BENVINDO

Minha foto

 Sou servo do Senhor desde 2001,sirvo a Deus na Igreja do Evangelho Quadrangular,  obreiro formado no Instituto Teológico Quadrangular, professor da Escola Bíblica,  casado com Elisângela a 24 anos , pai de 2 filhos maravilhosos,  buscando cada dia conhecer mais ao Senhor. Meu maior desejo é ser " uma bênção" e abençoar àqueles que estão perto e através da web os que estão longe.  Que as bênçãos do Senhor seja transbordante sobre a sua vida, sobre sua casa , sobre sua família, sobre o seu ministério, querido(a) e amado(a) irmão(ã) em Cristo Jesus. 

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Esboço de Sermão

Esboço de Sermão


Implorando a Jesus para sair

Posted: 20 Nov 2016 09:31 AM PST

Implorando a Jesus para sair
Texto: Marcos 5:1-20

Texto: Três vezes no nosso texto, um indivíduo ou grupo implora / roga Jesus para sair - cada um por uma razão diferente. Há lições que podemos aprender de cada um deles.

1. Os demônios imploraram a Jesus para deixá-los sair e entrar nos suínos (Marcos 5:11-13)

A. Mostra o poder de Jesus sobre os demônios (Marcos 5:7) - nossa luta é contra "forças espirituais da iniquidade" (Efésios 6:12); Jesus é vitorioso (Apocalipse 17:14) e nós "esmagadoramente conquistaremos por meio dele" (Romanos 8:37); mas devemos vestir a armadura de Deus (Efésios 6:11-17)
B. Mostra o reconhecimento dos demônios da autoridade de Jesus - chamou-o de "Filho do Deus Altíssimo" (Marcos 5:7); implorou-Lhe "por Deus" para não os atormentar (não havia autoridade superior à que pudessem recorrer)
C. Mostra o temor dos demônios do Senhor - isso demonstra um grau de fé (Tiago 2:19); mas era uma fé salvadora (Tiago 2:24, 26); muitos hoje têm fé como os demônios
D. Mostra que Jesus e os demônios não eram aliados - mais cedo Jesus foi acusado de expulsar demônios pelo governante dos demônios (Marcos 3:22-27); mas isso não poderia ser (Marcos 3:25-26); Jesus disse: "o príncipe deste mundo, e ele nada tem em mim" (João 14:30, ver 2 Coríntios 6:15)

2. O povo implorou a Jesus para deixar sua região (Marcos 5:14-17)

A. Eles viram o que aconteceu com o homem e os porcos e ficaram assustados (Marcos 5:15) - não era temor piedoso, mas terror; caso contrário, nenhuma razão para pedir a Jesus para sair; também estranho que eles não se alegraram que o homem fora curado
B. Eles valorizaram o status quo sobre o bem-estar espiritual de outras pessoas - muitas pessoas temem a mudança; eles ignoraram o bem que tinha vindo, preferindo ter as coisas como estavam (ver Mateus 23:13)
C. Eles valorizavam coisas materiais sobre a lei de Deus - os porcos eram animais impuros para os judeus (Levítico 11:7); se os proprietários eram judeus, eles valorizavam coisas materiais sobre a lei de Deus (Mateus 6:24); mesmo que os proprietários fossem gentios, os judeus locais ainda imploravam a Jesus para sair, mostrando rejeição a Cristo, embora Ele provasse que Ele era de Deus (Lucas 8:37)

3. O homem que foi curado implorou a Jesus que ele pudesse sair com ele (Marcos 5:18-20)

A. Compreensível que ele queria estar com Jesus depois de ser curado - louvável também, já que seguir Jesus não era fácil (Mateus 8:19-20)
B. Mas não era o seu lugar - Jesus chamou alguns para viajar com Ele (Marcos 3:13-15); nos fornece uma lição de respeito aos papéis (Efésios 4:11-12, 1 Coríntios 12:27-29)
C. O Senhor tinha outra obra para ele (Marcos 5:19) - embora não fosse o que ele inicialmente queria fazer, ele cumpriu bem seu dever (Marcos 5:20); não importa o papel que temos no reino do Senhor, devemos deixar nossa luz brilhar (Mateus 5:16)

Conclusão

A. Infelizmente, muitos não querem estar com Jesus - eles correm dEle ou imploram que Ele saia
B. Devemos querer estar com Ele - não que estejamos na presença física dEle aqui; mas se seguirmos Sua palavra, podemos estar com Ele no céu pela eternidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário