hqdefault

... "Digo-lhe a verdade: Ninguém pode ver o Reino de Deus, se não nascer de novo". João 3:3

Cidadão é "um indivíduo que convive em sociedade - grupo de indivíduos entre os quais existem relações recíprocas... é o habitante da cidade, e tem o direito de gozar de seus direitos civis e políticos do Estado em que nasceu, ou no desempenho de seus deveres para com este." (fonte: https://www.significados.com.br/cidadao/).

Como cidadãos em nosso país, temos direitos e deveres e devemos viver de modo a cumprir os deveres e desfrutar dos direitos. Quando nascemos somos registrados e passamos a fazer parte de uma nação. Temos um registro e logo mais adquirimos documentos que comprovam que somos parte de um povo.

A Bíblia diz que somos cidadãos do Reino de Deus e em que isso importa? Todos que creem em Deus são cidadãos do Reino de Deus?

Bom, a Bíblia começa a instruir sobre o Reino de Deus e os requisitos para dele fazer parte quando anuncia o ministério de João Batista. Ali, o profeta começa a pregar sobre arrependimento porque está próximo o Reino de Deus. Sem arrependimento, impossível ser cidadão do Reino, porque arrepender-se significa querer mudança de vida, de caráter, de pensamento. É preciso querer mudança de governabilidade, isto é, desejo de submeter-se ao governo de Deus.

Ser cidadão do Reino não é ter nascido em uma igreja, filho de pais cristãos, integrante do rol de membros. Isso jamais foi ou será um "registro" para ser cidadão do Reino. A mudança de coração, o encontro com Cristo que gera mudança de pensamento, vida e valores, é um registro para ser um cidadão do Reino. O cidadão do Reino precisa ter um coração voltado a fazer a vontade de Deus, continuar crescer, desenvolver-se como filho, crescer em caráter e espírito. O registro não é visto de fora para dentro, assim, uma carteirinha de membro de comunidade religiosa não é documento para o cidadão do Reino de Deus. O documento consiste em demonstrar diariamente sinais de mudança interior, submissão a Deus.

Quer ver o que se espera de um cidadão do Reino? Só olhar para as bem-aventuranças onde Jesus claramente fala sobre a importância de ser humilde, misericordioso, de sofrer pelos seus pecados e os do mundo inteiro, ser longânimo, paciente, manso, puro de coração, pacificadores e ter fome e sede de justiça. O valor do cidadão do Reino de Deus não está no que possui, mas naquilo que é. Seu poder é demonstrado por sua vida e testemunho.

Você quer ver o Reino de Deus verdadeiramente? Quer ser um cidadão não só deste mundo, mas cidadão do Reino dos Céus? Registre-se. Nasça de Novo em seu pensamento, coração e atitudes. Nasça de novo em Jesus. Sem isso, poderá até ser um grande membro de igreja, mas não cidadão do Reino.