BENVINDO

Minha foto

 Sou servo do Senhor desde 2001,sirvo a Deus na Igreja do Evangelho Quadrangular,  obreiro formado no Instituto Teológico Quadrangular, professor da Escola Bíblica,  casado com Elisângela a 24 anos , pai de 2 filhos maravilhosos,  buscando cada dia conhecer mais ao Senhor. Meu maior desejo é ser " uma bênção" e abençoar àqueles que estão perto e através da web os que estão longe.  Que as bênçãos do Senhor seja transbordante sobre a sua vida, sobre sua casa , sobre sua família, sobre o seu ministério, querido(a) e amado(a) irmão(ã) em Cristo Jesus. 

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

O Pregador

O Pregador

Link to O Pregador

Doce hora de oração: Confissão

Posted: 16 Oct 2016 05:58 AM PDT

Doce hora de oração: Confissão
Texto: Mateus 26:40-41

Introdução: Depois de ter honrado a Deus com louvor vocal e amor em silêncio, a porta para a verdadeira oração eficaz está aberta. Neste ponto é necessário lidarmos com o pecado pessoal. Se a consciência de nossos fracassos passados nos faz sentir-se indignos e resulta em não orar, então o inimigo conquistou a vitória em nossas vidas. Precisamos crer nas promessas de Deus nesses assuntos. Deus nos deu a maneira de lidar com nosso pecado. "Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda injustiça" 1 João 1:9. Devemos confessar nossos pecados a Deus. Esta é a terceira parte de nossa doce hora de oração.

I. Definição:

A. Confessar significa concordar com Deus com relação ao pecado.
B. Também significa admitir nossa culpa diante Dele. (Ele já sabe que somos culpados)
C. Este é o lugar onde o nosso foco desloca-se para olhar honestamente para nossas vidas e ver nossas falhas e fracassos.
D. A nossa vida de oração nunca vai subir acima de nossa vida pessoal em Jesus Cristo. "Se eu tivesse guardado iniquidade no meu coração, o Senhor não me teria ouvido" Salmo 66:18

II. A confissão abre o caminho para a cirurgia espiritual.

A. Não pode haver cura dentro de nós até que haja confissão.
B. Uma ebulição cheia com infecção deve ser lancetada para liberar o veneno antes da cura acontecer.
C. "Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos; vê se há em mim algum caminho perverso, e guia-me pelo caminho eterno" Salmo 139:23-24
D. Antes de orar a Deus para mudar as nossas circunstâncias, devemos orar para que ele mude o nosso caráter.

III. A necessidade da confissão.

A. Não é opcional para o povo de Deus.
B. Isaías 59:2: "mas as vossas iniquidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados esconderam o seu rosto de vós, de modo que não vos ouça"
C. É o primeiro passo em direção ao arrependimento.
D. Antes de nós voluntariamente querer abandonar o pecado, devemos primeiro admitir que o que estamos fazendo é pecado.
E. Observe o exemplo de Faraó.
1. Êxodo 8:8: "Chamou, pois, Faraó a Moisés e a Arão, e disse: Rogai ao Senhor que tire as rãs de mim e do meu povo; depois deixarei ir o povo, para que ofereça sacrifícios ao Senhor".
2. Não há nenhuma confissão de pecado aqui.
3. Sem confissão nossas orações são incompletas e com defeito!

IV. O "como" da confissão. (Salmo 51)

A. O grito a santidade divina.
1. Perceba que a limpeza e o perdão devem vir de Deus.
2. "Cria em mim um coração puro, ó Deus". V. 10a
3. Peça a Deus para nos mostrar o que precisa ser purificado em nossas vidas ... não podemos fazê-lo nós mesmos.
B. Peça a Deus por uma nova atitude.
1. "... e renova em mim um espírito estável" V. 10b
2. Um relacionamento correto com Deus (um coração puro) necessita de um relacionamento correto com os outros (um espírito reto).
3. Ilustração de Leonardo da Vinci.
a. Pintando a "Última Ceia".
b. Usou o rosto de seu inimigo mais odiado para pintar o rosto de Judas.
c. Ele não conseguiu chegar a face de Jesus corretamente ... depois de muitas tentativas, ele apagou o rosto de seu inimigo para o Judas e então ele pode pintar o retrato de Cristo.
C. Peça a direção de Deus.
1. "Não me lances fora da tua presença, e não retire de mim o teu santo Espírito". V. 11
2. Devemos reconhecer e confessar nossa necessidade da presença de Deus em nossas vidas diárias.
3. Deus não vai tirar o Seu Espírito Santo de nós, mas temos de perceber que não podemos realizar qualquer coisa sem o poder do Espírito Santo em nossas vidas.

Em diferentes momentos da história tornou-se necessário o templo de Deus ser purificado. Um desses casos é descrito em 2 Crônicas 29:16.

"Também os sacerdotes entraram na parte interior da casa do Senhor para a limparem, e tirarem para fora, ao átrio da casa do Senhor, toda a imundícia que acharem no templo do Senhor; e os levitas a tomaram e a levaram para fora, ao ribeiro de Cedrom".

Hoje, a morada de Deus não é um templo feito com tijolo e argamassa, mas é a alma interior do crente. Nota: 1 Coríntios 6:19, "Ou não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que habita em vós, o qual possuís da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos? "

Conclusão: A confissão é necessária para a oração privada, porque ela inicia o processo de limpeza do nosso templo espiritual. Reserve tempo para o louvor, espera, e a confissão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário