BENVINDO

Minha foto

 Sou servo do Senhor desde 2001,sirvo a Deus na Igreja do Evangelho Quadrangular,  obreiro formado no Instituto Teológico Quadrangular, professor da Escola Bíblica,  casado com Elisângela a 25 anos , pai de 2 filhos maravilhosos,  buscando cada dia conhecer mais ao Senhor. Meu maior desejo é ser " uma bênção" e abençoar àqueles que estão perto e através da web os que estão longe.  Que as bênçãos do Senhor seja transbordante sobre a sua vida, sobre sua casa , sobre sua família, sobre o seu ministério, querido(a) e amado(a) irmão(ã) em Cristo Jesus. 

segunda-feira, 13 de junho de 2016

Devocionais



Pr. Olavo Feijó
 Gotas Bíblicas
Amor que se escraviza  |  Pr. Olavo Feijó

Êxodo 21:5 - Mas se aquele servo expressamente disser: Eu amo a meu senhor, e a minha mulher, e a meus filhos; não quero sair livre,

A Lei Mosaica admitia a instituição da escravatura. Ela estabeleceu os deveres e os direitos dos que perderam ou negociaram sua liberdade civil. Um dos seus parágrafos que mais nos chamam a atenção estabelece: "Se, porém, um escravo declarar – "Eu amo o meu senhor, a minha mulher e os meus filhos e não quero ser livre, o seu senhor o levará perante os juízes. Terá que levá-lo até a porta, ou à lateral da porta e furar a sua orelha. Se assim o fizer, ele será seu escravo por toda a vida" (Êxodo 21:5-6).

Qual é a característica mais marcante do indivíduo que vive como escravo? Bem, o traço básico de uma pessoa escravizada é a sua completa submissão ao dono. Em princípio, a postura de amar seu proprietário é irrelevante... pelo menos do ponto de vista jurídico. Por este arrazoado, o caso específico focalizado nos versos 5 e 6, de Êxodo 21, surge como uma gritante exceção. Como é que amor foi se misturar com escravidão?

Dando um salto de muitos séculos, lemos o texto profundo de Paulo, um judeu erudito, convertido a Jesus, o Cristo. O apóstolo elabora uma resignificação teológica do tema. De início, ele se considera "escravo de Cristo" (I Coríntios 7:22). E, fazer tal declaração, repousa no argumento de João: "quem comete pecado é escravo do pecado". Logo, quem aceita Jesus como o Cristo, voluntariamente assume ficar Seu escravo. (João 8:34). Ser escravo de Cristo, declaram os escritos apostólicos, tornou-se o critério do Senhor, no processo espiritual de conseguir a liberdade espiritual eterna.



Clique aqui para ler essa Devocional completa
Pastor Sérgio Fernandes
 Palavra Que Transforma
Confundido povos e alianças  |  Pastor Sérgio Fernandes

2 Coríntios 3:7 - E, se o ministério da morte, gravado com letras em pedras, veio em glória, de maneira que os filhos de Israel não podiam fitar os olhos na face de Moisés, por causa da glória do seu rosto, a qual era transitória,

Muitos crentes tem procurado, por exemplo, aplicar promessas feitas a Israel para a sua vida. Essas promessas, contudo, não foram feitas a nós, por isso, ainda que revelem a provisão e proteção de Deus, não se cumprirão em nossas vidas.

Clique aqui para ler essa Devocional completa

Nenhum comentário:

Postar um comentário