BENVINDO

Minha foto

 Sou servo do Senhor desde 2001,sirvo a Deus na Igreja do Evangelho Quadrangular,  obreiro formado no Instituto Teológico Quadrangular, professor da Escola Bíblica,  casado com Elisângela a 25 anos , pai de 2 filhos maravilhosos,  buscando cada dia conhecer mais ao Senhor. Meu maior desejo é ser " uma bênção" e abençoar àqueles que estão perto e através da web os que estão longe.  Que as bênçãos do Senhor seja transbordante sobre a sua vida, sobre sua casa , sobre sua família, sobre o seu ministério, querido(a) e amado(a) irmão(ã) em Cristo Jesus. 

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

2016, GRATIDÃO É A PALAVRA


 

Deus Me Livrou – Eu Não Me Livrei




Pr. Olavo Feijó
 Gotas Bíblicas
  |  Pr. Olavo Feijó

Salmos 34:4 - Busquei ao SENHOR, e ele me respondeu; livrou-me de todos os meus temores.

Há um enorme número de cristãos que não se beneficia da experiência do rei Davi, quando confessou: "Eu pedi a ajuda do Senhor e Ele me respondeu: Ele me livrou de todos os meus medos" (Salmo 34:4).

O povo diz que "pior cego é aquele que não quer ver". Davi refraseia, dizendo: "pior medroso é aquele que não aceita o poder do seu defensor". Às vezes nos parece que já sofremos, como Davi, quase toda a provação, perseguição e injustiça q1ue estejam disponíveis no mercado. É pena que, como Davi, ainda não tenhamos aprendido que a soberania divina consegue a completa restauração de todas as coisas que nos incomodam e machucam...

Se tivéssemos que marcar uma data, em que dia vamos comemorar o livramento de todos os nossos medos? Há pessoas que olham para o futuro em não conseguem vislumbrar, no tal fim do túnel, a libertação de todos os seus medos. Uns dois ou três, possivelmente. Mas de todos... será que um dia acontecerá? Será que Davi estava levando a sério o "todos"? Tanto levou a sério que o verbo que Davi usou é definitivo: "Ele me LIVROU". O tempo usado não é o futuro – é o pretérito perfeito: Ele já me livrou! E por que ainda tenho uns tanto medos? Está aí uma boa conversa para ter com seu Deus. Se existe algum medo que me domine, tenho que me agarrar a Deus.. até aquele dia em que a libertação tome conta de mim!





AS VITÓRIAS CONTRA OS GIGANTES FILISTEUS




Texto: I Samuel 17:40- Então tomou na mão o seu cajado, escolheu do ribeiro cinco seixos lisos e pô-los no alforje de pastor que trazia, a saber, no surrão, e, tomando na mão a sua funda, foi-se chegando ao filisteu.

"Estes quatro nasceram ao gigante em Gate; e caíram pela mão de Davi e pela mão de seus servos". 
(2 Samuel 21:22)
 

INTRODUÇÃO:

A Palavra de Deus é uma fonte inesgotável de revelações. Tudo que foi escrito traz para nós um ensino para as nossas vidas espirituais.
É interessante observamos que Davi pegou 5 pedras no ribeiro.

Se Davi só precisou de uma pedra para derrubar Golias, porque ele pegou 5?

Possíveis argumentos:
- Será que ele fez previsão de erros do tipo  "... se eu errar a 1ª, tenho mais 4..."?
(Se assim fosse com certeza ele pegaria muito mais de 5 pedras!)
- Será que ele se achou muito bom:  "- não é possível que em 5 eu não acerte, pois sou muito bom nisso!"
Resposta: Nenhum dos argumentos acima, pois a Bíblia não comporta suposições e tentativas; toda a Palavra de Deus é profética e revelada. Em cada fato há um ensino para nossa vida espiritual.

DESENVOLVIMENTO:

Por ser um homem segundo o coração de Deus, Davi foi movido pelo Espírito de Deus à pegar àquelas 5 pedras, mas nem mesmo Davi tinha consciência do porquê 5.Ele não calculou nada , simplesmente desceu ao ribeiro, pegou as pedras e foi ao campo de batalha.
1º Grande ensino: Onde Davi pegou as pedras?
PEDRAS = Simbolizam as armas espirituais  ("Porque as armas da nossa milícia não são carnais, mas sim poderosas em Deus para destruição das fortalezas" - 2 Coríntios 10:4)

Não foi no chão, mas no ribeiro, mostrando que as armas espirituais se alcançam na profundidade.

1ª Batalha = O  Gigante Golias
O texto bíblico dá ênfase ao tamanho e à força de Golias.
No campo espiritual representa a 1ª grande batalha à ser vencida; a batalha contra a CARNE.
Contra a carne se luta à distância: se Davi travasse uma luta corpo-a-corpo (técnicas de Jiu-jitsu , ou da arte marcial Israelense chamada Krav-magá) com certeza ele seria morto; primeiro porque ele não tinha treinamento militar,ao contrário de Golias, que era especialista em táticas de combate.
Tem coisas que a Bíblia nos orienta à fugir(I Cor.6:18 ;10:14; ITim.6:11).
Esse é o erro de muitos, pois acham que por terem um título, uma função, um cargo na Igreja, nunca irão cair, e se acham no direito de brincar com a carne, e acabaram se envolvendo em adultério, negócios ilícitos,etc...
Carne se vence de longe, é sem contato, é com jejum e oração.
O tempo passou, Davi cresceu... e chega o momento de profeticamente usar as outras 4 pedras:

"          Tiveram mais os filisteus uma peleja contra Israel; e desceu Davi, e com ele os seus servos; e tanto pelejaram contra os filisteus, que Davi se cansou." (2 Samuel 21:15)

Veio o esgotamento, e os filhos de Golias se levantam contra Davi.

Foram exatamente mais 4 gigantes:

1º GIGANTE_ ISBI-BENOBE

"E Isbi-Benobe, que era dos filhos do gigante, cuja lança pesava trezentos siclos de cobre, e que cingia uma espada nova, intentou ferir a Davi"( 2 Samuel 21:16)

O primeiro gigante que pelejou naquela guerra foi contra Davi objetivo é matar o rei.
O nome desse Gigante é Isbi- Benobe que significa " habitantes nas alturas".
O socorro veio de Abisai sobrinho , filho de Zeruia.

ABISAI significa " Meu Pai existe".Nos embates desta vida contra os gigantes que combate contra a nossa fé. A presença do Senhor real em nossas vidas e no garante a vitória.
A igreja preserva o Rei Jesus vivo no seu coração porque temos entendido que o socorro da parte do Senhor não tem faltado quando estamos integrado ao corpo de Cristo.


2º GIGANTE- SAFE

"E aconteceu depois disto que houve em Gobe ainda outra peleja contra os filisteus; então Sibecai, o husatita, feriu a Safe, que era dos filhos do gigante" ( 2 Samuel 21:18)

Logo após a vitória contra o primeiro gigante aconteceu outra peleja com o gigante safe. Na vida dos servo se levanta muitos gigantes que precisando ser derrotados.
Safe que significa Limiar. Esse foi derrotado por um valente de Davi chamado Sibecai que significa " o senhor sustenta". Diante das pelejas é o Senhor que nos sustenta e fortalece para termos vitórias.


3º GIGANTE- GOLIAS

 Esse tinha o mesmo nome do pai. "Houve mais outra peleja contra os filisteus em Gobe; e El-Hanã, filho de Jaaré-Oregim, o belemita, feriu Golias, o giteu, de cuja lança era a haste como órgão de tecelão" (2 Samuel 21:19)


O nome Golias significa " exílo, solidão". Esse é mais um gigante que precisa ser derrotado na vida do servo. Não queremos voltar para o exílio para a vida velha( mundo) e estarmos sozinhos deste mundo e sem a presença de Deus.
Quem venceu esse gigante foi Elanã que significa Deus é gracioso". Servimos ao  Senhor que nos ama com um amor eterno e incondicional. Cada dia temos provado como o nosso Deus é gracioso é a maior prova foi ter enviado o seu filho unigênito Jesus para morreu em nosso lugar e nos dar a salvação.

4º GIGANTE- SEM NOME

6 dedos em cada mão e pé. "Houve ainda também outra peleja em Gate, onde estava um homem de alta estatura, que tinha em cada mão seis dedos, e em cada pé outros seis, vinte e quatro ao todo, e também este nascera do gigante" (2 Samuel 21:20).

O último gigante a ser vencido a Palavra não diz o seu nome. Mas mostra detalhes dele fisicamente onde demonstra certa deformidade, pois tinha 6 dedos nas mãos e nos pés.
Não podemos permitir que esse o gigante chamado razão deforme o nosso caráter de servo do Deus altíssimo.
Esse foi derrotado por Jônatas que significa " O Senhor deu". Não abrimos mãos de tudo que recebemos pela a graça de Deus, ou seja , a sua Salvação.

CONCLUSÃO:

Profeticamente, Davi usou as 5 pedras. Assim também amados irmãos as batalhas na vida do servo de Deus são constantes,por isso devemos encher nosso alforje (nosso coração) com as armas espirituais (através da  oraçãolouvorjejum, busca ao Senhor pelas madrugadas, leitura e consulta à Palavra de Deus) para que assim,quando vier  a prova, teremos "pedra no alforje".



Josenilson Félix


Verdadeiros Pacificadores



"Bem-aventurados os pacificadores, pois serão chamados filhos de Deus." (Mateus 5:9)

De todas as bem-aventuranças dadas em Mateus 5, a que provavelmente tem mais aceitação é: "Bem-aventurados os pacificadores, pois serão chamados filhos de Deus." (Mateus 5:9). Todos queremos paz no mundo. Porém Jesus não estava falando sobre simplesmente as pessoas trabalharem pela paz no mundo (apesar de ser algo muito bom a se fazer). Certamente a paz é importante, mas não a qualquer custo.

O contexto em que Jesus fez a citação não diz respeito a trabalhar simplesmente pela paz em si. Ele está falando sobre aqueles que trazem a mensagem do Evangelho por querer que as pessoas entrem em um relacionamento com Jesus, o Príncipe da Paz. Romanos 10:15 diz: "Como são belos os pés dos que anunciam boas novas!"

Como pessoas que conhecem a Deus, que experimentaram a Sua misericórdia e fizeram o compromisso em suas vidas de buscar de maneira intensa a Deus, seremos verdadeiros pacificadores. Romanos 5:1 diz: "Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo."

Porém, deixe-me fazer o alerta de que pacificadores geralmente arranjam problemas. Por mais contraditório que isso possa parecer, pacificadores de verdade são também criadores de problemas, pois ao lidar com pessoas que estão em guerra com Deus, primeiro precisam deixá-las tristes para então fazê-las felizes. Em outras palavras, os pacificadores confrontam a realidade das pessoas que estão sem Deus e, naturalmente, sofrerão uma certa agressividade por fazer isso.

Quem foi o maior pacificador de todos? Jesus Cristo. E como ele foi tratado? Com crucificação. Então, se você for um verdadeiro pacificador, será perseguido.

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

ÚNICO DIGNO DE CONFIANÇA


 

Não Viver Só... Mas Em Harmonia




Pr. Olavo Feijó
 Gotas Bíblicas
 |  Pr. Olavo Feijó

Provérbios 21:9 - ¶ É melhor morar num canto de telhado do que ter como companheira em casa ampla uma mulher briguenta.

O rei Salomão, que vivia com todo o conforto, preferira viver no desconforto, a ter que conviver com "uma mulher briguenta". "É melhor morar no fundo do quintal do que dentro de casa, com uma mulher briguenta" (Provérbios 21:9).

O texto de Gênesis 2:18 cita o Criador, quando afirmou: "Não é bom que o homem viva sozinho. Vou fazer para ele alguém que o ajude como se fosse a sua outra metade". Esta citação bíblica é a bandeira daqueles que querem casar, custe o que custar. A interpretação desta frase do Criador não deve ignorar a condição para que viver junto seja "bom" – o objetivo é que a outra parte seja ajudadora, aperfeiçoadora.

Fica ricamente evidente que autossuficiência não é a característica, nem o ideal – seja do homem, seja da mulher. Para que haja harmonia, exige-se que haja interdependência consciente e eficiente. Por isso, quando Salomão deplorou a "mulher briguenta", o argumento se aplica, justamente, também ao "homem briguento". Já o povo, na sua simplicidade descobrira que "antes só do que mal acompanhado". Casamento no Senhor é a convivência harmônica, integrada, dignificando ambas as partes. O problema não é com quem vivo, mas como vivo. Não somente o homem, como a mulher também, deve amar seu cônjuge "como Cristo amou a Igreja, dando sua vida por ela" (Efésios 5:25). Esta é a harmonia do "uma só carne" (Gênesis 2:24).





RELIGIOSIDADE QUE MATA




 



A liberdade em Cristo é tão exagerada que não temos a mínima condição de compreendê-la em sua plenitude, e ao vivermos em um estado de graça, usufruímos dessa imensa e doce liberdade. Mesmo com tantas referências bíblicas alguns tem se encontrado no estado de servidão, que preferem ou sem saber vivem neste estado e carregam um sobrepeso sobre os ombros.

Segundo o apostolo Paulo: "... por causa dos falsos irmãos que se intrometeram, e secretamente entraram a espiar a nossa liberdade, que temos em Cristo Jesus, para nos porem em servidão (Gálatas 2:4).

O religioso segue sua filosofia, sua forma de cultuar, seus rituais, seus costumes e etc. E cria para si mesmo uma condição de prisioneiro de suas crendices. Claro que alguns são influenciados mesmos.

Na religião há os bons e os maus, há uma lista de pecados estabelecidos, ali se encontra todos os pecados que não deve cometer. Se evitar o "proibido", se manterá a conduta correta seguindo assim a vontade de Deus, e ele me amará (?!).

Quando não se consegue seguir o padrão de santidade, há tristeza e desespero, pois a Lei pune com veemência o pecado, exclui a pessoa, expõe a pessoa, abandona a pessoa, disciplina o pecador. "Quebrantando alguém a lei de Moisés, morre sem misericórdia, .." (Hebreus 10:28).

Os religiosos mataram Jesus (Lc 23-13). Morte a Cristo! Decretaram os sacerdotes do Templo e os anciãos, eles continuam por aqui, e continuam matando.

 

Na graça há arrependidos e não-arrependidos, é como se houvesse um de chapéu branco e todos de chapéus pretos, todos de preto são os pecadores e o de branco é JESUS, uns preferem andar tortuosamente pelo mundo, outros optam por seguir Aquele de branco, que deixa um rastro, o caminho, e Ele é diferente, é simples e genuíno.

Não há lista de pecados, mas existe sim uma lista, a lista do que posso fazer e viver: Renunciar tudo e segui-lo, ser testemunha em todo o tempo em todo lugar, orar sem cessar e adorá-lo. Quando criamos este interesse por Ele e seus ensinamentos, não temos mais olhos para o pecado.

Em Jericó, Jesus surpreendeu os religiosos da época ao fazer um convite para ELE dormir na casa de Zaqueu, o publicano, o cobrador de impostos (Lucas 19.2), para as pessoas que testemunharam a cena, o Messias jamais aceitaria repousar na casa de um pecador, quanto mais um auto convite. E com Sicar? A Samaritana no poço de Jacó (João 4.13), um judeu não conversava com samaritanos, homens não se dirigiam as mulheres, fazia parte do costume local, mesmo assim Jesus dialogou com aquela mulher e ofereceu da água da vida. Se, somos imitadores Dele e fomos chamados para quebrar os paradigmas, a liberdade é imensa.

Sendo eu filho, posso tudo, mas a liberdade que temos é a de um herdeiro. Mas não devemos usar essa liberdade para bel-prazeres. "Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Não useis então da liberdade para dar ocasião à carne, mas servi-vos uns aos outros pelo amor" (Gálatas 5.13).

Não precisamos de cordinhas, de controle, de monitoramento via satélite, o homem examine-se a si mesmo (1 Co 11:28), segundo a sua consciência por que o Espírito Santo habita em você (1 Co 6:19), porquê Deus não habita em Templos feito por mãos de homem (Atos 7:48), Ele habita naqueles que O confessaram.

Não devemos ser Cristãos da Lei que esperam o domingo para ouvir algo divino, você é o Templo de Deus e está sem expediente a semana toda. O Deus do templo está impedido de se manifestar, pois o Espírito Santo está dentro de você e de mim, quando nos juntamos constitui-se uma igreja de verdade, "Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles". (Mateus 18:20).


Converse com o Espírito Santo, peça a Ele perdão por este desprezo, pela forma que deixamos Ele de lado, Ele é o Espírito de Jesus, aqui na terra "E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual estais selados para o dia da redenção". (Ef 4.30).

Perseguindo a Santidade



"Bem-aventurados os puros de coração, pois verão a Deus." (Mateus 5:8)

Uma pessoa feliz será uma pessoa santa, porque Jesus disse: "Bem-aventurados os puros de coração, pois verão a Deus" (Mateus 5:8). Mas quem poderia ser puro de coração? Você pode. Eu posso. Devemos entender o que esta afirmação significa. Por puros de coração, Jesus não está dizendo que nunca poderemos ter uma impureza em nossos corações, ou que nunca poderemos ser inconsistentes. Caso contrário, todos seríamos desclassificados, porque a Bíblia ensina claramente que "o coração é mais enganoso que qualquer outra coisa e sua doença é incurável [...]." (Jeremias 17:9).

É assim que funciona: chegamos diante de Deus pobres de espírito; nós nos vemos como realmente somos; nós lamentamos sobre a nossa condição; e, assim como o salmista, oramos: "Cria em mim um coração puro, ó Deus, e renova dentro de mim um espírito estável." (Salmo 51:10).

No mundo atual, muitas vezes o coração é referido como sendo o centro da emoção e a mente como sendo o centro da razão. Mas na cultura hebraica, o coração se referia a tudo. O coração era o centro da personalidade. Ele é tanto o centro das emoções, como da mente. E incluiu o processo de pensamento. Provérbios 23:7 diz: "Porque, como (o homem) imaginou no seu coração, assim é ele."

O coração é o centro de quem você é. Isto significa que, com todo o seu ser, você deve ser puro. Mas ser puro não significa ser impecável. Uma boa tradução da palavra "puro" seria "focado". Então, ser puro de coração significa ter uma devoção focada em Jesus.

Ser puro de coração é procurar viver uma vida santa, porque esse é o segredo da felicidade. Se você quer ser feliz, procure ser santo. Não persiga a felicidade. Persiga a santidade.

A VOLTA PARA CASA



O caminho mais famoso no mundo, é a Via Dolorosa, "a vereda da tristeza". Segundo a tradição, é a rota que Jesus percorreu do palácio de Pilatos até o Calvário.

A rota está marcada por estações usadas freqüentemente pelos cristãos para suas devoções. Uma dessas estações marca a passagem do veredicto de Pilatos.

Outra, a aparição de Simão para ajudar a levar a cruz. Duas estações recordam as quedas de Jesus e outra, as Suas palavras. No total, há quatorze estações, cada uma recordando os acontecimentos da caminhada final de Cristo.

É a rota verdadeira? Provavelmente não. Quando no ano 70 D.C. e mais tarde em 135, Jerusalém foi destruída, as ruas da cidade o foram também. Como resultado, ninguém sabe exatamente qual foi a rota que Jesus seguiu naquela sexta-feira.

Mas nós sabemos onde começa esse caminho. Começa não no tribunal de Pilatos, mas sim nos salões do céu.

O Pai iniciou sua jornada quando deixou seu lar para vir em nossa busca.Iniciou a busca armado com nada mais que paixão para ganhar seu coração.

Esse é o coração da mensagem cristã.

Deus se fez homem. Nasceu em um estábulo comum, de pais comuns, mas seu propósito era extraordinário.

Veio para nos levar ao céu. Sua morte foi um sacrifício por nossos pecados.

Jesus foi nosso substituto. Ele pagou por nossos erros para que nós não tivéssemos que pagar.

O desejo de Jesus foi único: trazer seus filhos de volta para casa.

A Bíblia tem uma palavra para esta busca: reconciliação.

Deus estava em Cristo, reconciliando consigo o mundo (2 Coríntios 5.19)

A palavra grega traduzida como reconciliação quer dizer "fazer algo de uma maneira diferente". A vereda da cruz nos diz exatamente quão longe Deus iria para voltar a juntá-lo todo.

A reconciliação torna a unir o que está separado, inverte a rebelião, reacende a paixão que se esfriou.

A reconciliação toca o ombro do extraviado e o põe no caminho para o lar.

Extraído do livro Ele escolheu você de autoria de Max Lucado

Por Litrazini
http://www.kairosministeriomissionario.com/


Graça e Paz

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

OS DONS OU O DOADOR?


Ano Novo... Realmente Novo!



"Naquele ano, comeram das novidades da terra de Canaã" (Josué 5:12).


"Este ano eu enfrentei muitos problemas e tudo pareceu dar errado em minha vida,
porém, o próximo ano será muito bom para mim!" disse uma jovem senhora a uma
grande amiga. "E como você sabe que o próximo ano será bom?" respondeu a amiga.
"Por que me esforçarei em passar cada um dos dias do ano na presença de meu
Salvador, Jesus Cristo" foi a razão apresentada pela jovem senhora.


Como foi, para você, o ano que agora está terminando? Foi um ano de paz, de
sonhos realizados, de conquistas almejadas, de esperanças renovadas, de grande
alegria e felicidade? Está na hora, então, de glorificar a Deus e exaltar o nome
de Jesus!


Talvez você esteja dizendo: o ano não foi nada bom para mim. Problemas
financeiros, enfermidades na família, decepções no campo afetivo, sonhos
frustrados... Está na hora, então, de dizer a Deus que continua confiando nEle,
que não perdeu a fé e que sabe que a sua bênção vai chegar neste ano que logo
vai começar.


Sabemos que o Senhor tem o melhor para nós e que, muitas vezes, permite que
passemos por lutas e provas para que cresçamos espiritualmente e estejamos
preparados para qualquer coisa que Ele queira fazer em nós e através de nós.


Os problemas que enfrentamos nesse ano talvez sejam apenas um ensaio para
grandes realizações. O que nos pareceu ruim serão experiências para lembrarmos
ao comemorar as grandes vitórias no próximo ano. O choro dará lugar ao sorriso
abundante, os lábios que murmuraram estarão entoando cânticos de regozijo e
gratidão, o Feliz Ano Novo será uma realidade que encherá de gozo os nossos
corações.


O novo ano está chegando! Vamos recebê-lo de braços abertos, com muita
confiança, com a alegria do Senhor, com o brilho dos vitoriosos, com glórias e
aleluias a Deus.


A felicidade no Ano Novo será conquistada se Jesus estiver no coração. Portanto,
receba Jesus e seu Ano Novo será realmente feliz!


Feliz Ano Novo!


* * * * * * * * * *

 
Paulo Roberto Barbosa. Um cego na Internet! Visite minha homepage:
Ministério Para Refletir
Você deseja apoiar esse Ministério? Clique aqui
Assine a Lista de Reflexões
Caso você deseje receber as reflexões diárias diretamente em sua mailbox, apenas clique abaixo e coloque seu nome e email.
inscrever@ministeriopararefletir.com.br 

Para Quem Olhar Sempre |




Pr. Olavo Feijó
 Gotas Bíblicas
   Pr. Olavo Feijó

Salmos 25:15 - ¶ Os meus olhos estão continuamente no SENHOR, pois ele tirará os meus pés da rede.

Davi não foi diferente de nós, enquanto viveu em nosso mundo. Ele sempre contou com perigos e sempre recebeu a ajuda de Deus. Como ele conseguiu? Eis sua receita: "eu olho sempre para o Senhor, pois Ele me livra do perigo".

Quando nos construiu, o Senhor nos deu os órgãos dos sentidos, desde o olho até o tato. A função deles é detectar as coisas que podem ser boas e as coisas que podem ser ruins. Bons órgãos sensoriais dão informação, mas não fornecem interpretação. A avaliação dos dados recebidos é feita por nossos recursos de percepção. A percepção varia de pessoa para pessoa, de acordo com sua história de vida. Daí a importância do ensino de Davi. Se seus órgãos sensoriais ficam focalizados apenas na provação, sua percepção espiritual não recebe dados para sobrepujar o problema.

Ao nos confessar "eu olho sempre para o Senhor", o rei dá testemunha sobre como construir nossas atitudes: porque "Ele me livra do perigo". É lógico que Deus tem poder para nos livrar do perigo mesmo quando não olhamos para Ele. Entretanto, conservar nossa atenção no Senhor e no Seu poder abre nosso coração, permitindo a intervenção do Senhor. A percepção de que Deus nos liberta é consequência da postura de conservar nossos olhos e nossa atenção na capacidade constante da ajuda do Senhor. Para quem devemos olhar "sempre"? Para a provação ou para o Senhor da provação? Davi sugere que nos foquemos sempre no Senhor...