BENVINDO

Minha foto

 Sou servo do Senhor desde 2001,sirvo a Deus na Igreja do Evangelho Quadrangular,  obreiro formado no Instituto Teológico Quadrangular, professor da Escola Bíblica,  casado com Elisângela a 24 anos , pai de 2 filhos maravilhosos,  buscando cada dia conhecer mais ao Senhor. Meu maior desejo é ser " uma bênção" e abençoar àqueles que estão perto e através da web os que estão longe.  Que as bênçãos do Senhor seja transbordante sobre a sua vida, sobre sua casa , sobre sua família, sobre o seu ministério, querido(a) e amado(a) irmão(ã) em Cristo Jesus. 

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

KAIROS Ministério Missionário

KAIROS Ministério Missionário


A INTEGRIDADE É INEGOCIÁVEL

Posted: 20 Oct 2016 12:00 AM PDT

"Não furtarás" (Ex 20.) O oitavo mandamento da lei de Deus trata da integridade em relação aos bens do próximo. Precisamos respeitar sua vida, sua honra e seus bens. Quem ama o próximo não atenta contra sua vida. Quem ama o próximo não fere sua honra. Quem ama o próximo não saqueia os seus bens.

Este mandamento é assaz oportuno e gritantemente necessário, pois a maior crise que atinge o nosso país é a crise de integridade. O roubo está presente desde o topo da sociedade até suas camadas mais abissais. O país está sendo saqueado por um horda de ladrões, muitos deles, de colarinho branco.

Os poderosos armam esquemas ardilosos para assaltar os cofres da nação e se abastecerem das riquezas que deveriam ser distribuídas com justiça, deixando à margem das oportunidades os fracos que não têm voz nem vez. O roubo está presente no palácio e no congresso. Está presente nas cortes e nas universidades. Está presente na indústria e no comércio. Está presente nas ruas e nos templos.

Vamos, aqui destacar algumas frentes onde este momentoso mandamento está sendo quebrado.

EM PRIMEIRO LUGAR, FURTA-SE SEMPRE QUE O ALHEIO É APROPRIADO DE FORMA FRONTAL E VIOLENTA. Cresce assombrosamente em nossa nação os assaltos, os sequestros, os arrombamentos e a prática dos larápios que, furtivamente, subtraem o alheio. Essa forma afrontosa ou sutil de saquear o próximo e ainda atentar contra sua integridade física é uma transgressão incisiva deste mandamento.

EM SEGUNDO LUGAR, FURTA-SE SEMPRE QUE OS RECURSOS PÚBLICOS SÃO DESVIADOS PARA ABASTECER AS CONTAS BANCÁRIAS DOS PODEROSOS. A corrupção endêmica em nosso país é uma prova insofismável de que a lei de Deus está sendo pisada como lama nas ruas. O erário público é assaltado impiedosamente. As obras públicas superfaturadas para abastecer os interesses rasteiros de políticos e empresários desonestos tiram o pão da boca do faminto e deixam desamparados os pobres. A corrupção é um crime contra a nação, é uma violência social gritante e um atentado contra o próximo.

EM TERCEIRO LUGAR, FURTA-SE SEMPRE QUE NA INDÚSTRIA E NO COMÉRCIO SE FAZ PROPAGANDA ENGANOSA PARA ENGANAR OS CONSUMIDORES. Sempre que a indústria entrega um produto inferior ao prometido e o comércio majora os preços para auferir maiores lucros, o consumidor está sendo lesado. Deus abomina a mentira. Ele reprova balanças enganosas e pesos falsos. Deus não tolera a falta de integridade nas palavras e nas ações. Os ardis forjados para se passar um produto inferior por um preço superior é uma conspiração contra os bens do próximo e uma afronta aos seus direitos.

EM QUARTO LUGAR, FURTA-SE SEMPRE QUANDO NO TRABALHO SE RETÉM DA EMPRESA O QUE ELA TEM DIREITO E SEMPRE QUE O TRABALHADOR RETÉM DA EMPRESA O QUE NÃO LHE PERTENCE. O furto não é apenas de coisas, mas também de tempo, empenho e desempenho. Quando um funcionário faz corpo mole em vez de trabalhar com afinco. Quando chega sistematicamente atrasado em vez de ser pontual. Quando se apropria de objetos e bens da empresa para uso pessoal, o oitavo mandamento da lei de Deus está sendo quebrado.

EM QUINTO LUGAR, FURTA-SE SEMPRE QUE A PROPRIEDADE PRIVADA É INVADIDA, MESMO SOB OS AUSPÍCIOS DE LEIS JEITOSAMENTE FEITAS PARA ANULAR A LEI SUBSTANTIVA DE DEUS. A propriedade privada é um direito sagrado dado pelo próprio Deus. Invadir a propriedade privada por quaisquer motivos, suplantando o direito do proprietário é uma quebra do oitavo mandamento.

A apropriação indiscriminada dos bens alheios e a Estatização dos bens particulares é uma afronta à lei de Deus e um golpe ao direito do próximo.

Que os homens se curvem à lei de Deus, pois ela deve ser a matriz para todas as leis humanas. Só assim, teremos uma sociedade ordeira e íntegra.

Hernandes Dias Lopes

Por Litrazini
Graça e Paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário