BENVINDO

Minha foto

 Sou servo do Senhor desde 2001,sirvo a Deus na Igreja do Evangelho Quadrangular,  obreiro formado no Instituto Teológico Quadrangular, professor da Escola Bíblica,  casado com Elisângela a 25 anos , pai de 2 filhos maravilhosos,  buscando cada dia conhecer mais ao Senhor. Meu maior desejo é ser " uma bênção" e abençoar àqueles que estão perto e através da web os que estão longe.  Que as bênçãos do Senhor seja transbordante sobre a sua vida, sobre sua casa , sobre sua família, sobre o seu ministério, querido(a) e amado(a) irmão(ã) em Cristo Jesus. 

terça-feira, 30 de setembro de 2014

SUA MÃO, SEU ESPÍRITO



As mãos de nosso Pai são assim. Você diz a ele: "Pai faze isto em mim, pois não posso fazê-lo sozinho. É grande demais para mim". E você sai, dando o passo de fé, para fazer e dizer coisas que só poderiam vir das mãos de Deus.

Depois de tudo, seu espírito clamará: Foi Deus quem fez isso, e ninguém mais! Deus me conduziu, deu-me as Palavras, deu-me o poder – e isto é maravilhoso! Não há nada melhor do que viver nesta dimensão sobrenatural! 

O PODER DE DEUS SOBRE NÓS, EM NÓS E MOVENDO-SE ATRAVÉS DE NÓS É EXATAMENTE O QUE TRANSFORMA DEPENDÊNCIA EM INESQUECÍVEIS EXPERIÊNCIAS DE PLENITUDE. "Não que, por nós mesmos sejamos capazes de pensar alguma coisa", disse Paulo, "como se partisse de nós, pelo contrário, a nossa suficiência vem de Deus, o qual nos habilitou para sermos ministros de uma nova aliança" (2Co 3: 5-6). 

Por mais trágico que isso possa parecer, a mão do Senhor é tão raramente experimentada, até mesmo por cristãos maduros, que eles não sentem falta dela nem pedem sua atuação. Eles mal sabem que ela existe. Pensam nela como algo reservado aos profetas e apóstolos, que não é para eles. 

Quando estas pessoas enfrentam a perspectiva do fracasso, sua tendência é chegar à errônea conclusão: Fui longe demais; acabei chegando ao lugar errado. Já que cheguei ao fim de meus recursos, a melhor coisa é sair, rápido! 

Jabez, ao contrário, estava tão certo de que a mão de Deus sobre ele era necessário para alcançar as bênçãos, que foi incapaz de imaginar uma vida honrada sem ela. Vamos analisar em mais detalhes o significado de sua oração.

A "mão do Senhor" é um termo bíblico para expressar o poder e a presença de Deus na vida de seu povo (veja Js 4:24 e Is 59:1). 

Em Atos, o sucesso fenomenal da Igreja primitiva foi atribuído a uma coisa: "A mão do Senhor estava com eles, e muitos crendo, se converteram ao Senhor" (At 11:21). 

Uma descrição mais específica do Novo Testamento sobre a mão de Deus é o "encher-se do Espírito Santo". O crescimento da igreja deve seu poderoso testemunho, tanto à necessidade quanto à disponibilidade da mão de Deus para realizar as coisas de Deus. 

Considere a progressão natural que parte de mais bênçãos para maiores fronteiras e em seguida para a necessidade de poder sobrenatural. Quando Jesus deu a seus discípulos a "Grande Comissão – Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações... E eis que estou convosco todos os dias" (Mt 28: 19-20), estava lhes outorgando tanto uma benção incrível, quanto uma tarefa impossível. 

Ir a todas as nações e pregar? Desastre à vista! Afinal, ele estava escalando pessoas não confiáveis e covardes como Pedro, que já havia provado que até uma menina próxima a uma fogueira, poderia fazê-lo negar ter conhecido Jesus! 

No entanto, ao enviar o Espírito Santo (At 1:8), Jesus tocou aqueles cristãos comuns com um toque de grandeza, enchendo-os de seu poder miraculoso para espalhar o evangelho por toda a face da terra. Você notará, de fato, que a frase presente no relato de Lucas (Cheios do Espírito Santo), freqüentemente está ligada à uma conseqüência: "eles falavam com intrepidez" (Veja At 4:13, 5:29, 7:51, 9:27). Apenas Deus, trabalhando através deles, poderia executar os milagres e as conversões em massa que se seguiram. 

Ao pedirmos a poderosa presença de Deus, como Jabez e a Igreja primitiva fizeram, também veremos resultados tremendos que podem ser explicados somente como vindos da mão de Deus. 

O que mais me surpreende sobre a Igreja primitiva é que os cristãos buscavam continuamente serem cheios de Deus (veja At 4: 23-31). Eram conhecidos como uma comunidade que passava horas e até mesmo dias em oração juntos, esperando em Deus e pedindo seu poder (veja At 2: 42-47). Eles ansiavam por receber mais da "mão de Deus" – um preenchimento espiritual renovado do poder de Deus que poderia transformar um fracasso certo e iminente em um milagre, fazendo com que tarefas impossíveis fossem realizadas. 

Paulo instruiu os cristãos de Éfeso a fazer disso uma prioridade: "para que sejais tomados de toda a plenitude de Deus" (Ef 3:19). Com este fim em mente, Paulo orou para que Deus os abençoasse e os fortalecesse "mediante o seu Espírito" (Ef 3:16). 

Quando foi a última vez em que sua Igreja se reuniu e pediu para ser cheia do Espírito Santo? Qual foi a última vez em que você orou com freqüência e fervor dizendo: "Oh Senhor, coloca a tua mão sobre mim! Enche-me com o teu Espírito Santo"! 

A rápida disseminação das Boas Novas no mundo romano não poderia ter acontecido de outra maneira. 

Extraído do livro A oração de Jabez de Bruce Wilkinson 

Por Litrazini


Graça e Paz

RELACIONAMENTO ESSENCIAL


A Felicidade De Descobrir O Amor

 m

"Deus é amor, e aquele que permanece no amor permanece em
Deus, e Deus, nele" (1 João 4:16).


O verdadeiro arrependimento odeia o pecado e não somente o
castigo. Ele odeia o pecado porque descobriu e sentiu o amor
de Deus." (W. Taylor)


É uma grande verdade! Todo aquele que experimenta o amor do
Senhor não deseja de maneira alguma afastar-se de Sua
presença. Nada em nossa caminhada pela vida pode se comparar
à grande alegria de estar ao lado de Cristo, de poder
segurar em Suas mãos, de buscar Seus conselhos antes de
tomar qualquer iniciativa, de saber que Ele nos guarda em
cada momento. E se o pecado nos afasta de Deus, queremos
estar sempre afastados do pecado.


O pecado não pode atrair o verdadeiro cristão. O que o atrai
é o amor do Senhor, os perdidos que precisam ser salvos, os
necessitados que precisam de uma mão estendida, os
desesperançados que, em silêncio, clamam por um pouco de fé.
O pecado entristece o coração -- Cristo aviva a alma. O
pecado nos faz andar de cabeça baixa -- o Senhor nos ensina
a olhar para o alto, em qualquer circunstância.


Pior que o castigo eterno como consequência do pecado é não
poder desfrutar das bênçãos de Deus, de Seu amor
inigualável, da felicidade que só os filhos de Deus podem
ter. Saber que estamos juntos do Senhor e que Ele está junto
a nós produz um gozo no coração que problemas ou lutas desse
mundo não podem tirar. O Senhor nos ama! E saber que Ele nos
ama é o combustível de toda a nossa felicidade. Desde jovem
eu descobri o amor do Senhor. Troquei minha tristeza por
alegria, a minha solidão pela companhia maravilhosa do
Senhor, as minhas mentiras pela Verdade que nunca muda, o
meu caminho incerto pela certeza da vida abundante e eterna.
Que decisão marcante foi aquela! A melhor decisão de todos
os anos de minha vida!


Deus é amor. Você O ama? 
Paulo Roberto Barbosa. Um cego na Internet! Visite minha homepage:
Ministério Para Refletir
Assine a Lista de Reflexões
Caso você deseje receber as reflexões diárias diretamente em sua mailbox, apenas clique abaixo e coloque seu nome e email.
inscrever@ministeriopararefletir.com.br 

Um novo começo



Ministérios RBC
Um novo começo
Leitura: Lucas 5:17-26
…Os sãos não precisam de médico, e sim os doentes. —Lucas 5:31
Em muitos países, as leis relacionadas à saúde pública proíbem a reutilização ou a revenda de colchões velhos. Somente os aterros sanitários os aceitam. Tim Keenan lidou com este problema, e, hoje, seu negócio emprega uma dúzia de pessoas que separam os componentes de metal, tecido e espuma dos colchões velhos para reciclagem. Mas essa é apenas uma parte da história. O jornalista do periódico local escreveu: "De todos os itens que ele recicla […] seu maior sucesso são as pessoas." Keenan contrata homens de casas de reintegração social e de abrigos para os sem-teto, e lhes oferece um emprego e uma segunda chance. Ele diz: "Pegamos aqueles que ninguém mais quer."
O livro de Lucas 5:17-26 relata como Jesus curou o corpo e a alma de um paralítico. Após esse acontecimento miraculoso, Levi respondeu ao chamado de Jesus para segui-lo e, em seguida, convidou os seus colegas publicanos e amigos para um banquete em honra ao Senhor (vv.27-29). Quando algumas pessoas acusaram Jesus de associar-se com os indesejáveis (v.30), Ele as lembrou de que as pessoas saudáveis não precisam de médico, acrescentando: "Não vim chamar justos, e sim pecadores, ao arrependimento" (v.32).
Para todo aquele que se sente como um rejeitado rumo ao lixão da vida, Jesus abre os braços de amor e oferece um novo começo. Foi para isso que Ele veio!
—DCM
Salvação significa receber uma nova vida.

  

Reflexões em 1 Coríntios - A diversidade do corpo da ressurreição


 







  Pastor Sérgio Fernandes

1 Coríntios 15:39 - Nem toda a carne é uma mesma carne, mas uma é a carne dos homens, e outra a carne dos animais, e outra a dos peixes e outra a das aves.

Paulo já demonstrou na primeira carta aos coríntios que Deus ama a diversidade. O corpo de Cristo é composto por seres humanos de todas as raças, tribos e nações, com talentos e dons únicos. Paulo mostrará um pouco mais a respeito do corpo da ressurreição elaborando essa série de comparações: os corpos dos seres terrestres diferem uns dos outros (vv.39), há diferentes corpos celestes (vv.40) e, entre eles, há brilhos distintos entre um corpo celeste e outro (vv.40,41).

Na ressurreição, Deus não trará a vida um exército de clones idênticos. Cada ser humano ressurreto terá uma identidade própria, que de algum modo é a continuidade da identidade antiga. Os que morreram velhos não deverão regressar velhos, e as crianças não deverão ressuscitar como tais. A tradição da Igreja sempre acreditou que a humanidade ressurreta se revelará com o aspecto jovial que por certo existia em Adão e Eva antes da queda (Fp 3.20,21 parece sugerir esse pensamento).

----------------------------------------

Curta minha página no Facebook

www.facebook.com/pastorsergiofernandes
 

Bem Vindo! Ministérios RBC



Prezado(a) Renato Luis Victor,
Obrigado por se cadastrar para receber o Pão Diário  em seu email. Queremos que saiba que estamos aqui para o apoiar e incentivar em sua caminhada com Deus por meio de diferentes recursos bíblicos.
  • Visite nosso site e saiba mais sobre o trabalho de Pão Diário www.ministeriosrbc.org
  • Jogada Perfeita: visite e fique por dentro dos esforços evangelisticos durante a Copa do Mundo www.jogadaperfeita.org
  • Publicações RBC: visite nosso site onde temos disponíveis uma linha de produtos completos que o ajudaram no seu crescimento através da Palavra de Deus. www.publicacoesrbc.com
Muitas pessoas, até mesmo através de pequeníssimas doações, nos capacitam a alcançar outros com a sabedoria transformadora da Bíblia. Não recebemos recursos financeiros nem doações de nenhum grupo ou denominação.  Se deseja coloborar com a sua doação pode participar aqui mesmo.
Acreditamos que, quando o povo de Deus passa tempo regular com Deus em Sua Palavra, experimentam a alegria de uma caminhada mais íntima com o Deus Todo-Poderoso. Estamos ao seu serviço. Não hesite em contatar-nos a por telefone ou e-mail.  Ao fazê-lo, por favor tenha sempre em mãos o seu número de referência 760049711 para ajudar-nos a agilizar seu pedido e servi-lo(a) melhor.
A serviço do mestre,
Atendimento ao leitor
Ministérios RBC
Esta mensagem foi enviada para renatovictor41.vencedor@blogger.com. Para assegura-se que os nossos emails chegam até você, por favor adicione o nosso email naoresponder@rbcamericas.org à sua lista de contatos.
Para Ministérios RBC, é de suma importância manter e proteger a privacidade dos seus dados pessoais. Não compartilharemos seus dados pessoais, com nenhuma outra organização, com ou sem fins lucrativos. Se você não deseja receber as nossas notícias e atualizações por email, clique aqui.
Rua Nicarágua 2128 | Bacacheri |  82515-260 Curitiba/PR
Tel.: (41) 3257 4028 |  E-mail: brasil@rbc.org
© 2014 RBC Ministries | Todos os direitos reservados.

[Estudos Bíblicos] Fala, porque o Teu servo ouve


[Estudos Bíblicos] Fala, porque o Teu servo ouve

Link to Estudos Bíblicos

Posted: 29 Sep 2014 04:59 PM PDT
Fala, porque o Teu servo ouve"Então veio o Senhor, e ali esteve, e chamou como das outras vezes: Samuel, Samuel. E disse Samuel: Fala porque o teu servo ouve" (I […] [continue lendo]

Compartilhe: no Facebook - no Twitter - Comente! - Dúvida? Faça sua pergunta
Posted: 29 Sep 2014 02:30 PM PDT
Caixa de Ferramentas para Transformar a Vida e o MundoDescobri que existe uma ferramentaria do bem disponível aos servos de Jesus. Aprender a utilizar tais ferramentas é tornar-se apto a trabalhar para o Reino […] [continue lendo]

Compartilhe: no Facebook - no Twitter - Comente! - Dúvida? Faça sua pergunta
Posted: 29 Sep 2014 11:30 AM PDT
Algo Para Ser Pensado e RefletidoA questão da vida eterna é muitas vezes respondida pelo sentido de alarme de grande perigo que se corre com o estilo de vida assumido. […] [continue lendo]

Compartilhe: no Facebook - no Twitter - Comente! - Dúvida? Faça sua pergunta
Posted: 29 Sep 2014 09:30 AM PDT
Jeová “é tardio em irar-se.” Quando a misericórdia veio ao mundo ela conduziu cavalos alados; os eixos das rodas de sua carruagem estão vermelhos com […] [continue lendo]

Compartilhe: no Facebook - no Twitter - Comente! - Dúvida? Faça sua pergunta
Posted: 24 Sep 2014 06:30 PM PDT
Estamos nós fazendo o que é certo?Será que estamos verdadeiramente cumprindo o que Jesus nos mandou fazer, as vezes estamos muitos preocupados com os eventos de nossas Igrejas, com festa disso […] [continue lendo]

Compartilhe: no Facebook - no Twitter - Comente! - Dúvida? Faça sua pergunta
 

É A BÍBLIA VERDADEIRAMENTE A PALAVRA DE DEUS?



Nossa resposta a esta pergunta não irá apenas determinar como vemos a Bíblia e sua importância para nossas vidas, mas também, ao final, provocar em nós um impacto eterno. Se a Bíblia é de fato a palavra de Deus, devemos então estimá-la, estudá-la, obedecer-lhe e nela confiar. Se a Bíblia é a Palavra de Deus, dispensá-la, então, é dispensar o próprio Deus.


O fato de que Deus nos deu a Bíblia é evidência e exemplo de Seu amor por nós. O termo "revelação" significa simplesmente que Deus comunicou à humanidade como Ele é e como nós podemos ter um correto relacionamento com Ele. São coisas que não poderíamos saber se Deus, na Bíblia, não as tivesse revelado divinamente a nós.

Embora a revelação de Deus sobre Si mesmo tenha sido dada progressivamente, ao longo de aproximadamente 1500 anos, ela sempre conteve tudo que o homem precisava saber sobre Deus para com Ele ter um bom relacionamento. Se a Bíblia é realmente a Palavra de Deus, é portanto a autoridade final sobre todas as questões de fé, prática religiosa e moral.

A pergunta que devemos fazer a nós mesmos é: como podemos saber que a Bíblia é a Palavra de Deus e não simplesmente um bom livro? O que é único sobre a Bíblia que a separa de todos os outros livros religiosos já escritos? Existe alguma evidência de que a Bíblia é realmente a Palavra de Deus?

Estes são os tipos de perguntas que merecem análise se formos seriamente examinar a afirmação bíblica de que a Bíblia é a verdadeira Palavra de Deus, divinamente inspirada, e totalmente suficiente para todas as questões de fé e prática.

Não pode haver dúvida sobre o fato de que a própria Bíblia afirma ser a verdadeira Palavra de Deus. Tal pode ser claramente observado em versículos como 2 Timóteo 3:15-17, que diz: "... desde a infância, sabes as sagradas letras, que podem tornar-te sábio para a salvação pela fé em Cristo Jesus. Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra."

A fim de responder a estas perguntas, devemos observar tanto as evidências internas quanto as evidências externas de que a Bíblia é mesmo a Palavra de Deus.

Evidências internas são aquelas coisas do interior da Bíblia que testificam sua origem divina.

UMA DAS PRIMEIRAS EVIDÊNCIAS INTERNAS DE QUE A BÍBLIA É A PALAVRA DE DEUS É A SUA UNIDADE. Apesar de, na verdade, ser composta de sessenta e seis livros individuais, escritos em três continentes, em três diferentes línguas, durante um período de aproximadamente 1500 anos, por mais de 40 autores (que tinham profissões diferentes), a Bíblia permanece como um livro unificado desde o início até o fim, sem contradições. Esta unidade é singular em comparação a todos os outros livros e é evidência da origem divina das palavras, enquanto Deus moveu homens de tal forma que registraram as Suas palavras.

OUTRA EVIDÊNCIA INTERNA QUE INDICA QUE A BÍBLIA É A PALAVRA DE DEUS É OBSERVADA NAS PROFECIAS DETALHADAS CONTIDAS EM SUAS PÁGINAS. A Bíblia contém centenas de detalhadas profecias relacionadas ao futuro de nações individuais, incluindo Israel, ao futuro de certas cidades, ao futuro da humanidade, e à vinda de um que seria o Messias, o Salvador, não só de Israel, mas de todos que Nele cressem.

Ao contrário de profecias encontradas em outros livros religiosos, ou das profecias feitas por Nostradamus, as profecias bíblicas são extremamente detalhadas e nunca falharam em se tornar realidade.

Há mais de trezentas profecias relacionadas a Jesus Cristo apenas no Antigo Testamento. Não apenas foi predito onde Ele nasceria e de qual família viria, mas também como Ele morreria e que ressuscitaria ao terceiro dia.

Simplesmente não há maneira lógica de explicar as profecias cumpridas da Bíblia a não ser por origem divina. Não existe outro livro religioso com a extensão ou o tipo de previsão das profecias que a Bíblia contém.

UMA TERCEIRA EVIDÊNCIA INTERNA DA ORIGEM DIVINA DA BÍBLIA É NOTADA NA SUA AUTORIDADE E PODER ÚNICOS. Enquanto esta evidência é mais subjetiva do que as duas evidências anteriores, ela não é nada menos do que testemunho poderoso da origem divina da Bíblia. A Bíblia tem autoridade única, que não se parece com a de qualquer outro livro já escrito. Esta autoridade e poder podem ser vistos com mais clareza pela forma como inúmeras vidas já foram transformadas pela leitura da Bíblia. Curou viciados em drogas, libertou homossexuais, transformou a vida de pessoas sem rumo, modificou criminosos de coração duro, repreende pecadores, e sua leitura transforma o ódio em amor.

A Bíblia possui um poder dinâmico e transformador que só é possível por ser a verdadeira Palavra de Deus

Além das evidências internas de que a Bíblia é a Palavra de Deus, existem também evidências externas que indicam isto.

UMA DAS EVIDÊNCIAS EXTERNAS É O CARÁTER HISTÓRICO DA BÍBLIA. Como a Bíblia relata eventos históricos, a sua veracidade e precisão estão sujeitas à verificação, como qualquer outro documento histórico. Através tanto de evidências arqueológicas quanto de outros documentos escritos, os relatos históricos da Bíblia foram várias vezes comprovados como verdadeiros e precisos.

Na verdade, todas as evidências arqueológicas e encontradas em manuscritos que validam a Bíblia a tornam o melhor livro documentado do mundo antigo. O fato de que a Bíblia registra precisa e verdadeiramente eventos historicamente verificáveis é uma grande indicação da sua veracidade ao lidar com assuntos religiosos e doutrinas, ajudando a substanciar sua afirmação em ser a Palavra Deus.

OUTRA EVIDÊNCIA EXTERNA DE QUE A BÍBLIA É A PALAVRA DE DEUS É A INTEGRIDADE DE SEUS AUTORES HUMANOS. Como mencionado anteriormente, Deus usou homens vindos de diversas profissões e ofícios para registrar as Suas palavras para nós. Estudando as vidas destes homens, não há boa razão para acreditar que não tenham sido homens honestos e sinceros. Examinando suas vidas e o fato de que estavam dispostos a morrer (quase sempre mortes terríveis) pelo que acreditavam, logo se torna claro que estes homens comuns, porém honestos, realmente criam que Deus com eles havia falado.

Os homens que escreveram o Novo Testamento e centenas de outros crentes (1 Coríntios 15:6) sabiam a verdade da sua mensagem porque haviam visto e passado tempo com Jesus Cristo depois que Ele ressuscitou dentre os mortos.

A transformação ao ter visto o Cristo Ressuscitado causou tremendo impacto nestes homens. Eles passaram do "esconder-se com medo" ao estado de "disposição a morrer pela mensagem que Deus lhes havia revelado". Suas vidas e mortes testificam o fato de que a Bíblia é verdadeiramente a Palavra de Deus.

UMA ÚLTIMA EVIDÊNCIA EXTERNA DE QUE A BÍBLIA É VERDADEIRAMENTE A PALAVRA DE DEUS É SEU "CARÁTER INDESTRUTÍVEL". Por causa de sua importância e de sua afirmação em ser a Palavra de Deus, a Bíblia sofreu mais ataques e tentativas de destruição do que qualquer outro livro na história. Dos primeiros imperadores romanos como Diocleciano, passando por ditadores comunistas e até chegar aos ateus e agnósticos modernos, a Bíblia resistiu e permaneceu a todos os seus ataques e continua sendo o livro mais publicado no mundo hoje.

Através dos tempos, céticos tiveram a Bíblia como mitológica, mas a arqueologia a estabeleceu como histórica. Seus oponentes atacaram seus ensinamentos como sendo primitivos e desatualizados, porém estes, somados a seus conceitos morais e legais, tiveram uma influência positiva em sociedades e culturas do mundo todo. Ela continua a ser atacada pela ciência, psicologia e por movimentos políticos, mas mesmo assim permanece tão verdadeira e relevante como quando foi escrita.

Ela é um livro que transformou inúmeras vidas e culturas através dos últimos 2000 anos. Não importa o quanto seus oponentes tentem atacá-la, destruí-la ou fazer com que perca sua reputação, a Bíblia permanece tão forte, verdadeira e relevante após os ataques quanto antes.

