BENVINDO

Minha foto

 Sou servo do Senhor desde 2001,sirvo a Deus na Igreja do Evangelho Quadrangular,  obreiro formado no Instituto Teológico Quadrangular, professor da Escola Bíblica,  casado com Elisângela a 25 anos , pai de 2 filhos maravilhosos,  buscando cada dia conhecer mais ao Senhor. Meu maior desejo é ser " uma bênção" e abençoar àqueles que estão perto e através da web os que estão longe.  Que as bênçãos do Senhor seja transbordante sobre a sua vida, sobre sua casa , sobre sua família, sobre o seu ministério, querido(a) e amado(a) irmão(ã) em Cristo Jesus. 

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

EVANGELISTA CHINESA RELATA FOME, TRABALHO ESCRAVO E TORTURA POR SE RECUSAR A NEGAR A JESUS



A evangelista sino-americana Sarah Liu relatou suas experiências de tortura por ter se arriscado a compartilhar o Evangelho de Jesus Cristo em seu país natal, a China.

Durante um congresso organizado pela Baylor University, a maior universidade batista do mundo, Liu revelou que passou fome, sofreu espancamentos, suportou tortura com choques e ainda exerceu trabalho escravo em uma prisão chinesa, a título de "reeducação" por causa de sua recusa em negar a Jesus.

Liu contou que se converteu em 1991 depois de ouvir a mensagem através de missionários, e em 2005, mudou-se para os Estados Unidos e tornou-se cidadã norte-americana.

Em uma de suas viagens pela China, foi acusada de "perturbar a ordem social" com suas ações evangelísticas, e mantida presa por dois meses.

"A polícia me levou para uma delegacia e perguntaram um monte de informações sobre o meu pastor e os meus amigos […] E eles me sugeriram negar a Jesus Cristo. [Eu disse:] 'Eu não quero fazer isso'. Então, eles me bateram e eles usaram um bastão eléctrico, que pode ferir seu corpo e queimar a sua pele", afirmou Liu, durante seu depoimento no evento.

As torturas, segundo a evangelista, eram impiedosas: "Eles colocavam os bastões elétricos na minha cabeça, meu corpo, em todos os lugares. Colocaram nas minhas mãos. É doloroso. Eu estava gritando. Então eles colocaram a batuta na minha boca, por isso toda a minha boca ficou muito machucada, e eu não podia beber, não podia comer e não poderia falar. E eles ainda cobravam informações".

Liu disse à plateia que ela nunca teve um julgamento adequado ou processo legal antes de ser condenada a três anos em campos de trabalho: "Eu estava apontada por causa da minha fé. Eu estava condenada ao campo de trabalho das mulheres. Eu estava sempre destacada. Um dia, na hora do almoço, eu estava na fila para pegar minha refeição e quando chegou a minha vez de pegar comida, eles me perguntaram: 'Você ainda acredita em Jesus?'. Eu disse, 'Sim'. Então eles me dizem para ficar de frente à parede. Depois que todas as presas terminaram seu almoço, em seguida, eles me ordenaram a ir com elas trabalhar. Quando chegou a hora do jantar, eu estava na fila para conseguir comida e era a minha vez, eles voltaram a fazer a mesma pergunta… Meu corpo estava faminto, mas eu [não] queria desistir de Jesus. Foi-me dito para ficar na parede toda a noite e pela manhã, continuar a trabalhar de novo", relatou.

Depois de ser libertada do campo de trabalho, Liu foi presa novamente em 2001 no dia de seu aniversário e acusada de "crime contra o Estado". De acordo com informações do Christian Post, a evangelista e seus colegas de trabalho conseguiram vencer a batalha judicial com a ajuda de advogados de Pequim. No entanto, ela foi sequestrada pela polícia local após a decisão e submetida a mais três anos no campo de trabalho das mulheres.

"Eu estava na prisão trabalhando na fabricação de luzes de Natal e fones de ouvido enviados para os americanos e diferentes países. Eu tinha uma relação com outros prisioneiros e queria compartilhar Evangelho com eles. Meu objetivo era compartilhar Evangelho com as pessoas, mesmo na prisão. Eu pedi à minha mãe que escondesse um livro espiritual muito pequeno para me entregar na visita, para que eu pudesse compartilhar com um prisioneiro.

Quando ela estava lendo o livro, e os guardas encontraram, eles imediatamente me disseram: 'Sarah, eu vou adicionar uma pena ao seu tempo de prisão porque você ainda faz mesma coisa e você não se arrependeu'", contou a evangelista. "Mas para mim, eu queria apenas continuar a grande comissão de Deus para falar do Evangelho", concluiu.

Tiago Chagas / Gospel mais

Por Litrazini

Graça e Paz


ENQUANTO ESPERA, FAÇA O BEM!


 

A doutrina bíblica da adoção




Pastor Sérgio Fernandes
 Palavra Que Transforma
   |  Pastor Sérgio Fernandes

Gálatas 4:7 - Assim que já não és mais servo, mas filho; e, se és filho, és também herdeiro de Deus por Cristo.

Acredito que Paulo, como eu, ficou espantado com as profundas riquezas advindas da graça divina. A sua experiência transformadora com o Cristo, tanto na conversão como na continuidade de sua vida, lhe dava uma compreensão especial que ele aplicava na sua teologia. Ele, inimigo, havia sido reconciliado pela morte de Cristo. Seria difícil imaginar que houvesse uma glória ainda maior do que essa.

Deus determinou, pelo evangelho, não apenas reconciliar a humanidade consigo mesmo. A sua promessa é ainda maior: Ele promete adotar em sua família divina aqueles que tem fé no Senhor Jesus. A mesma graça que reconcilia o inimigo também o adota como filho.

------------------------------------------------

CONHEÇA MEU CANAL NO YOUTUBE.

Vídeos, devocionais, estudos e pregações

https:
//www.youtube.com/user/pastorsergiofernande?sub_confirmation=1





TERÁ SIDO A MORTE DE JESUS NA CRUZ UM FRACASSO, COMO O PAPA FRANCISCO AFIRMOU?




surpreso

Terá sido a morte de Jesus na cruz um fracasso, como o Papa Francisco afirmou?

Repercutiu bastante nas redes sociais a afirmação do Papa Francisco, durante a homilia de sua missa, de que a morte de Jesus teria sido um "fracasso".
É provável que você já tenha lido sobre isso em vários sites, com opiniões divergentes e, às vezes, até apaixonadas. Então, o que você tem a ganhar lendo este breve artigo? A princípio, não muito, mas eu quero lhe garantir que darei minha opinião sincera sobre o assunto, combinado?

De início, vou copiar o que ele disse, depois falo o que eu penso, ok?
"A cruz mostra-nos uma maneira diferente de medir o sucesso: a nós cabe-nos semear, e Deus vê os frutos do nosso trabalho. E se, às vezes, os nossos esforços e o nosso trabalho parecem gorar-se e não dar fruto, estamos a trilhar a mesma via de Jesus Cristo; a sua vida, humanamente falando, acabou com um fracasso: o fracasso da cruz.", afirmou o papa Francisco em seu discurso. (grifos acrescidos; confira o texto original no próprio site Católico, ACI Digital).

INTRODUÇÃO

Vi algumas opiniões apaixonadas sobre a afirmação, de que teria sido um absurdo e coisa e tal. Eu poderia seguir na mesma linha, principalmente para ganhar audiência e repercussão no blog mas, quero que saiba, eu não vou fazer isso. Por 2 motivos:
Primeiro, eu respeito meus leitores. Sim, eu respeito você, caro leitor, que está aqui me dando o imenso prazer de sua visita, honrando este humilde espaço com seu olhar escrutinador.
Em segundo lugar, eu respeito minha consciência. Eu tenho muita dificuldade em fazer algo que vai de encontro ao que eu acredito. Eu não estou dizendo que não cometo erros ou de que faço tudo certinho. Estou dizendo, isso sim, que há uma luta dentro de mim quando eu sei o que é certo e me sinto compelido a agir seguindo essa convicção.
E eu, como evangélico, fico muito à vontade de fazer essa crítica sem querer puxar a brasa para esse ou aquele lado. Se você ler meus outros textos, poderá verificar se estou sendo honesto e coerente ou não. Fica o convite para continuar lendo meu blog.  :)
Dito isso, vamos à análise do que o papa Francisco disse. E você tem total liberdade para discordar de mim nos comentários, ok? Fique à vontade.

O que o papa Francisco quis dizer?

Eu acredito que a chave para entender a chave do que o papa Francisco é a palavra "humanamente". Ou seja, do ponto de vista puramente humano, a morte de Jesus na cruz pode, sim, ser vista como um fracasso.
Na verdade, para os próprios discípulos foi vista assim. Você duvida? Então como analisar este texto aqui:
Os chefes dos sacerdotes e as nossas autoridades o entregaram para ser condenado à morte, e o crucificaram; e nós esperávamos que era ele que ia trazer a redenção a Israel. E hoje é o terceiro dia desde que tudo isso aconteceu. Lucas 24:20,21
Isso é uma prova cabal de que, para eles, a morte de Jesus na cruz não era o que eles queriam e nem esperavam. Eles estavam decepcionados com o desfecho das coisas e, por isso mesmo, Jesus os repreendeu severamente, chamando-os de tolos e lerdos.
Inclusive eu mesmo já escrevi sobre isso, que você pode ler clicando abaixo:
Portanto, o papa Francisco não estava, pelo menos nesse assunto, ao meu ver, errado em sua afirmação, porque, de fato, humanamente falando a morte na cruz pareceu, principalmente para aqueles que o seguiam, uma fragorosa derrota.
E que venha o mimimi! (risos)

O que a Bíblia diz?

O que a Bíblia nos diz sobre a morte de Jesus na cruz? A Bíblia tem algo a nos dizer sobre isso? Sim, tem, e muito. E não só muito em quantidade, mas muito em qualidade e importância.
Observe:
Quando vocês estavam mortos em pecados e na incircuncisão da sua carne, Deus os vivificou juntamente com Cristo. Ele nos perdoou todas as transgressões, e cancelou a escrita de dívida, que consistia em ordenanças, e que nos era contrária. Ele a removeu, pregando-a na cruz, e, tendo despojado os poderes e as autoridades, fez deles um espetáculo público, triunfando sobre eles na cruzColossenses 2:13-15 (grifos acrescidos)
Esse texto deixa bem claro: a morte de Jesus na cruz NÃO foi um fracasso, mas sim uma retumbante vitória! A cruz fazia parte do plano de Deus desde a fundação do mundo para a remissão e resgate do ser humano.
Observe até onde vai o imensurável amor de Deus, de planejar com antecedência de uma eternidade (sim, existe planejamento a posteriori, infelizmente no Brasil é muito comum…) a salvação do ser humano.
E o fez de uma forma inusitada, inesperada, imprevisível e indefensável: usando os próprios inimigos para fazer o que Ele queria, e os fazendo pensar que eles estavam ganhando fazendo o que eles, os inimigos, queriam e desejavam!
Sim, a morte de Jesus foi uma tremenda vitória, ainda que os discípulos achassem, a princípio, que estavam derrotados e os inimigos do evangelho pensassem, a priori, que haviam se saído vencedores. Que virada, hein?
Por isso que aqueles que se opõem ao evangelho são chamados de "inimigos da cruz de Cristo", justamente porque a cruz foi transformada, após a morte de Jesus, de símbolo de derrota para símbolo de vitória. E que vitória, diga-se de passagem!

O que isso significa para sua vida?

Agora que você já leu o que eu penso de toda essa (falsa) polêmica, deixe-me dizer o que é mais importante para sua vida, o que você vai levar para sua vida, não apenas após concluir a leitura deste artigo, mas todos os dias de sua vida.
Preparado?
O principal de tudo isso é o seguinte, sendo bem objetivo:
Sabe aquelas situações em que você pensa que vai ser o seu fim, que você acha que tudo estará acabado? E que Deus lhe abandonou – assim como Jesus gritou na cruz "Deus meu, por que me abandonaste?" – e lhe deixou sozinho no momento mais difícil?
Aquelas situações que seus inimigos acham que conseguiram destruir você, que finalmente conseguiram derrubar e abater você? Aquelas situações que eles saem comemorando enquanto você fica largado lá, destruído, no chão, e as pessoas passam balançando a cabeça e zombando de você?
Sim, essas situações dolorosas e complicadas, quase insuportáveis, podem fazer parte de um plano maior de Deus em que Ele vai transformar a aparente derrota em uma grande vitória, surpreendendo todo mundo, inclusive você!
Já parou pra pensar nisso?

CONCLUSÃO

Meu amigo, o fim só é o fim quando Deus diz que é. A derrota só é derrota quando Deus a decreta. Portanto, se você está passando por alguma situação complicada, difícil e aparentemente irreversível, saiba que Deus é poderoso para mudar seu quadro e reverter sua situação.
Deixe-me sugerir alguns artigos que vão abençoar sua vida hoje:
Vou desistir… Não aguento mais!
Uma reflexão antes de desistir
9 razões para persistir quando tudo dá errado
Enfim, obrigado e até a próxima!

terça-feira, 29 de setembro de 2015

MUÇULMANOS SONHAM COM JESUS E SE CONVERTEM



Cresce o número de muçulmanos que relatam sonhos com Jesus e se convertem após experiência. É provável que mais de 5% da população muçulmana no mundo tenha tido um sonho com Jesus – o que representa cerca de 80 milhões de sonhadores, afirma editor do site onde os muçulmanos postam seus relatos

"Eu estava no deserto sozinha, perdida. Não havia nada em vista, apenas areia. Eu sentia a areia nos meus pés descalços. Então eu vi algo extraordinário: no meio dessa aridez, uma imensa cruz de madeira emergiu da terra, se levantando e derramando a areia de volta à terra".

Assim começa a narrativa de um sonho que Emina Emlonic, uma adolescente muçulmana da Bósnia, teve. Um sonho sobre Jesus.

Ela continua: "Me senti uma espectadora do meu próprio sonho, e a visão da cruz não me deu medo, nem alegria. Mas eu era uma curiosa e me aproximei, quase flutuando, em direção a ele, o mais magnífico. Era algo que eu nunca tinha visto ou imaginado. Como cheguei mais perto da cruz, de repente vi um homem andando na minha direção: tinha ombros largos, andava em passos largos, com uma pele escura, cabelos longos, e vestindo uma túnica branca.

"E eu, de repente, deixei de ser uma testemunha do meu sonho. Eu estava nele, caminhando na direção do homem que também estava andando na minha direção. Eu o reconheci imediatamente. Ele era Jesus. Sem saber por que, eu caí de joelhos. Ele, em pé, tocou meu rosto com a mão direita".

Os relatos de encontros com Jesus através de sonhos e visões tem sido publicados com frequencia, de acordo com o pastor Frank Costenbader, editor do site Isa Dreams (Sonhos de Isa, em tradução livre). Isa é um nome árabe que se encontra no Alcorão, e corresponde a Jesus.

"O número de sonhos com Isa têm crescido tremendamente desde 2000, e depois de 2005 o ritmo parece ter diminuído ", disse Costenbader. "Mas houve uma explosão de testemunhos na internet nos últimos dois anos sobre as pessoas que encontram Jesus em sonhos e, depois disso, se tornam seguidores de Jesus."

Um homem saudita disse que seu sonho começou com uma cena horrível. "Uma noite, enquanto eu dormia, eu tive um sonho horrível onde eu estava sendo levado para o inferno. O que eu vi lá me trouxe um medo real, e esses sonhos continuaram vindo para mim quase todas as noites. Eu estava realmente querendo saber por que eu estava vendo o inferno dessa maneira", escreveu ele no site Answering-Islam.

Ele disse que Jesus apareceu para ele e disse: "Filho, eu sou o caminho, a verdade e a vida. Entregue sua vida para mim, e siga-me. Gostaria de salvá-lo do inferno que você já viu."

"Isso veio como uma surpresa para mim, pois eu não sabia que este era Jesus. Ele é mencionado no Alcorão e no livro Surata Maria. Ele é indicado como um dos nossos profetas, mas não como um salvador que poderia nos salvar do inferno. Então eu comecei procurar por algum cristão que me desse explicações sobre este Jesus que eu vi ".

Ele disse que teria que chegar até um cristão egípcio, porque o cristianismo é "totalmente proibido na Arábia Saudita e se um cristão é pego evangelizando a um muçulmano, é quase certeza que ele seria decapitado."

Os muçulmanos não são os únicos que relatam tais encontros notáveis. Costenbader diz que muitos hindus também tem postado muitos relatos no site. Ele disse que, independentemente do cenário, uma característica comum dos sonhos com Jesus é o sentimento de paz. "Isso é muito diferente do impõe o sistema cheio de medos do Islã", disse Costenbader.

Christine Darg, co-apresentador de um programa de televisão do Jerusalém Channel, afirma que este é o cumprimento de uma profecia bíblica. "Este fenômeno está acontecendo todos os dias. Esta é parte da profecia do profeta Joel, que nos últimos dias Deus derramará seu Espírito sobre todas as pessoas – vossos filhos e filhas profetizarão, jovens e velhos irão experimentar sonhos e visões", disse Darg.

Darg observou que pelo menos um quarto de todos os crentes muçulmanos já experimentaram algum tipo de sonho ou visão sobrenatural com Jesus.

Costenbader disse que o número de sonhos é incalculável. "Ninguém pode obter estatísticas perfeitas, mas com base em toda a nossa investigação, acreditamos que bem mais de um milhão de sonhos e visões de Jesus ocorreram desde 2000. Isso significa cerca de 200 sonhos, todas as noites, entre os 1,6 bilhões de muçulmanos em todo o mundo."

Ele disse que "é possível que mais de 5% da população muçulmana no mundo pode ter tido um sonho – o que seria cerca de 80 milhões de sonhadores."

Darg aponta que muitos muçulmanos "não relatam suas experiências facilmente por medo de represálias."

Extraído do site da CPAD News

Por Litrazini


Graça e Paz

ATRAVÉS DE NÓS


 

O triunfo de Deus




Pastor Sérgio Fernandes
 Palavra Que Transforma
   |  Pastor Sérgio Fernandes

2 Coríntios 5:17 - Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.

A doutrina da reconciliação desafia profundamente até mesmo os valores que muitos ditos cristãos professam. Em um tempo em que parece ser uma glória para algumas correntes do movimento evangélico que Deus exalte os seus escolhidos ou coloque seus preferidos no palco, vemos o Pai Celestial transformando inimigos em amigos. Se levarmos o evangelho a sério, precisamos com coragem erguer a voz contra o triunfalismo e imediatismo que assolou a esperança de muitos cristãos, lançando uns contra os outros nas comunidades da fé. O triunfo de Deus não é favorecer alguns em detrimentos de outros, mas reconciliar a humanidade consigo.

Aprenda isso: não há glória alguma em um "suposto" inimigo seu ver a sua "suposta vitória". Isso o mundo faz sem necessidade do evangelho. Mas Deus, somente Deus, pode unir a humanidade em um único corpo, ao reconciliar os homens consigo mesmo através da morte de Seu Filho. Esse é o triunfo do evangelho, é isso que traz glória para o Pai Celestial. Deve ser esse o objetivo de cada antigo inimigo de Deus, que pela cruz já foi reconciliado com Ele: levar esse amor e essa esperança àqueles que ainda não foram alcançados pela graça do Pai Celestial.

------------------------------------------------

CONHEÇA MEU CANAL NO YOUTUBE.

Vídeos, devocionais, estudos e pregações

https:
//www.youtube.com/user/pastorsergiofernande?sub_confirmation=1





Sermão Sobre O Crescimento Espiritual - Metas Para O Crescimento Espiritual



Sermão Sobre O Crescimento Espiritual - Metas Para O Crescimento Espiritual
Sermão sobre o crescimento espiritual 
Introdução 
A. Até agora, em nosso estudo sobre o crescimento espiritual, tenho procurado estabelecer o seguinte ... 
1. O crescimento espiritual é uma escolhaque nós temos que fazer 
a. Ordenado por Deus 
b. Exige esforço diligente de nossa parte 
c. No entanto, somos assistidos por Deus em nosso esforço 
d. Nós somos abençoados por Deus tanto nesta vida e na próxima 
2. O crescimento espiritual é muitas vezes dificultado pela baixa autoestima 
a. Muitos cristãos vivem frustrados, porque eles não se veem capazes de atingir níveis mais elevados de crescimento espiritual 
b. Não acreditando na capacidade dada por Deus, eles são propensos a apresentar desculpas para não tentar, e, portanto, não crescem 
3. No entanto, Deus nos ordena a crescer, precisamos ter fé que podemos crescer 
B. Mas qual deveria ser os nossos objetivos em relação ao crescimento espiritual? 
1. Para que devemos nos esforçar, fazer um esforço diligente? 
2. Em que medida podemos determinar que o crescimento espiritual está acontecendo
C. Tal como acontece com qualquer empresa, ter metas e atingi-las é essencial para o sucesso ...
1. O atleta se sobressai quando ele estabelece metas, e as alcança 
2. O homem de negócios bem sucedido entende a importância das metas 
D. Assim é com o cristão. 
1. Nós temos que ter metas e formas de atingi-las. 
2. Eu quero apresentar algumas reflexões a esse respeito. 

I. Metas Comportamental

A. Nossa meta final é ser como Cristo 
1. Jesus sugeriu isso ao falar sobre discipulado 
a. Um discípulo deve se tornar como o seu mestre ... Lucas 6:40 
b. Jesus quer que nos tornemos Seus discípulos ... Mateus 28:19-20 
2. Paulo deixou claro que este é o objetivo da nossa redenção 
a. O desejo de Deus é que sejamos conformes à imagem de seu Filho ... Romanos 8:29 
b. A medida que estamos sendo transformados, é à imagem de Cristo ... 2 Coríntios 3:18 
c. Devemos ser renovados de acordo com a imagem de Cristo ... Colossenses 3:10-11 
3. Assim, um elemento essencial do crescimento espiritual é tornar-se mais semelhante a Cristo, renovando o nosso comportamento em conformidade com o exemplo de Jesus Cristo 
B. Isto envolve o crescimento no conhecimento de Cristo 
1. Que Pedro ordenou em 2 Pedro 3:18 
2. Não apenas o conhecimento acadêmico, mas o conhecimento pessoal através do desenvolvimento do caráter... 2 Pedro 1:5-8 
a. Devemos acrescentar graças espirituais à nossa fé, como a virtude, o conhecimento, o domínio próprio, a perseverança, a piedade, a fraternidade, o amor 
b. É com o desenvolvimento que somos verdadeiramente frutíferos no conhecimento de Cristo ... 2 Pedro 1:8 
3. Estas graças são melhores personificadas em Jesus Cristo; quanto mais crescemos nelas, mais nós realmente conhecemos e entendemos o nosso Senhor e Salvador! 
C. O desafio de alcançar nossas metas comportamentais 
1. Exige esforço diligente ... 2 Pedro 1:5, 10 
2. Exige esforço continuo... Gálatas 6:7-9 
3. Como ressaltado anteriormente, esse crescimento não vem naturalmente; se não tivermos cuidado, podemos voltar a nossa antiga conduta e caráter ... 2 Pedro 2:20-22 
D. O crescimento espiritual verdadeiro exige uma renovação da mente e do caráter (Romanos 12:1-2), em que o objetivo é se tornar como nosso Mestre, Jesus Cristo! Há também… 

II. Metas Funcional

A. A Igreja é um corpo com muitos membros 
1. Em que cada membro é importante ... 1 Coríntios 12:12-22 
2. Em que nem todos os membros têm a mesma função ... Romanos 12:3-5 
3. Cada membro deve fazer a sua parte ... Efésios 4:16 
4. A igreja do Senhor só cresce à medida que cada membro faz a sua parte no corpo de Cristo 
B. Como membros do corpo, devemos crescer 
1. Temos de encontrar e desenvolver a nossa função única no corpo de Cristo ... Romanos 12:6-8
a. Para alguns, pode ser trabalhando na Palavra (pregação, ensino) 
b. Para outros, pode envolver ministrar aos outros (visita, servindo) 
c. Para muitos, isso pode envolver uma multiplicidade de talentos e habilidades 
2. Devemos utilizar os nossos dons (funções) no serviço de Deus ... 1 Pedro 4:10-11 
a. Aqueles que ministram, faça-o conforme os oráculos de Deus 
b. Aqueles que servem, com a força que Deus dá 
3. Falhar em crescer traz reprovação (por exemplo, Hebreus 5:12-14), pois somos culpados de perder o que Deus nos deu 
C. O desafio de alcançar nossas metas funcionais 
1. O desafio de determinar nossa função no corpo de Cristo 
a. Nem todos os membros têm a mesma função; qual é a minha? 
b. Não tenho de certos talentos, ou eles simplesmente precisam ser desenvolvidos? 
c. Eu sou realmente um indivíduo de um talento, ou uso essa possibilidade como uma desculpa para não desenvolver o que eu sou realmente capaz de fazer? 
2. O desafio de desenvolver a nossa função no corpo de Cristo 
a. Enquanto algumas habilidades podem vir naturalmente, outras podem levar tempo e esforço 
b. A minha falta de desenvolvimento é o resultado da indiferença ou a preguiça? 
c. Eu estou frustrando a mim através de pensamentos negativos? 
d. Será que estou permitindo que as seduções do mundo minem o meu tempo e esforço? 
3. Precisamos ser honestos com nós mesmos; na verdade, o Dia do Juízo Final revelará se fomos ou não honestos (cf. 2 Coríntios 5:10; Mateus 25:14-30) 
D. Finalmente, um pensamento ou dois sobre ... 

III. Metas Congregacional

A. O crescimento Individual está entrelaçado com o Crescimento da Igreja 
1. A função principal da igreja é a edificação dos santos ... Efésios 4:11-16 
2. Somos desafiados a ministrar nossos dons uns aos outros ... 1 Pedro 4:11 
3. À medida que crescemos individualmente, crescemos como igreja e vice-versa 
B. Os objetivos da Igreja deveria incorporar metas individuais 
1. Os objetivos de uma congregação deve permitir o cumprimento de metas individuais 
a. Proporcionar incentivo por meio de seus programas educacionais 
b. Proporcionar oportunidade para os cristãos servir em seus vários papéis 
2. Os objetivos de uma congregação irá requerer o cumprimento de metas individuais 
a. Será que a igreja tem uma meta para o crescimento? Isso requer professores e outros que ministrem para o rebanho 
b. Será que a igreja tem um objetivo de difundir o evangelho? Isso requer pregadores e aqueles que irão apoiá-los ... Romanos 10:14-15 
3. Para crescer individualmente, nós beneficiamos muito com a ajuda de metas congregacionais!
C. O desafio de alcançar nossas metas Congregacional 
1. Depende muito da cooperação de todos os membros 
2. Se não estivermos unidos na necessidade de crescimento espiritual, é pouco provável que vamos definir metas congregacionais que vão nutrir tal crescimento 
3. Se não estamos crescendo individualmente, é pouco provável que os objetivos congregacionais serão alcançados 
4. Se desejamos crescer como congregação, precisamos estar crescendo como pessoas, e definir as nossas metas para tal! 

Conclusão 
A. O crescimento espiritual exige o estabelecimento de metas ... 
1. Os indivíduos devem ter tanto as metas comportamentais como as funcionais 
2. Tanto indivíduos como congregação devem ter metas similares 
B. A medida que alcançamos nossas metas como indivíduos e como congregação... 
1. Cristo será glorificado! 
2. Como discípulos e como membros do Seu corpo, vamos nos tornar o que Ele deseja que sejamos! 
C. Se desejamos crescer espiritualmente, precisamos definir e lutar por metas comportamentais, funcionais e congregacionais que nos inspiram na direção certa! 

Pr. Aldenir Araújo