BENVINDO

Minha foto

 Sou servo do Senhor desde 2001,sirvo a Deus na Igreja do Evangelho Quadrangular,  obreiro formado no Instituto Teológico Quadrangular, professor da Escola Bíblica,  casado com Elisângela a 22 anos , pai de 2 filhos maravilhosos,  buscando cada dia conhecer mais ao Senhor. Meu maior desejo é ser " uma benção" e abençoar àqueles que estão perto e através da web os que estão longe.  Que as bençãos do Senhor venham ser transbordantes sobre a sua vida, sobre sua casa , sobre sua família, sobre o seu ministério, querido(a) e amado(a) irmão(ã) em Cristo Jesus. 

DEVOCIONAL PARA HOJE

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Prato Novo

 

Prato Novo
"E ele disse: Trazei-me um prato novo, e ponde nele sal. E
lho trouxeram" (2 Reis 2:20).


Se eu endireitar os quadros nas paredes de sua casa, eu não
estou cometendo nenhum pecado, não é? Mas, se a sua casa
estiver em chamas e eu for, calmamente, endireitar os
quadros, o que você diria? Você pensaria que eu sou
completamente estúpida ou que estaria agindo com maldade? O
mundo hoje está queimando. O que está você fazendo para
extinguir o fogo? (Corrie Ten Boom)


Como responderíamos à pergunta de Corrie? Neste mundo
dominado pelo pecado, estamos trabalhando para conduzir os
perdidos ao Senhor ou estamos nos adaptando às
circunstâncias sem maiores preocupações? As coisas velhas
foram deixadas, realmente, para trás ou as estamos limpando,
pintando, dando uma arrumada ligeira, para que pareçam
novas? Somos quadros no meio das chamas ou já fomos
retirados delas?


O profeta, em nosso verso inicial, foi chamado para resolver
o problema de águas impróprias para beber em Jericó. Qual
sua primeira providência? Pediu um prato novo. Um velho,
trincado e com bordas quebradas, não serviria para seus
propósitos. Da mesma forma, se desejamos glorificar ao
Senhor e deixar que nos use poderosamente, não podemos
permanecer no mundo, como quadros que nada enfeitam e só
servem para alimentar as chamas já existentes.


Não podemos enfeitar paredes de mentiras, nem de ódio, nem
de indiferença, nem de egoísmo, nem de palavrões, nem de
pornografia, nem de vícios, nem de falsidade.


A vida do filho de Deus, chamado para ser uma bênção e para
abençoar o mundo, deve ser nova, limpa, verdadeira, cheia de
brilho para destruir a escuridão das trevas ao seu redor.


Nossas vidas estão se adaptando ao mundo ou transformando-o?



Paulo Roberto Barbosa

Nenhum comentário:

Postar um comentário