BENVINDO

Minha foto

 Sou servo do Senhor desde 2001,sirvo a Deus na Igreja do Evangelho Quadrangular,  obreiro formado no Instituto Teológico Quadrangular, professor da Escola Bíblica,  casado com Elisângela a 25 anos , pai de 2 filhos maravilhosos,  buscando cada dia conhecer mais ao Senhor. Meu maior desejo é ser " uma bênção" e abençoar àqueles que estão perto e através da web os que estão longe.  Que as bênçãos do Senhor seja transbordante sobre a sua vida, sobre sua casa , sobre sua família, sobre o seu ministério, querido(a) e amado(a) irmão(ã) em Cristo Jesus. 

domingo, 4 de dezembro de 2016

Esboço de Sermão

Esboço de Sermão


Aborto: Levando a vida seriamente

Posted: 03 Dec 2016 12:04 PM PST

Aborto: Levando a vida seriamente
Texto: Jeremias 1:5

Introdução: As palavras dos profetas do Antigo Testamento atravessam os milênios, nos agarram pelos ombros e nos sacodem do nosso sono. Escrito há muito tempo, mas relevante para hoje, sua mensagem nos chama a lugares frescos de crescimento espiritual.

Por favor, abram suas Bíblias em Jeremias. Vemos no primeiro verso que o pai de Jeremias era um sacerdote. Na verdade, seu avô também era sacerdote. Ser sacerdote era uma coisa muito legal. Mas Jeremias foi chamado para ser profeta. Isso não era tão legal porque um profeta nem sempre era popular entre o povo.

Todo mundo gostava de ter sacerdotes ao redor, mas nem todos gostavam quando o profeta aparecia porque sua pregação nem sempre era positiva. O ministério de 40 anos de Jeremias se concentrou na pecaminosidade da nação e no juízo iminente. Não era uma mensagem de prosperidade, mas sim uma mensagem de tragédia. Como resultado, ele foi mal interpretado, preso, encarcerado e estava em constante perigo de perder a vida.

Este livro é um desafio a esboçar porque é realmente uma antologia dos sermões entregados durante o reino de diversos reis em Judá. No meio de todas as palavras difíceis, há várias passagens ternas que eu coloquei no meu "favoritos" pessoal.

· Jeremias 9:23-24: "Assim diz o Senhor: Não se glorie o sábio na sua sabedoria, nem se glorie o forte na sua força; não se glorie o rico nas suas riquezas; mas o que se gloriar, glorie-se nisto: em entender, e em me conhecer, que eu sou o Senhor, que faço benevolência, juízo e justiça na terra; porque destas coisas me agrado, diz o Senhor".
· Jeremias 17:9: "Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o poderá conhecer?"
· Jeremias 20:9: "Se eu disser: Não farei menção dele, e não falarei mais no seu nome, então há no meu coração um como fogo ardente, encerrado nos meus ossos, e estou fatigado de contê-lo, e não posso mais".
· Jeremias 29:11-13: "Pois eu bem sei os planos que estou projetando para vós, diz o Senhor; planos de paz, e não de mal, para vos dar um futuro e uma esperança. Então me invocareis, e ireis e orareis a mim, e eu vos ouvirei. Buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes de todo o vosso coração"
· Ao ler o livro, fiquei impressionado com a forma como o compromisso espiritual de um pai tem o potencial de impactar grandemente seus filhos. À medida que continuamos nos concentrando nas famílias, recomendo Jeremias 32:39 como uma oração para todos os pais: "E lhes darei um só coração, e um só caminho, para que me temam para sempre, para seu bem e o bem de seus filhos, depois deles"
· Jeremias 33:3: "Clama a mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e ocultas, que não sabes"

A Palavra de Deus Sobre o Útero

Enquanto ponderava essas passagens, me pareceu que se Jeremias não tivesse nascido, talvez não tivéssemos essas palavras de peso. Para usar a linguagem de hoje, se Jeremias tivesse sido abortado quando ele estava no ventre de sua mãe, teríamos um buraco enorme em nossas Bíblias.

Por favor volte-se para Jeremias 1:5. Esta passagem, juntamente com muitas outras na Escritura, estabelece a santidade da vida humana. Antes de lermos o versículo 5, quero que vocês notem o versículo 4: "Ora veio a mim a palavra do Senhor, dizendo...". Esta é a Palavra de Deus sobre o ventre. Os indivíduos têm suas opiniões, as organizações ofereceram sua perícia, os políticos diferiram sobre o nascituro, mas isto é o que o Deus diz. Vamos lê-la devagar: "Antes que eu te formasse no ventre te conheci, e antes que saísses da madre te santifiquei; às nações te dei por profeta"

Vamos fazer algumas observações.

· A palavra "antes" é usada duas vezes. Isso nos move de volta no tempo do ponto de concepção para algum tempo na eternidade passada.
· A palavra "eu" é usada quatro vezes para indicar que Deus não é apenas aquele que fala estas palavras, mas Ele é o que está no trabalho no ventre.
· A palavra "você" é usada cinco vezes. Isso nos mostra que o que está no ventre é uma pessoa; não uma gota ou um monte de células.

Isso nos leva diretamente à primeira verdade que esta passagem ensina.

1. Os não-nascidos são pessoas. Vemos isso na primeira frase: "Eu te formei no ventre". Antes que Jeremias fosse concebido, Deus o conhecia como pessoa. A palavra "formado" é a palavra hebraica usada para descrever o trabalho criativo de um oleiro enquanto molda e modela um pedaço de argila. Significa espremer em uma forma predeterminada. É também a mesma palavra encontrada em Gênesis 2:7, onde lemos que o "Senhor Deus formou o homem do pó da terra ...". Assim como Deus criou intencionalmente Adão do pó da terra, assim também Ele faz Seu trabalho criativo no útero.

No Salmo 139:15-16, vemos que Deus estava lá quando estávamos sendo formados em completa reclusão: "Os meus ossos não te foram encobertos, quando no oculto fui formado, e esmeradamente tecido... Os teus olhos viram a minha substância ainda informe, e no teu livro foram escritos os dias, sim, todos os dias que foram ordenados para mim, quando ainda não havia nem um deles". Nada está escondido de Deus. Ele pessoalmente coloca o nosso esqueleto no lugar e, em seguida, cria todas as partes delicadas de nossos corpos, tecendo-os juntos para formar Sua obra-prima viva.

Afirmamos, junto com milhares de outras igrejas, que cada pessoa desde a concepção é uma imagem portadora de Deus, carimbado com dignidade divina e digno de proteção.

O fato de que os não-nascidos são pessoas não é um ponto pequeno. A primeira coisa que qualquer sociedade faz se deseja maltratar uma determinada classe de pessoas é "desumanizá-los". Alguns teólogos no século 19 abraçaram a ideia de que os negros não tinham alma para justificar a escravidão. Quão mais fácil é para a nossa sociedade hoje fazer isso "quando a voz e mesmo a forma daqueles que estão sendo desumanizados e maltratados não podem ser ouvidas ou vistas porque seus gritos são silenciosos"

Certa vez fui chamado ao hospital para ministrar a um jovem casal. A mulher estava grávida e mais da metade da gravidez descobriu que seu bebê havia morrido. Quando eu cheguei, as enfermeiras me contaram o que aconteceu e se referiram ao bebê como um feto. Eu entendo este termo medicamente, mas quando entrei na sala e vi o pai segurando um cobertor enrolado tornou-se rapidamente óbvio que tinham perdido um bebê, não um feto. Perguntei seu nome e, em seguida, ele decidiu desenrolar o cobertor para eu ver o rosto do bebê. Eu não estava preparado para o que eu vi. Com pouco mais de 22 semanas, era um bebê, não apenas uma teia enrolada de tecido.

É por isso que as imagens do não-nascido no útero são tão poderosas [mostre a imagem do pé do bebê pressionando contra o útero].

2. Os não-nascidos são pre-conhecidos. Olhe para a próxima frase: "Eu te conheci". A palavra, "conhecer" em hebraico fala de um conhecimento íntimo pessoal e foi usado de Adão "conhecendo" Eva. A ideia é que Deus tem um compromisso pessoal próximo e relacionamento íntimo com a pessoa que Ele cria, mesmo antes de Ele criar.

Deus nos conhece antes mesmo de nos formarmos no ventre. Se somos conhecidos por Deus antes mesmo de começar Seu trabalho criativo, quanto mais somos uma pessoa após a concepção?

3. Os não-nascidos são valorizados. Confira a próxima cláusula: "Eu te santifiquei". Este verbo foi usado para definir algo ou alguém para um uso específico e especial. Mesmo antes de Jeremias nascer, ele foi separado para uma tarefa especial. Deus fez a mesma coisa com Paulo em Gálatas 1:15: "... Deus, desde o ventre de minha mãe me separou..."

Algum tempo atrás, o Vaticano divulgou sua posição oficial sobre a bioética em um documento intitulado, "Sobre a dignidade da pessoa". Eu gosto desse título. Chuck Colson nos lembra que o mundo está observando o que as igrejas dizem sobre a dignidade humana: "Portanto, nestes tempos difíceis, creio que o maior chamado da Igreja é manter a vida e a dignidade humana. Porque, como fazemos, apontaremos todos aqueles que são feitos à imagem de Deus de volta para Aquele que os criou e os ama além de toda a compreensão".

4. Os não-nascidos têm um propósito. A última parte do versículo 5 nos fala sobre o propósito de Jeremias: "às nações te dei por profeta". Jeremias tinha um trabalho a fazer, e você também! Note que a palavra de Deus não é apenas para um grupo de pessoas; é para todas as "nações". O propósito primordial de um profeta era "anunciar" a mensagem de Deus, expondo o pecado e chamando os pecadores de volta às responsabilidades de sua aliança perante Deus. Cada um de nós tem um propósito de acordo com os planos de Deus.

No Salmo 139:16 Davi narra o fato de que Deus o criou com propósito: "...no teu livro foram escritos os dias, sim, todos os dias que foram ordenados para mim, quando ainda não havia nem um deles". Deus tem o comprimento de nossos dias todos descoberto, e Ele Tem planos e propósitos para nossos filhos. Quando Deus cria, Ele o faz com propósito. O que somos é o dom de Deus para nós; O que fazemos é o nosso dom para Ele.

A Palavra de Deus sobre o ventre

Tenho um bom amigo que evita vir à igreja quando nos concentramos na santidade da vida humana. Nós gostamos uns dos outros muito, mas discordamos sobre esta questão. Outros pastores podem hesitar em falar sobre o aborto, mas eu não posso, e não vou. Alguns evitam a questão completamente porque dizem que é muito político. Eu não vejo assim. Para mim, a questão é moral. Alguns sofrem de "fadiga do aborto" e sentem que as coisas nunca vão mudar. Embora seja desanimador, este não é o momento de parar.

Não podemos nos esquecer do incrível impacto que Martin Luther King causou nos Estados Unidos em ajudar a estabelecer a dignidade de cada pessoa, independentemente da cor da pele. Algum dia eu espero que nosso país ganhe a convicção para se levantar em nome do não-nascido. Apelo aos meus companheiros seguidores de Jesus; É hora de nós falarmos por aqueles que não podem falar por si mesmos. Provérbios 31:8-9 nos obriga a fazê-lo: "Abre a tua boca a favor do mudo, a favor do direito de todos os desamparados. Abre a tua boca; julga retamente, e faze justiça aos pobres e aos necessitados".

Assim como Jeremias recebeu um trabalho para fazer, assim também, fomos comissionados por Cristo para levar a mensagem da vida e o caminho para a vida eterna para aqueles que nos rodeiam. Nós temos que parar de pescar nos aquários e ir para onde as pessoas estão. Quando Jeremias recebeu sua missão, ele procurou uma saída, alegando que ele não era um bom orador e que ele era muito jovem demais. Muitos de nós dão desculpas também quando temos uma tarefa difícil.

Deus não compra esta explicação em Jeremias 1:7-10: "Mas o Senhor me respondeu: Não digas: Eu sou um menino; porque a todos a quem eu te enviar, irás; e tudo quanto te mandar dirás. Não temas diante deles; pois eu seu contigo para te livrar, diz o Senhor. Então estendeu o Senhor a mão, e tocou-me na boca; e disse-me o Senhor: Eis que ponho as minhas palavras na tua boca. Olha, ponho-te neste dia sobre as nações, e sobre os reinos, para arrancares e derribares, para destruíres e arruinares; e também para edificares e plantares".

Deixe-me colocar a descrição da missão de Jeremias em termos simples que você possa entender.

· Vá a todo mundo que Deus lhe enviar.
· Fale o que Deus quiser que você diga.
· Em seu ir e falar, não tenha medo, porque Deus está com você.
· Deus lhe dará as palavras para dizer.
· Às vezes a mensagem causará destruição antes que a construção possa começar.

Depois de receber sua comissão, Deus então dá a Jeremias duas lições objetivas nos versículos 11-14.

· Uma amendoeira. Isto era conhecido como a árvore do "despertar" porque era a primeira árvore a florescer quando o inverno acabava (acredite ou não, a primavera está chegando). O ramo de amendoeira representava Deus que estava acordado e vigiava para ver que Sua Palavra estava sendo cumprida. A árvore é como um despertador, dizendo ao povo que é melhor ouvir a Palavra de Deus. Talvez este sermão tenha servido de alerta para nós.

· Uma panela fervente. A segunda imagem que Jeremias vê lembra-lhe que o juízo está chegando a Judá. Enquanto a amendoeira fala de esperança para aqueles que esperam pela Palavra de Deus, a panela fervendo representa horror para aqueles que se afastam Dele.

Entendendo a atrocidade do aborto

Embora o número de abortos realizados a cada ano realmente tenha diminuído, em grande parte devido aos cristãos que estão falando, temos agora atingido um marco que não é nada para se orgulhar como uma nação. A 1ª Turma do Supremo considerou que aborto até os três meses não é crime; reação da Câmara pode colocar proibição na Constituição. Você sabia que o aborto é a principal causa de morte no mundo, matando tantas pessoas quanto todas as outras causas de morte combinadas?

Passos que precisamos dar em relação ao aborto

Não posso dizer-lhe especificamente como responder à questão do aborto, mas peço-lhe que siga os impulsos do Espírito Santo. Não podemos ficar sentados e não fazer nada. Provérbios 24:11 coloca-o em palavras bastante fortes: "Livra os que estão sendo levados à morte, detém os que vão tropeçando para a matança". Em algumas das últimas palavras de Moisés, ele nos exorta a escolher a vida em Deuteronômio 30:19: "... pus diante de ti a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe, pois, a vida, para que vivas, tu e a tua descendência". Deixe-me fechar esta noite listando algumas maneiras pelas quais você e eu podemos nos envolver.

1. Ofereça graça e perdão àqueles que dele necessitam. O aborto é um pecado, mas também é perdoável. Embora precisemos falar contra as preocupações morais em nossa sociedade, devemos também oferecer amor e compaixão àqueles que precisam de ajuda. Estudos mostram que a maioria das mulheres que tiveram abortos têm cicatrizes emocionais, físicas e espirituais significativas.
Este é um lugar de graça. Pode haver alguns aqui nesta noite que tiveram abortos. Esta mensagem foi difícil para você ouvir. É minha oração mais profunda que você experimente a graça redentora de Deus e o perdão purificador.

2. Precisamos observar nossas atitudes. Satanás é o inimigo da vida, não os médicos, as pessoas que são a favor dos abortos, ou os políticos. É muito fácil para nós tornar-se auto justos, presunçosos e condenadores. Como eu disse antes, estamos propensos a ficar com raiva de pessoas que pecam de forma diferente do que nós. Muitas vezes somos mais cáusticos do que cristãos em nossas relações com as pessoas. Em vez de construir pontes com aqueles que estão perdidos, nosso veneno pode erigir barreiras gigantes que acabam isolando as pessoas do evangelho.

3. Precisamos equilibrar nossos papéis "proféticos" e "sacerdotais" como crentes. A opinião da sociedade sobre o aborto está mudando, mas leva tempo. William Wilberforce fez campanha durante 35 anos para se livrar da escravidão na Grã-Bretanha. Os cristãos estão fazendo a diferença e precisamos continuar falando (como profetas), mas também devemos oferecer amor e compaixão (como os sacerdotes) àqueles que precisam de ajuda. Precisamos lembrar que o chamado bíblico primário é fazer discípulos, não ganhar argumentos.

4. Tenha a coragem de fazer o que é certo. Algum tempo atrás, nossa família alugou um filme. É um filme bonito e tocante que se concentra no valor da vida humana e sobre fazer o que é certo em face da adversidade.

5. Seja consistentemente pró-vida. Precisamos valorizar toda a vida humana - os não-nascidos, os órfãos, as viúvas, os fisicamente e emocionalmente desafiados, os sem-teto, os que sofrem de AIDS, os famintos, os pobres, os presos e os idosos. Devemos também praticar a pureza.

6. Fale por aqueles que não podem falar. Fale e fale pela situação do não-nascido. Como é que se alguém matar uma mulher grávida e seu feto no útero morrer, é um crime? Se um médico faz o aborto para remover a mesma criança enquanto está viva no útero, é legal. O assassinato é assassinato, não importa quem tira a vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário