BENVINDO

Minha foto

 Sou servo do Senhor desde 2001,sirvo a Deus na Igreja do Evangelho Quadrangular,  obreiro formado no Instituto Teológico Quadrangular, professor da Escola Bíblica,  casado com Elisângela a 23 anos , pai de 2 filhos maravilhosos,  buscando cada dia conhecer mais ao Senhor. Meu maior desejo é ser " uma bênção" e abençoar àqueles que estão perto e através da web os que estão longe.  Que as bênçãos do Senhor venham ser transbordantes sobre a sua vida, sobre sua casa , sobre sua família, sobre o seu ministério, querido(a) e amado(a) irmão(ã) em Cristo Jesus. 

quinta-feira, 30 de junho de 2016

Devocionais



Pastor Sérgio Fernandes
 Palavra Que Transforma
Levítico 04 - Paixão Pela Palavra  |  Pastor Sérgio Fernandes

Levítico 4:1 - ¶ Falou mais o SENHOR a Moisés, dizendo:

Deus tem uma sincera preocupação de que estejamos em uma correta posição diante dEle. Nesses termos, dentro das instruções a respeito dos sacrifícios, Ele deixou um caminho para que os pecados sejam expiados. É a oferta de perdão, citada em Levítico 4. Essa orientação contemplava os pecados cometidos de modo involuntário, por diversos grupos dentro da sociedade israelita. Apesar de ser uma "nação santa", eles conviviam com a realidade do pecado e com a consciência dos mandamentos de Deus. E todas as vezes que erravam o alvo da obediência, precisavam se arrepender e oferecer um sacrifício ao Senhor.

Os diferentes grupos listados evidenciavam que o pecado não escolhe classe social, ele é intrínseco a natureza humana. O sacerdote, o líder, a comunidade inteira ou um simples poderia transgredir os mandamentos do Senhor. Em todos os casos, era necessário apresentar um mesmo tipo sacrifício de expiação. Isso aponta para um único sacrifício capaz de perdoar o pecador (o de Cristo) e que Jesus, em Sua morte, ofereceu-se por pessoas de toda raça, tribo e nação. O sacrifício era queimado e levado para fora do arraial, para um campo limpo, algo que foi notado tão claramente pelo autor aos Hebreus, que percebeu que Cristo foi sacrificado fora da cidade (Hb 11-13).

Desse modo, o cristão é convidado a sair em direção a Ele. O judeu considerava o campo fora do arraial imundo. Mas como Cristo sofreu ali por nós, esse local se torna sagrado. Jesus foi crucificado no altar do mundo e a Sua presença santifica qualquer local onde Seu nome é invocado. Desse modo, os adoradores perdoados não o adoram nem em Jerusalém e nem em Samaria, mas onde houverem dois ou três reunidos em Seu nome, Ele ali está para ser adorado e experimentado.


Clique aqui para ler essa Devocional completa