BENVINDO

Minha foto

 Sou servo do Senhor desde 2001,sirvo a Deus na Igreja do Evangelho Quadrangular,  obreiro formado no Instituto Teológico Quadrangular, professor da Escola Bíblica,  casado com Elisângela a 25 anos , pai de 2 filhos maravilhosos,  buscando cada dia conhecer mais ao Senhor. Meu maior desejo é ser " uma bênção" e abençoar àqueles que estão perto e através da web os que estão longe.  Que as bênçãos do Senhor seja transbordante sobre a sua vida, sobre sua casa , sobre sua família, sobre o seu ministério, querido(a) e amado(a) irmão(ã) em Cristo Jesus. 

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Devocionais Diários

Devocionais Diários


A Pergunta do Filho

Posted: 18 Jan 2017 06:01 PM PST

"Este Jesus é 'a pedra que vocês, construtores, rejeitaram, e que se tornou a pedra angular'. Não há salvação em nenhum outro, pois, debaixo do céu não há nenhum outro nome dado aos homens pelo qual devamos ser salvos".  (Atos 4:11-12)

A sabedoria convencional sobre o que acontece quando morremos é de que você vai ficar diante de Deus, e se você fez mais boas obras do que más, então irá para o Céu, pois o céu é para pessoas boas. Pessoas boas vão para o céu.

A outra crença é que se você fez mais obras más do que obras boas, então irá para o inferno, pois ele é para pessoas más. O céu é para pessoas que entram pelas suas boas obras enquanto o inferno é para pessoas más que fizeram coisas ruins.

Mas isso não é o que a Bíblia ensina. A Bíblia ensina que o inferno está preparado para o diabo e seus anjos (ver Mateus 25:41). Ele não está preparado para pessoas más, de modo algum.

O céu é a morada de Deus, e o caminho para o céu é baseado no que você fez com Jesus. O que Deus vai querer saber é: você acredita em Jesus Cristo?

Mesmo que você tenha vivido uma vida perversa e tenha muitos pecados, se no seu leito de morte você clamasse ao Senhor Jesus Cristo em arrependimento genuíno, você iria para o céu. Mas se você vivesse uma vida boa e fosse uma pessoa relativamente ética e fizesse boas ações, mas nunca colocasse sua fé em Jesus Cristo, então você não iria para o céu. E, a propósito, suas boas obras nunca superariam suas más obras. Portanto, seja grato por não ser por isso que você será julgado.

A certeza de que iremos para o céu não é baseada em como nossa sociedade muitas vezes vê isso, mas no que a Bíblia ensina. A questão é o Filho - não o pecado.
Link para o texto original

Nenhum comentário:

Postar um comentário