BENVINDO

Minha foto

 Sou servo do Senhor desde 2001,sirvo a Deus na Igreja do Evangelho Quadrangular,  obreiro formado no Instituto Teológico Quadrangular, professor da Escola Bíblica,  casado com Elisângela a 25 anos , pai de 2 filhos maravilhosos,  buscando cada dia conhecer mais ao Senhor. Meu maior desejo é ser " uma bênção" e abençoar àqueles que estão perto e através da web os que estão longe.  Que as bênçãos do Senhor seja transbordante sobre a sua vida, sobre sua casa , sobre sua família, sobre o seu ministério, querido(a) e amado(a) irmão(ã) em Cristo Jesus. 

quarta-feira, 28 de março de 2012

O Andar no Poder - O Andar no Espírito - O 'Ministério do Penhor'


O 'Ministério do Penhor'

Paulo descreve como o Espírito Santo carrega o Seu "ministério do penhor" em Romanos 8:26:

 

Também o Espírito, semelhantemente, nos assiste em nossa fraqueza; porque não sabemos orar como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós sobremaneira, com gemidos inexprimíveis.

 

Já sabemos que a palavra "fraqueza" se refere a nossa incapacidade de produzir resultados por causa das limitações impostas pela nossa carne. E por isso que nós, que temos as primícias do Espírito, gememos com nosso espírito justo — desejamos que as nossas limitações sejam removidas. E o Espírito Santo, desta maneira, nos ajuda em nossas fraquezas.

Eu me alegro com a ajuda do Espírito Santo, pois descobri que não sou tão esperto para produzir resultados espirituais. Por exemplo, quando eu olho para uma criança deformada e aleijada em uma cadeira de rodas e encaro face a face a minha incapacidade através da incredulidade para produzir resultados, meu espírito justo geme em meu interior.

Se eu soubesse orar como devo, aquela criança na cadeira de rodas iria se levantar curada e andaria como uma criança normal. É por isso que o Espírito Santo precisa ajudar a minha incapacidade de produzir tal resultado.

Veja, todos nós temos um chamado e um lugar no plano de Deus, até mesmo aquela criança aleijada na cadeira de rodas. Que boa notícia deveríamos pregar para esta criança? "Pequeno crente, você não precisa permanecer deste jeito, porque isto não está no plano de Deus. Você tem um chamado divino, assim como eu. E, a menos que a igreja não consiga lhe libertar desta condição, você nunca cumprirá este chamado que Deus planejou".

Se esta não é a sua mensagem, então para que serve o Evangelho? Será que é apenas para pessoas bonitas, com dinheiro no bolso e um carro importado? Será que pensamos que uma criança deformada tem um chamado menor do que o nosso?

A mensagem de um pregador deveria ser "Cativo, você não precisa mais ser cativo. Cego, você não precisa mais ser cego. Pobre, você não precisa mais ser pobre. Prisioneiro, você não precisa mais ficar limitado ao seu corpo".

Se esta não é a mensagem de um pregador, será que ele parou onde era confortável para viver uma vida boa, esquecendo-se das necessidades ao redor de sua área de conforto? Ele não se importa com a oração? Será que ele está tão envolvido nos cuidados deste mundo a ponto de pensar que pode se acomodar? Nenhuma desculpa será suficiente no dia em que ele estiver perante Jesus, esperando uma gigantesca recompensa, e Jesus lhe perguntar, "Por que você não permaneceu em oração?".

Este é um âmbito do qual poucos de nós temos entendimento. Quando encontramos algo como um caso de cadeiras de rodas, talvez digamos, "Bem, vou apenas orar e crer em Deus". Mas, se realmente cremos em Deus quando oramos para aquela pessoa, por que ela não foi curada? Ninguém sabe — nem mesmo a pessoa na cadeira de rodas. Mas, vou lhe dizer quem sabe — o Espírito Santo. E como o penhor da nossa herança, Ele foi mandado para nos ajudar em nossa incapacidade para produzir resultados.

O que isto tem a ver com intercessão? Bem, depois de passar hora após hora orando em línguas por volta de dois anos, comecei a experimentar os profundos gemidos de intercessão do Espírito vindo das profundezas do in­terior do meu espírito, à medida que Ele queria.

Eu imaginava porque me sentia machucado por dentro, então Deus falou ao meu espírito: "Você gosta do plano que o diabo tem para o mundo?".

Eu respondi, "Não, não mesmo! Aliás, estou machucado por dentro".

Ele disse, "Sim, você está gemendo com o seu espírito justo para a consumação de todas as coisas e para a redenção do seu corpo. Você está gemendo para ver o fim desta terrível bagunça".

Eu disse, "Sim, Senhor, Você está certo!".

Comecei a experimentar aquela dor vinda bem lá de dentro de mim toda vez que eu passava por alguém em uma cadeira de rodas que não havia sido curado. Eu sabia, sem sombra de dúvidas, que Jesus já havia carregado as doenças e dores daquela pessoa, no entanto, eu sentia as limitações impostas pela minha carne. Ou, então, eu me sentia machucado por dentro quando via uma civilização toda morrendo de fome na frente do mundo inteiro.

Eu queria fazer algo a respeito da condição daquela pessoa aleijada, ou a respeito da situação difícil em que se encontravam aquelas pobres nações — mas eu não podia fazer nada com as minhas próprias forças! Contudo, o Espírito Santo podia, à medida que Ele se movia em meu espírito ativando as línguas de profundos gemidos de intercessão, repetidas vezes, como Ele queria.

__._,_.___

Nenhum comentário:

Postar um comentário