BENVINDO

Minha foto

 Sou servo do Senhor desde 2001,sirvo a Deus na Igreja do Evangelho Quadrangular,  obreiro formado no Instituto Teológico Quadrangular, professor da Escola Bíblica,  casado com Elisângela a 25 anos , pai de 2 filhos maravilhosos,  buscando cada dia conhecer mais ao Senhor. Meu maior desejo é ser " uma bênção" e abençoar àqueles que estão perto e através da web os que estão longe.  Que as bênçãos do Senhor seja transbordante sobre a sua vida, sobre sua casa , sobre sua família, sobre o seu ministério, querido(a) e amado(a) irmão(ã) em Cristo Jesus. 

terça-feira, 28 de março de 2017

Devocionais Diários

Devocionais Diários


A Simplicidade do Evangelho

Posted: 27 Mar 2017 08:01 PM PDT

"Visto que, na sabedoria de Deus, o mundo não o conheceu por meio da sabedoria humana, agradou a Deus salvar aqueles que crêem por meio da loucura da pregação." (1 Coríntios 1:21)

Viajei por todo o mundo e preguei em todo canto que se possa imaginar, mas ainda não parei de me maravilhar com o poder do evangelho. Independentemente de quanto os ouvintes sejam educados ou analfabetos, ricos ou pobres, quaisquer que sejam suas circunstâncias, o evangelho sempre impacta.

As pessoas às vezes vêm das minhas pregações e comentam como minha mensagem era simples, mas essa simplicidade era intencional. Conforme estou preparando uma mensagem, chego a um ponto em que começo a limpar a desordem para que reste o mais simples possível. Por que? Porque não quero nada confundindo a mensagem da cruz de Jesus Cristo.

O apóstolo Paulo escreveu aos crentes em Corinto: "Pois decidi nada saber entre vocês, a não ser Jesus Cristo, e este, crucificado." (1 Coríntios 2:2). E nunca é demais enfatizar. A mensagem não é o cristianismo; é Jesus Cristo. A mensagem não é religião. Não quero tornar pessoas religiosas. Nem sequer quero ser eu mesmo religioso. De fato, se não fosse por um relacionamento com Jesus, eu não seria uma pessoa religiosa. Algumas pessoas amam os rituais da religião. Eu não. Não tenho o menor interesse nisso. Mas tenho o maior interesse em ter um relacionamento com Deus.

Tive a oportunidade de perguntar a Billy Graham: "Se quando jovem você soubesse o que sabe hoje,  após pregar o evangelho durante todos estes anos, o que você diria a si mesmo que você precisaria fazer mais?"

Ele me disse: "Eu pregaria mais sobre a cruz e o sangue de Cristo, porque é aí que está o poder".

Achei que era um bom conselho. E tentei segui-lo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário