BENVINDO

Minha foto

 Sou servo do Senhor desde 2001,sirvo a Deus na Igreja do Evangelho Quadrangular,  obreiro formado no Instituto Teológico Quadrangular, professor da Escola Bíblica,  casado com Elisângela a 24 anos , pai de 2 filhos maravilhosos,  buscando cada dia conhecer mais ao Senhor. Meu maior desejo é ser " uma bênção" e abençoar àqueles que estão perto e através da web os que estão longe.  Que as bênçãos do Senhor seja transbordante sobre a sua vida, sobre sua casa , sobre sua família, sobre o seu ministério, querido(a) e amado(a) irmão(ã) em Cristo Jesus. 

terça-feira, 15 de novembro de 2016

BÍBLIA A PALAVRA DE DEUS

BÍBLIA A PALAVRA DE DEUS


O Jardim junto ao Calvário

Posted: 14 Nov 2016 06:00 PM PST

O JARDIM JUNTO AO CALVÁRIO


João 19: 41

No lugar onde Jesus foi crucificado havia um jardim, e nesse jardim um sepulcro novo, em que ninguém ainda havia sido posto. -- Versão Almeida Atualizada

            INTRODUÇÃO

No livro de Gênesis está escrito que Deus plantou um jardim no Éden e colocou o homem ali. Podemos ter uma  tênue ideia de quão belo e agradável era este lugar, que o Senhor destinou para ser o lar do homem que Ele criara.
Esta atitude de Deus, revela o seu propósito para com o homem. Ele desejava que o homem tivesse uma vida repleta de alegrias e felicidade, e o jardim preparado por Deus oferecia um ambiente ideal para que isso acontecesse. A beleza das flores, a sombra das árvores, o canto dos pássaros e tantas outras coisas, preparadas pela mão de Deus, deveriam ser, realmente, maravilhosas.

         DESENVOLVIMENTO

No entanto, o homem perdeu tudo isso por causa do pecado e da desobediência. Ele foi expulso do jardim do Éden, e sua vida tornou-se cheia de amargura e tristezas sem fim. Desde  aquele tempo a vida do homem tem sido assim, pois ele perdeu a comunhão com o Pai e foi destituído da sua Glória. A consequência de tudo foi a morte e a perdição.

Mas Deus amou o mundo de tal maneira, que deu o seu Filho Unigênito, para que todo  aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Jesus foi enviado para morrer numa amarga cruz, rodeado de zombadores que o desprezavam, cercado de dor e humilhações, por amor a cada um de nós. Aquela cena foi realmente chocante, revestida de violência e de crueldade, por parte dos soldados romanos e do povo de Jerusalém. Jesus foi visto por todos que ali estavam, com uma coroa de espinhos na cabeça e o corpo todo ensanguentado. Quando teve sede, deram-lhe vinagre para beber e depois o seu lado foi perfurado pela lança do soldado que queria comprovar se Ele estava morto ou não.

Quando o apóstolo João descreveu os fatos que envolveram a morte e o sepultamento do Senhor Jesus, ele escreveu que, ali perto do local onde tudo aconteceu de forma tão brutal, havia um jardim. Isso foi observado por João, e parece ser um paradoxo; a morte e o sofrimento acontecendo juntos a um jardim, um lugar que transmite um sentimento tão diferente.

Por que aquilo aconteceu e foi observado por João? O Senhor foi crucificado junto a um jardim, para lembrar ao homem o lugar onde ele um dia viveu, e de onde foi banido por causa do seu pecado. Mas ele quis mostrar também que através da morte de Jesus, o caminho de retorno à vida que Deus planejou para ele estava aberto novamente. A porta do jardim para uma vida de alegria, paz e felicidade estava se abrindo para todos aqueles que, através do arrependimento e da fé, abrissem o coração para o Senhor Jesus, desejando uma vida nova de comunhão com Deus.

            CONCLUSÃO


 Esta porta hoje se encontra aberta e este caminho está diante de todos nós. Basta crer e tomar posse de tudo aquilo que Deus preparou através do sacrifício de seu Filho Amado. A vida no jardim preparado por Deus está esperando todos aqueles que estão cansados dos espinhos e do sofrimento que este mundo lhes impõe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário