BENVINDO

Minha foto

 Sou servo do Senhor desde 2001,sirvo a Deus na Igreja do Evangelho Quadrangular,  obreiro formado no Instituto Teológico Quadrangular, professor da Escola Bíblica,  casado com Elisângela a 25 anos , pai de 2 filhos maravilhosos,  buscando cada dia conhecer mais ao Senhor. Meu maior desejo é ser " uma bênção" e abençoar àqueles que estão perto e através da web os que estão longe.  Que as bênçãos do Senhor seja transbordante sobre a sua vida, sobre sua casa , sobre sua família, sobre o seu ministério, querido(a) e amado(a) irmão(ã) em Cristo Jesus. 

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Devocionais Diários

Devocionais Diários


Gaste Com Sabedoria

Posted: 31 Jul 2016 08:01 PM PDT

"Visto que tudo será assim desfeito, que tipo de pessoas é necessário que vocês sejam? Vivam de maneira santa e piedosa, esperando o dia de Deus e apressando a sua vinda. Naquele dia os céus serão desfeitos pelo fogo, e os elementos se derreterão pelo calor." (2 Pedro 3:11-12)

Se entendermos as profecias da Bíblia sobre o retorno de Cristo, se de alguma forma as recebermos adequadamente, então isso é o que acontecerá em nossas vidas: vamos desejar ser pessoas de Deus.

Mas se isso não acontecer, estamos perdendo algum ponto, assim como os escribas e fariseus no tempo de Jesus. Somos informados em 1 João 3:2-3: "Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não se manifestou o que havemos de ser, mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele, pois o veremos como ele é. Todo aquele que nele tem esta esperança purifica-se a si mesmo, assim como ele é puro."

Também lemos em 2 Pedro 3:11-12 "Visto que tudo será assim desfeito, que tipo de pessoas é necessário que vocês sejam? Vivam de maneira santa e piedosa, esperando o dia de Deus e apressando a sua vinda [...]" Pedro nos diz que tipo de vida devemos viver tendo em vista o dia de Deus.

Então, como o conhecimento do retorno de Cristo afeta você? Faz com que você seja uma pessoa de Deus? Faz com que você queira fazer o que faz como que para o Senhor? Deveríamos buscar oportunidades de dar a esta cultura perdida os sinais que ela busca, que são a morte e a ressurreição de Jesus Cristo.

Não sabemos quando será o fim do mundo, mas em algum ponto nossas vidas na terra irão terminar e, então, estaremos na eternidade. O tempo é como uma moeda; depois que é gasto, não pode ser gasto novamente. Então vamos fazer nossos minutos valerem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário