BENVINDO

Minha foto

 Sou servo do Senhor desde 2001,sirvo a Deus na Igreja do Evangelho Quadrangular,  obreiro formado no Instituto Teológico Quadrangular, professor da Escola Bíblica,  casado com Elisângela a 24 anos , pai de 2 filhos maravilhosos,  buscando cada dia conhecer mais ao Senhor. Meu maior desejo é ser " uma bênção" e abençoar àqueles que estão perto e através da web os que estão longe.  Que as bênçãos do Senhor seja transbordante sobre a sua vida, sobre sua casa , sobre sua família, sobre o seu ministério, querido(a) e amado(a) irmão(ã) em Cristo Jesus. 

terça-feira, 8 de novembro de 2016

BÍBLIA A PALAVRA DE DEUS

BÍBLIA A PALAVRA DE DEUS


O avivamento da Obra em nossos corações

Posted: 07 Nov 2016 06:00 PM PST

O AVIVAMENTO DA OBRA EM NOSSO CORAÇÕES


"Agora, pois, corre-lhe ao encontro e dize-lhe: Vai bem contigo? Vai bem com teu marido? Vai bem com teu filho? E ela disse: Vai bem."  

II Reis 4:26

INTRODUÇÃO

O texto que acabamos de ler fala da Sunamita que havia perdido seu bem mais precioso: seu filho. Ela havia o gerado por um milagre de Deus, pois seu marido era ancião e Deus usa a vida do profeta Eliseu e lhe concede um filho.

Mas passado os anos, o seu filho ia crescendo e num determinado dia, seu filho morre ao meio-dia, no período mais quente do dia. Ela não chorou, nem mandou enterrar seu filho, mas deitou o menino no quarto, fechou a porta e saiu.

Nesse momento de dor, ela sente o desejo de ir até ao monte Carmelo para se encontrar com o profeta Eliseu. Ao sair, seu marido a questiona e ela responde: "Tudo vai bem".  E no caminho, Geazi (servo de Elizeu) a pergunta também: "Vai bem contigo? Vai bem com teu marido? Com o teu filho? E ela responde novamente: Vai bem."


DESENVOLVIMENTO

O desejo de Sunamita era encontrar o profeta Eliseu, pois ela sabia que ele era homem de Deus e que somente ele podia ajudá-la nesse momento difícil. Muitas vezes, passamos por algum problema na caminhada e não contamos pra ninguém porque não queremos que ninguém saiba, não reclamamos, mas buscamos somente Àquele que tem poder pra nos ajudar, o Senhor Deus.

E Sunamita ao encontrar o profeta, se prostra aos seus pés e clama pelo seu filho. E o profeta desce do monte e vai visitar o filho dela que se encontrava morto. E ele ao chegar no quarto, abraça a criança, passeia pela casa e depois volta novamente para abraçá-lo, e com o calor do seu corpo ressuscita a criança.

A criança fala da Obra e hoje também o Senhor quer ressuscitar a sua obra em nossos corações. Assim como o profeta visitou aquela casa, o Senhor agora também tá visitando muitos corações. Ele não foi somente naquele quarto, ele passeou pela casa. E nesse momento, o Senhor também está passeando na nossa casa (coração). Ele é Emanuel, Deus conosco.

E depois ele volta pro quarto e ressuscita o filho da Sunamita com o calor do seu corpo e o coração daquela mulher agora se alegra, agora ela estava forte, cheio de vida. Bastou uma visita do profeta para mudar a sua vida e resgatar sua maior herança, o seu filho. Um dia aquela criança havia sido gerada em seu ventre por um milagre e de repente essa criança morre em sol escaldante do meio-dia, mas o profeta a ressuscita com o calor do seu corpo.

Um dia também, essa obra foi gerada em nosso corações, e muitas vezes, num momento de dificuldades em que o sol está intenso em nossas vidas, que fala das provas, podemos também perder a criança, a obra em nossas vidas. Mas nós sabemos que somente o Senhor tem o poder de operar um milagre, avivar a obra em nossas vidas e nos aquecer com a benção do Espírito Santo. Assim como o profeta aqueceu aquela criança, o Senhor também quer nos aquecer com a benção do Espírito Santo.


CONCLUSÃO

Nessa noite, o Senhor quer avivar a obra dele nos nossos lares e em nossas vidas. Deus quer que nós tenhamos alegria e vida novamente. Assim como aquela mulher se alegrou ao ter seu filho de volta, nós também nos alegramos quando temos a obra do Senhor viva em nossos corações. A obra viva em nós é a certeza que em breve iremos tomar posse da herança que o Senhor Jesus um dia nos concedeu ali na cruz do calvário, que é a vida eterna. 

Sávia Pimentel
Mantena/MG

Nenhum comentário:

Postar um comentário