outras vezes eu faço diferente.
Abro a caixinha de promessas e retiro uma mensagem. É uma
bênção!. A irmã, que ouvia preocupada, disse: "E você crê,
mesmo, que Deus deve ser buscado como se fosse um Deus do
acaso? Não seria melhor ler a sua Bíblia todos os dias e
orar para que Deus lhe mostre, através do texto lido, a Sua
vontade?


A nossa comunhão com Deus deve ser verdadeira, com fé e
oração, com obediência e submissão. Deus não é uma loteria
que alguém busca como uma sorte qualquer. Deus não é o
Senhor de alguns dias sim e outros não. Se cremos que somos
Seus filhos, devemos estar com Ele todos os dias, todas as
horas, todos os momentos. Não devemos esperar que Ele fale
conosco em um momento de sorte ou acaso, mas desde que
levantemos até voltarmos a dormir -- e até durante o sono.


Felizes aqueles que caminham seguros nas mãos do Senhor. Não
precisam tirar uma "promessa"de uma caixinha ou apontar o
dedo para "escolher" a mensagem. A bênção é constante, em
todos os lugares e em todas as horas. Ele nos diz: "Eis que
estou convosco todos os dias, até a consumação do século".
Essa é a nossa sorte, a nossa mensagem fora da caixa, a
nossa bênção para sempre.


* * * * * * * * * *

*****
Caso tenha um amigo que deseja receber as reflexões diárias
e não participar de listas, basta clicar no link indicado
no final e assinar a lista de envio de apenas uma mensagem
diária.
*****

Paulo Roberto Barbosa. Um cego na Internet! Visite minha homepage:
Ministério Para Refletir

Você deseja apoiar esse Ministério? Clique aqui

Assine a Lista de Reflexões
Caso você deseje receber as reflexões diárias diretamente em sua mailbox, apenas clique abaixo e coloque seu nome e email.
inscrever@ministeriopararefletir.com.br

Caso queira sair da lista Reflexões, apenas clique abaixo e coloque seu nome e email.
sair@ministeriopararefletir.com.br

Crescendo em Nosso Relacionamento com Deus

Texto: “Então, Josué chamou os rubenitas, os gaditas e a meia tribo de Manassés e lhes disse: Tendes guardado tudo quando vos ordenou Moisés, servo do Senhor, e também a mim me tendes obedecido em tudo quando vos ordenei. A vossos irmãos, durante longo tempo, até ao dia de hoje, não desamparastes; antes, tivestes o cuidado de guardar o mandamento do Senhor, vosso Deus. Tendo o Senhor, vosso Deus, dado repouso a vossos irmãos, como lhes havia prometido, voltai-vos, pois, agora, e ide-vos para as vossas tendas, à terra da vossa possessão, que Moisés, servo do Senhor, vos deu além do Jordão. Tende cuidado, porém, de guardar com diligência o mandamento e a lei que Moisés, servo do Senhor, vos ordenou: que ameis o Senhor, vosso Deus, andeis em todos os seus caminhos, guardeis os seus mandamentos, e vos achegueis a ele, e o sirvais de todo o vosso coração e de toda a vossa alma. Assim, Josué os abençoou e os despediu; e eles se foram para as suas tendas” (Josué 22.1-6).
Introdução:
a. Cuidados que temos:
- com a nossa aparência;
- com a nossa saúde física;
- com a nossa reputação;
- com tudo aquilo que nos envolve direta e indiretamente.
b. Há muitos cuidados mais sérios:
- com a nossa alma;
- com a nossa vida espiritual;
- com o nosso relacionamento com Deus.
c. O texto em pauta chama-nos a atenção quando diz: “Tende cuidado”. O cuidado em guardar todos os mandamentos envolve estas coisas:
1. Que ameis ao Senhor vosso Deus
a. O amor é a nota tônica, mais bela, mais rica, mais eloquente de toda Escritura Sagrada.
b. Foi por causa do amor que Deus enviou à terra o seu único filho, Jesus – “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3.16).
c. A Bíblia assim define a Deus: “Deus é amor” (1 João 4.16).
d. Quando interpelaram o Mestre perguntando-lhe: qual era o grande mandamento da lei, ele respondeu: “Respondeu-lhe Jesus: Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento” (Mateus 22.37).
e. Com sinceridade respondamos esta pergunta: Com que intensidade amamos a Deus?
2. Andeis em todos os seus caminhos e guardeis os seus mandamentos
a. O que ensina a Bíblia acerca dos caminhos de Deus?
“porque, assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos, mais altos do que os vossos pensamentos” (Isaias 55.9).
b. Entendemos que andar em todos os caminhos do Senhor implica em:
- deixarmos os nossos caminhos;
- conhecermos quais são os caminhos de Deus;
- e então decidir por andar nas veredas do Senhor.
c. Com humildade reconhecemos e confessamos que nem sempre temos andado em todos os caminhos do Senhor.
3. E vos achegueis a Ele
a. O anseio maior de todo o homem deveria ser este: “Mais perto de Deus” – Daí a beleza do hino que diz: “Mais perto quero estar meu Deus de ti”.
b. Por causa do pecado o homem cada dia vai se afastando mais e mais do Deus terno e amoroso.
c. Na Bíblia Sagrada vamos encontrar o apelo amoroso de Deus nos convidando para que nos acheguemos a Ele – “Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei” (Mateus 11.28).
d. Responda a esta pergunta: Você está longe ou perto de Deus?
4. E o sirvais de todo o vosso coração
a. A finalidade para a qual o homem foi criado foi esta: servir a Deus. Logo servir a Deus deve ser o nosso alvo.
b. Uma das maneiras de servir a Deus é glorificá-lo em tudo aquilo que fazemos – “Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus” (1 Coríntios 10.31).
c. A maneira correta para servir ao Senhor é fazê-lo de todo coração, com inteireza, com dedicação, é fazendo para Deus sempre o melhor.
d. A quem estamos servindo? Será que temos servido ao Senhor de todo o nosso coração?
Conclusão: Que o Senhor nos ajude a tomarmos também este mesmo cuidado e assim encararmos com responsabilidade os mandamentos do Senhor.
Pr. Messias Anacleto Rosa
http://www.esbocosdesermoes.com/2013/03/crescendo-em-nosso-relacionamento-com.html

Abnegação e Sacrifício


Texto: Mateus 16:24
I – Exemplo Divino de Sacrifício.
1. O amor de Deus ao mundo. - João 3:16.
2. O supremo sacrifício de Jesus. - João 10 :15,17,18,30.
3. Como Jesus enfrentou a tentação. – Lucas 4:1-4.
4. A evidência do verdadeiro discipulado. – Mateus 16:24; Lucas 9:23.
II – Exemplos de Abnegação.
1. A abnegação de João Batista. – Marcos 1:7; João 3:30.
2. A completa consagração de Paulo. – Filipenses 3:7,8.
3. O exemplo de Epafrodito. – Filipenses 2:25,30.
4. Jesus responde à queixa de Pedro. – Mateus 19:27-29.
III – Admoestação aos Crentes.
1. Todo cristão é chamado à consagração. - I Pedro 2:21-24.
2. A luta contra o pecado. – Colossenses 3:5,8; I Pedro 2:11.
3. O exemplo de Paulo na disciplina própria. - I Coríntios 9:27.
IV – O Alvo Celestial.
1. Admoestações aos crentes. - Tito 2:11-13.
2. Ganho terreno contra perda eterna. – Marcos 8:34-37.
3. Promessa aos que sofrem com Cristo. - II Timóteo 2:11,12.

http://www.esbocosdesermoes.com/2013/03/abnegacao-e-sacrificio.html

Diligencia e operosidade

Texto: Eclesiastes 9:10
I – Benefícios do Trabalho Honesto.
1. O decreto de Deus sobre Adão. – Gênesis 3:19.
2. Bênçãos sobre o trabalhador fiel. – Salmos 128:1 e 2.
3. Sorte do homem operoso. – Eclesiastes 5:12.
4. Resultado da diligência. – Provérbios 10:4.
II – Exemplos e Ensinos de Cristo.
1. A ocupação de Jesus. – Mateus 13:55; Marcos 6:3
2. Equilíbrio entre o trabalho e o descanso. – Marcos 6:31.
3. Convite ao cansado e oprimido. – Mateus 11:28.
4. Lutar por valores que não perecem. - João 6:27.
III. – A Norma e o Conselho de Paulo.
1. Método de Paulo para o sustento próprio. - I Coríntios 4:11 e 12.
2. Conselho de Paulo aos crentes tessalonicenses. - II Tessalonicenses 3:10,11.
3. Motivo do trabalho. – Colossenses 3:22,23.
4. Trabalhar paira ser aprovado por Deus. - II Timóteo 2:15.
IV – Recomendação à Diligência.
1. A característica dos líderes de êxito. – Provérbios 22:29.
2. A tarefa de cada dia deve ser feita completamente. – Eclesiastes 9:10; 12:14.


http://www.esbocosdesermoes.com/2013/03/diligencia-e-operosidade.html

A lei do amor

Texto: Romanos 13:8
I – O Amor, Base da Obediência.
1. Obediência aceitável. - João 14:15, 21-24.
2. Evidências do amor. - I João 5:2-3.
3. A provisão do novo concerto. – Jeremias 31:31-34; Hebreus 8:6-12.
II – A Vida de Amor.
1. Andar em amor. - I João 2:6; Efésios 5:1-2.
2. A profissão não basta. – Mateus 7:21-27.
3. Abundar em caridade. - I Tessalonicenses 3:12.
III – O Amor, Súmula da Lei.
l. Jesus dá a essência da lei. – Mateus 22:36-40.
2. O cumprimento da Lei. – Romanos 13:8-10.
3. "Ao teu próximo...". – Gálatas 5:14.
IV – A Lei no Coração.
l. No "coração de Cristo. – Salmo 40:7-8.
2. A provisão do novo concerto. – Jeremias 31:31-34; Hebreus 8:6-12.
3. Cartas vivas. – I Coríntios 3:3, 17-18. sformar a vida das pessoas com a Palavra de Deus.
http://www.esbocosdesermoes.com/2013/03/a-lei-do-amor.html

Crises são Oportunidades para Crescimento

exto: “Meus irmãos, tende por motivo de toda alegria o passardes por várias provações, sabendo que a provação da vossa fé, uma vez confirmada, produz perseverança. Ora, a perseverança deve ter ação completa, para que sejais perfeitos e íntegros, em nada deficientes” (Tiago 1.2-4).
Introdução: Muitas vezes falamos de nossas crises usando outras palavras: prova ou provação, adversidade, dificuldade, aperto, aperreio, aflição, consternação, tormento, sofrimento, tribulação, padecimento, derrota, fracasso e termos semelhantes.

As nossas crises têm origem em fatores bem conhecidos:

1. Decisões erradas que nós mesmos tomamos e que resultam em crises.
2. Decisões erradas de outras pessoas que acabam nos afetando e gerando crises.
3. Enfermidades.
4. Desastres, calamidades, intempéries.
5. Crises de outras pessoas que nos fazem sofrer por solidariedade.
6. Ataques de satanás

Como evitar por antecipação que as crises surjam em nossa vida:

1. Pautar nossas decisões pela Palavra de Deus.
2. Administrar nossas economias com sabedoria.
3. Zelar pela nossa saúde: Alimentação adequada, sono suficiente, trabalho e estudo dentro dos limites da resistência física, busca de assistência médica.
4. Manter nossos relacionamentos com humildade, amor, honestidade, verdade.
5. Viver dentro de uma atitude de otimismo e valorização da vida.

Como enfrentar as crises que nos sobrevém apesar das precauções que tomamos

1. Não fuja da crise. Encare-a de frente. 
Estude-a sob todos os ângulos. Não se deixe tomar pelo desânimo. Nenhuma crise é maior do que o poder de Deus.
2. Leia mais a sua Bíblia e ore mais. Busque a Deus, espere em Deus. 
Confie no que a Bíblia diz em 1 Coríntios 10.13: “Não sobreveio a vocês tentação que não fosse comum aos homens. E Deus é fiel; ele não permitirá que vocês sejam tentados além do que podem suportar. Mas quando forem tentados, ele mesmo lhes providenciará um escape para que o possam suportar”.
3. Louve a Deus pela vitória que ele vai lhe dar. 
Paulo diz: “Em tudo dai graças”. Deus usa nossas crises pessoais para nos mostrar que ele nos ama e nos dá a vitória. Deus não nos manda crises. Tiago diz que Deus a ninguém tenta. Mas as nossas tribulações podem ser usadas pela pedagogia de Deus para nos ensinar verdades que de outra maneira não aprenderíamos. Não somos exortados a dar graças por tudo, mas em tudo. Não posso agradecer a Deus pelo meu pecado, mas posso dar graças pelo perdão. Você não pode dar graças a Deus pelos seus erros que resultaram em crises em sua vida, mas pode agradecer porque a tribulação de hoje pode ser usada por Deus para prepará-lo para as grandes conquistas que virão.
4. Pergunte a Deus como essa crise pode ser abençoadora na vida de outras pessoas. 
Primeiro, pelo testemunho da sua confiança em Deus no meio da tribulação. Segundo, pelo aprendizado que o capacitará para ajudar outros para que não venham a cair nessa provação e, se caírem, possa contar com sua ajuda para obterem a vitória.
5. Finalmente, olhe para o futuro. 
Encare a Glória com esperança porque a Palavra de Deus diz que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada. Deus não nos permite ser provados na terra para desejarmos o céu, mas é confortador saber que um dia estaremos no lugar onde Deus limpará de nossos olhos toda a lágrima.
Conclusão: Ao atravessar uma crise, você pode perguntar: “Onde está Deus?” Deus está onde sempre esteve. Veja Isaias 57.15: “Porque assim diz o Alto, o Sublime, que habita a eternidade, o qual tem o nome de Santo: Habito no alto e santo lugar, mas habito também com o contrito e abatido de espírito, para vivificar o espírito dos abatidos e vivificar o coração dos contritos”.
Adaptado de esboço de João Facão Sobrinho

Jesus: A Palavra de Deus

 
Série: Jesus no Evangelho de João - Jesus: A Palavra de Deus
Texto: João 1:1-15

Introdução: O evangelho de João foi escrito pelo velho apóstolo em cerca de 85 dC. Foi o último dos quatro Evangelhos a serem escritos. Quando o livro foi distribuído entre a comunidade cristã, os outros Evangelhos eram bem conhecidos. As pessoas de todo o mundo já tinham os relatos da vida de Cristo, conforme registrado por Mateus, Marcos e Lucas. Estes três primeiros Evangelhos são chamados de Evangelhos Sinópticos. A palavra "sinóptico" significa "visto junto". Isso significa que os três primeiros Evangelhos contêm muitas das mesmas histórias e ensinamentos, mas contados de um ângulo diferente. No entanto, cada um deles totalmente inspirado pelo Senhor.

O Evangelho de João é diferente! Nas páginas deste livro maravilhoso, vemos um lado de Cristo que os outros escritores evangélicos não tocam. João era parte desse círculo interior abençoado, aquele grupo de discípulos que estavam com Cristo durante alguns de seus momentos mais íntimos. Neste evangelho, João nos dá 21 capítulos que, à medida que cada um se desenrola, apresentam uma nova faceta do caráter divino de Jesus Cristo.

Neste capítulo de abertura, João pinta uma imagem de Jesus como "A Palavra de Deus". Há três verdades reveladas nestes versículos sobre Jesus como A Palavra de Deus.

I. Jesus é a Palavra Preexistente. V. 1-3

A. Ele é a Palavra Constante. V. 1a
1. De acordo com este versículo, Jesus sempre existiu!
2. Ele não veio a existir em Belém, mas Ele esteve aqui durante todos os eternos tempos das eternidades.
3. Eu nasci há cerca de 49 anos, mas Jesus sempre foi, e sempre será!
4. Ele é a constante e imutável Palavra de Deus. (Hebreus 13:8) “Jesus Cristo é o mesmo, ontem, e hoje, e eternamente”.
5. É por isso que podemos depender de Jesus, Ele não nos faltará!
6. Ele nunca vai nos deixar nem nos deixar - Hebreus 13:5.
B. Ele é a Palavra Controversa. V. 1b
1. Quando Jesus veio pregando arrependimento, os homens achavam que Ele era estranho.
2. Quando Ele começou a curar e a fazer milagres, os homens achavam que Ele era um profeta enviado por Deus.
3. Quando Ele falou a Palavra de Deus com poder, os homens achavam que Ele era incrível.
4. Mas quando Jesus reivindicou igualdade com Deus, os homens achavam que Ele era um louco.
5. Foi quando Ele parou de ser uma benção e tornou-se uma controvérsia.
6. Os homens ainda lutam com essas verdades!
a. Eles estão dispostos a aceitar o Cristo humilde, o ensino de Cristo, o Cristo manso, o Cristo Servo e o Cristo morto.
b. Mas eles não querem reconhecer a Jesus como Deus!
c. Mas ele não é apenas um bom mestre; Ele não é apenas outro profeta; Ele é Deus!
C. Ele é a Palavra Criativa. V. 3
1. Este versículo nos diz que Jesus era o poder por trás da criação do universo.
2. Ele falou e aconteceu!
3. Ele ficou à beira do nada e chamou tudo a existência, (Colossenses 1:16-17) “porque nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as visíveis e as invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades; tudo foi criado por ele e para ele. Ele é antes de todas as coisas, e nele subsistem todas as coisas”.
D. Jesus é a Palavra de Deus Preexistente.
1. Ele sempre foi e Ele sempre será!
2. Isso é de grande conforto para o crente!
3. Não importa onde acabemos, ou o que temos de enfrentar à medida que caminhamos por este mundo, podemos ter a certeza de que o pré-existente é, e sempre será, para nós!
4. Ele é a Palavra preexistente do Deus Vivo!

II. Jesus é a Palavra Personalizada

A. A Forma da Sua Encarnação. V. 14a
1. Este versículo nos diz: "E o Verbo [Palavra] se fez carne, e habitou entre nós".
2. Como Deus poderia se tornar um homem?
3. A resposta a esta pergunta está somente na mente de Deus.
4. Uma vez que o próprio Jesus existia desde todas as eternidades passadas, Ele tomou sobre si um manto de carne ali em Belém.
5. Este versículo diz que Deus "habitou" entre nós.
a. Essa palavra é rica em significado.
b. Significa literalmente que Jesus colocou sua tenda aqui entre os mortais.
c. Ele morou entre nós, trabalhou entre nós, orou entre nós, sofreu entre nós e morreu entre nós.
d. Deus caminhou sobre a terra e não foi reconhecido por muitos que entraram em contato com ele.
e. Que tragédia que os homens entraram em contato com o Salvador e ainda assim não o reconheceram.
B. A Majestade da Sua Encarnação. V. 14b
1. "e vimos a sua glória"
2. João realmente viu a glória de Jesus em um sentido muito real.
a. Em Mateus 17, João, juntamente com Tiago e Pedro acompanharam Jesus em um monte.
b. É chamada de Transfiguração, porque Jesus literalmente se transfigurou diante deles para revelar Sua glória.
3. Mas a sua maior glória foi revelada no dia em que Ele se permitiu ser pregado em uma cruz e morreu por nós. (Romanos 5:8) “Mas Deus dá prova do seu amor para conosco, em que, quando éramos ainda pecadores, Cristo morreu por nós”.

III. Jesus é a Palavra Proclamadora. V. 18

A. Jesus veio revelar Deus ao homem.
1. A palavra "conhecer" significa "revelar".
2. Tudo o que o Senhor fez foi simplesmente revelar mais da revelação de Deus para o homem.
3. Os homens precisavam ver Deus não apenas como um legislador, mas também como aquele que os amava e se entregaria por eles.
4. Jesus fez isso por Sua vida.
B. Nota: João 1:4-9
1. Ele chegou a um mundo em trevas espirituais e iluminou a luz da verdade de Deus para os homens que vagavam pela escuridão.
2. Esta luz irá realizar uma das duas coisas...
3. Ela fará com que os homens se arrependam de seus pecados e corram para os braços abertos do Senhor.
4. Ou fará com que eles rejeitem a luz e continuem no caminho da escuridão.
5. Uma levará à salvação; a outra levará à condenação! (João 3:36) “Quem crê no Filho tem a vida eterna; o que, porém, desobedece ao Filho não verá a vida, mas sobre ele permanece a ira de Deus”.
C. Nota: João 1:10-13
1. Jesus veio proclamar que havia um caminho para ir ao Pai e experimentar a vida eterna.
2. Que resposta triste no versículo 11, "Veio para o que era seu, e os seus não o receberam”.
3. O versículo 12-13 faz claro que todo aquele que ir a Jesus pela fé e o receber no seu coração e vida, experimentará o novo nascimento e entrará na vida eterna.

Conclusão: Existe apenas uma entrada para a vida eterna e essa é através do Filho de Deus. Se você nunca conheceu Jesus e recebeu o perdão de seu pecado, agora é o momento. Jesus está pronto para revelar o Pai para você. Ele espera que você responda a Sua luz para que ele possa dar-lhe a vida dele. Você fará o que precisa fazer hoje e vir a Jesus?

Jesus: A Fonte da Vida


Série: Jesus no Evangelho de João - Jesus: A Fonte da Vida
Texto: João 2:1-11

Introdução: Os relatos dos quatro evangelhos nos dão uma boa compreensão da vida e do ministério de Jesus Cristoenquanto nesta terra. Em cada um deles, Jesus nos é apresentado da perspectiva particular do autor humano.

Esta noite eu quero que consideremos uma breve imagem de Cristo que encontramos no segundo capítulo de João. Aqui encontramos Jesus participando de um casamento. Casamentos são momento muito especiais para todos os envolvidos. Há uma sensação de excitação quando duas pessoas prometem seu amor um ao outro. Os casamentos ocorrem todos os dias do ano. Não importa se são grandes festar, ou se são pequenas reuniões íntimas de apenas alguns amigos. Eles são únicos e especiais por sua própria natureza.

Em nosso texto, nesta noite, encontramos Jesus e seus discípulos presentes em um casamento. Nós não conhecemos as identidades da noiva ou do noivo, porque isso não é o que é importante. O que Deus inspirou João para gravar para nós é o fato de que Jesus se preocupa e se envolve nos problemas e situações da vida cotidiana comum. Você não está contente que Ele se preocupa?

Leia: João 2:1-11

I. A participação de Cristo nos eventos da vida.

A. As Circunstâncias. V. 1-2
1. Um casamento nos dias bíblicos era um grande evento social.
2. A celebração podia durar até uma semana.
3. Mais uma vez, não nos é dito quem vai se casar, mas provavelmente é alguém que é relacionado com Jesus.
4. Eu digo isso porque Maria, a mãe de Jesus, estava envolvida na supervisão das festividades.
5. Se isso nos ensina alguma coisa, nos diz que Jesus escolheu participar desse evento comum, rotineiro e cotidiano.
6. Você vê, Jesus não é apenas para o domingo!
7. Ele deseja e merece ser incluído em toda a nossa vida!
8. De fato, Ele é o Senhor de tudo, ou Ele não é o Senhor de todo!
B. O Convite
1. Jesus está na festa porque foi convidado!
2. Alguém possuía a pretensão e a consideração para chamar Jesus para este evento.
3. Nunca devemos ser culpados de tentar excluir Jesus de qualquer área de nossa vida.
4. Em virtude de Seu sacrifício para nós no Calvário, Ele merece inclusão em tudo o que somos e em tudo o que fazemos. (1 Coríntios 6:19-20) “Ou não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que habita em vós, o qual possuís da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo”.
5. Se somos verdadeiramente dele, então ele tem direitos de acesso a tudo!
a. Alguns, aqui hoje, precisam abrir algumas áreas de suas vidas para Deus.
b. Pare de resistir e dê acesso a Deus a tudo!
c. Em muitas vidas, Jesus permanece de pé olhando para dentro. (Apocalipse 3:20) “Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo”.
6. Há momentos em que Jesus está pronto com a solução dos nossos problemas, mas Ele espera pacientemente pelo nosso convite!
7. Por que não faz com que isso aconteça hoje?
C. A Consideração de Cristo
1. Note que quando Ele foi chamado, Jesus foi!
2. Nós nunca nos perguntamos se Jesus vai nos ajudar!
3. Ele se importa e quando chamamos, Ele responderá. (Mateus 7:7-8) “Pedí, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei e abrir-se-vos-á. Pois todo o que pede, recebe; e quem busca, acha; e ao que bate, abrir-se-lhe-á”.

II. O Poder de Cristo nos Eventos da Vida. V. 3-9

A. Um Problema. V. 3
1. Em algum momento durante as festividades, eles ficaram sem vinho.
2. Isso não parece muito problema para nós, mas para os judeus, pode ser ruinoso!
3. Primeiro, era uma questão de honra. O noivo era responsável por fornecer suprimentos adequados.
4. Em segundo lugar, ficar sem vinho causaria constrangimento público para o noivo e sua família.
5. Portanto, este era um problema de tamanho considerável para essas pessoas.
6. A vida nem sempre é como planejamos!
7. Há momentos em que surgem problemas e os problemas vem em nosso caminho.
B. Um procedimento
1. Maria nos mostra exatamente o que precisamos fazer quando surgem problemas em nossa vida.
2. Ela nos dá dois passos que devemos sempre tomar nos momentos difíceis da vida.
a. Leve seu problema a Jesus
1) Quando surgiu o problema, Maria o levou ao Senhor.
2) Isto é exatamente o que precisamos fazer! (Filipenses 4:6-7) “Não andeis ansiosos por coisa alguma; antes em tudo sejam os vossos pedidos conhecidos diante de Deus pela oração e súplica com ações de graças; e a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus”.
b. Siga os Seus Comandos
1) Este é o único comando emitido por Maria em toda a Bíblia.
2) Para aqueles que acham que Maria deve ser reverenciada, adorada, cultuada e obedecida, este é um excelente conselho!
3) Faça o que Jesus diz!
3. A lição para nós é clara!
a. Quando surgem problemas, e os problemas sacodem nossas vidas, a melhor coisa que podemos fazer é simplesmente fazer o que Jesus diz para fazer.
b. Agora, o que ele diz para fazer?
1) Mateus 11:28 – Venha a ele.
2) 1 Pedro 5:7 - lance sobre ele toda a sua ansiedade.
3) Romanos 8:28 - Confie nele.
4) Atos 16:31 - Creia nele para salvação.
C. Sua atuação. V. 6-9
1. Jesus tomou o lugar comum e o tornou extraordinário!
2. Ele pode mudar qualquer situação se Ele tiver a oportunidade de fazê-lo.
3. Não era convencional - (Água em vinho!)
4. Jesus não fará as coisas da maneira que pensamos que deveriam ser feitas.
5. Devemos lembrar que os caminhos de Deus não são os mesmos que os nossos! (Isaías 55:8-9) “Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos os meus caminhos, diz o Senhor. Porque, assim como o céu é mais alto do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos”.
6. Note o verso 9 “Quando o mestre-sala provou a água tornada em vinho, não sabendo donde era, se bem que o sabiam os serventes que tinham tirado a água”
7. A maioria das pessoas não tem conhecimento dos milagres de Deus ..., mas isso não significa que eles não existam!

III. As provisões de Cristo nos eventos da vida

A. Ele proveu o que dizia respeito às necessidades físicas dele.
1. Eles tinham uma necessidade imediata que somente Jesus podia resolver.
2. Ele supriu essa necessidade e Ele fará o mesmo por nós!
3. Nota: Filipenses 4:19 “Meu Deus suprirá todas as vossas necessidades segundo as suas riquezas na glória em Cristo Jesus”.
B. Ele proveu o que dizia respeito a fé deles.
1. Observação v. 11 - "e os seus discípulos creram nele".
2. Este foi o primeiro dos muitos milagres que Jesus faria.
3. Foi o início de seu ministério público.
4. Proveu fé para aqueles que o seguiriam.
5. Nossa fé em Jesus nunca está fora de lugar!
6. Quando o Senhor faz algo incrível em nossas vidas, fortalece nossa fé nele!

Conclusão: Deixe-me concluir esta noite com algumas perguntas para você. Primeiro, você conhece pessoalmente Jesus Cristo como seu Salvador? Caso contrário, o convite é para você vir e recebê-lo hoje. Em segundo lugar, você entende que Jesus deseja fazer parte dos eventos de sua vida? Ele se preocupa com os menores detalhes de nossa vida!

 Ele está esperando que nós o invoquemos e o convidemos para o nosso momento de necessidade para que Ele possa nos ministrar.

(Mateus 10:29-31) “Não se vendem dois passarinhos por um asse? E nenhum deles cairá em terra sem a vontade de vosso Pai. E até mesmo os cabelos da vossa cabeça estão todos contados. Não temais, pois; mais valeis vós do que muitos passarinhos”.

Qual é a nossa necessidade hoje? Faça como Maria fez, leve-a para um Senhor que se importa. Leve-a para Jesus.
 

Mente - Vivendo o Evangelho



“Tendo iluminados os olhos do vosso entendimento, para que saibais qual seja a esperança da sua vocação, e quais as riquezas da glória da sua herança nos santos” (Efésios 1:18)


Confesso que esse versículo talvez não seja 100% focado no que eu tinha em mente, mas por “algum motivo” não consigo sair dele. O nosso entendimento reside na nossa mente, portanto na alma. Não é parte do nosso corpo físico, embora use nosso cérebro como instrumento ou ferramenta, talvez até como motor. Não é totalmente espiritual também, embora haja revelações espirituais que entrem em nosso entendimento. Mas meu foco nesta meditação é na iluminação dos olhos do entendimento.


Eu tenho me negado a ler, ver e ouvir tudo que for contrário à minha fé. Sejam livros, filmes, séries, músicas, apresentações, lugares, companhias, hábitos, comidas… tudo, tudo, tudo que tentar agredir o que Deus me revelou nestes quase 30 anos de caminhada com Ele, eu evito veementemente.


Alguns me chamam de quadrado, inflexível, dizendo que não tenho a mente aberta. Sabe de uma coisa? Eles tem razão. A Bíblia manda renovar a mente (Romanos 12) e não mantê-la aberta. Sou o único responsável, escolhido e capacitado pelo próprio Deus, para uma missão intransferível - preservar o que Dele recebi. Se eu ficar ofuscando os olhos da minha mente (entendimento) com luzes estranhas, vou ficar míope, vesgo, sei lá o quê. Perderei meu foco, minha capacidade de julgamento, minha visão.


Dou uma dica para os que acham isso radical e pensam ser impraticável: vai fundo. Assista TV, leia livros de outras doutrinas, veja filme ruim, ouça música mundana, se pendure na internet, vai fundo. MAS para cada minuto poluindo seu entendimento reponha com um minuto de leitura bíblica e meditação na Palavra de Deus. Um para um é justo, não é? Então, se o filme durar duas horas, leia a Bíblia por mais duas horas. Arrisque tentar para ver o que enche mais.


Deus me deu uma semente, uma boa semente, para ser preservada ao ponto de estar sadia no momento da semeadura. Se eu comê-la, peco. Se eu sufocá-la, peco. Se eu esquecer dela no meu depósito, peco. Tudo, qualquer coisa, que eu faça além de zelar por ela e semear no momento certo, peco. Não quero pecar, pelo menos não naquilo que posso evitar e naquilo que nitidmente será pecado.


Uns gritam, eu não me empolgo tanto. Uns dançam, eu não curto. Uns saltam, eu sou mais pacato. Uns se calam, eu falo. Uns se amedrontam, eu enfrento. Eu sou eu, não sou mais ninguém. O que Deus me deu é responsabilidade minha, quer tenha dado a milhões de outros ou não. Se eu for o único depositário de uma revelação maravilhosa ou só tenha entendido o que qualquer tonto já tenha entendido, ainda assim serei eu.


Aprendi há algum tempo que o fato de existirem notas falsas de R$50 não significa que todas o sejam. Pelo contrário, se há algo falso, inspirou-se no verdadeiro. O mover de Deus, as manifestações espirituais, a ação de Deus neste mundo, a revelação do Pai em Sua Palavra - tudo isso tem sido atropelado por manifestações fingidas, homens sem escrúpulos, doutrinas furadas, muita barra forçada. Ainda assim sirvo a um Deus que é Deus e não deus. Os ministros falsos não invalidam os legítimos, os milagres fingidos não invalidam os atos de Deus, a palavra falsa e torcida não invalida a verdadeira Palavra. Nego-me a crer nisso, Deus continuará sendo Deus.


Independentemente da forma doutrinária que crermos, o que não podemos fazer é tornar normal e natural o que não é - o sobrenatural de Deus. A conversão é o maior e mais incomparável milagre de todos os tempos na história do universo. Para mim é superior ao milagre da criação do universo. A decisão de Deus usar homens como eu, misericórdia, é um grande milagre de amor por parte Dele. O fato de ter lugar no céu por toda eternidade para um tonto com eu, Aleluia!, é milagre. Tudo isso é verdade, por mais que na vida de alguns seja falso. Para mim não é.


O pensamento é o seguinte: ainda que fosse necessário ir para o céu sozinho morar com Cristo (o que não é verdade, para Glória de Deus) AINDA ASSIM EU TERIA DE CRER NELE. Isso é o verdadeiro evangelho na minha vida. Não um conjunto de regras, mas o poder de Deus para transformação salvadora aos que crerem.


“Senhor, obrigado porque o os olhos do meu entendimento receberam a Tua luz. Agora cabe a mim preservar iluminado, mas não me é nada fácil. Por favor, me ajuda e me ensina a fazer isso.“

 
http://www.ichtus.com.br/dev/2017/06/05/mente-vivendo-o-evangelho/