A precisão com que foi preservada, apesar de todas as tentativas de corrompê-la, atacá-la ou destruí-la é o testemunho claro do fato de que a Bíblia é verdadeiramente a Palavra de Deus.

Não deveria ser surpresa para nós que, não importa o quanto seja atacada, ela sempre volta igual e ilesa. Afinal, Jesus disse: "Passará o céu e a terra, mas as minhas palavras não passarão"(Marcos 13:31). Após observar as evidências, qualquer um pode dizer sem dúvida nenhuma que "Sim, a Bíblia é verdadeiramente a Palavra de Deus."

Fonte: GotQuestion

Por Litrazini

Graça e Paz

Andar de Fato Com Jesus



"Não há salvação em nenhum outro, pois, debaixo do céu não há nenhum outro nome dado aos homens pelo qual devamos ser salvos." (Atos 4:12)

Você já experimentou estar de fato com Jesus?
Ou só O conhece como uma figura mítica, ou talvez como um exemplo moral?

Bom, o mesmo Jesus que morreu na cruz, o mesmo Jesus que deu ousadia aos apóstolos Pedro e João (Atos 3:4), ainda está aqui conosco e ainda é capaz de mudar as nossas vidas.

Ele quer ser parte de sua vida, guiar e dirigir os seus passos e limpá-lo de todos os seus pecados. Ele ama você e tem um plano e um propósito para a sua vida. Ele quer molda-lo à Sua imagem para que você se torne como Ele. Para que você verdadeiramente O conheça.

O apóstolo Pedro disse: "Não há salvação em nenhum outro, pois, debaixo do céu não há nenhum outro nome dado aos homens pelo qual devamos ser salvos" (Atos 4:12).

O único jeito de você ser perdoado de seu pecado, o único jeito de saber que vai para o céu quando morrer, o único jeito de ter paz verdadeira em seu coração e de ter uma consciência livre de culpa é pedir a Jesus Cristo, o Filho de Deus, que lhe perdoe e que seja o seu Salvador e Senhor.

Não há outras opções. Só há uma corda de salvação jogada dos céus para a humanidade. E essa corda é Jesus Cristo.

Você já pediu-Lhe que entre em sua vida? Você tem realmente certeza de que seu pecado foi perdoado?

Os apóstolos Pedro e João podiam dizer: "Estivemos com Jesus".
E você? Também pode dizer que "Esteve com Jesus"?

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

CONFISSÃO E PERDÃO



No filme "A procura da felicidade" o ator Will Smith interpreta a história de Chris Gardner, empresário no ramo de corretagem de ações. Para Gardner a procura da felicidade foi um caminho de sofrimento e humilhação, mas ela chegou 'vestida' de uma porta de emprego que ele soube aproveitar muito bem. 

A bíblia garante que a felicidade está em Deus; depende de Deus, mas depende também de nós. Enquanto no filme a conquista da felicidade estava em uma vida financeiramente equilibrada, na vida espiritual essa conquista passa pela confissão de pecado. 

"Feliz aquele cujas maldades Deus perdoa e cujos pecados ele apaga! Feliz aquele que o Senhor Deus não acusa de fazer coisas más e que não age com falsidade" (Sl.32:1-2).

O pior mau não são os males sociais, ou as guerras, ou a violência doméstica (muito embora essas coisas sejam más). O pior mal que pode existir é a ausência de Deus na vida. 

Isaías profetiza e diz: "Vocês estão pensando que o Senhor perdeu a força e não pode nos salvar? Ou pensam que ele está surdo e não pode nos ouvir? Pois são os pecados de vocês que os separam do seu Deus, são as suas maldades que fazem com que ele se esconda de vocês e não atenda as suas orações" (Is.59:1-2). 

O rei Davi considera que enquanto ele não confessou o seu pecado sua vida se tornou pesada demais, suas lágrimas eram constantes, além de sentir que a mão de Deus pesava sobre ele. (Salmo 32:3-4). Mas, no dia em que confessou o seu pecado o Senhor o perdoou imediatamente (v.5). Sentindo-se livre do pecado Davi proclama: "Tu és o meu esconderijo; tu me livras da aflição, Eu canto bem alto a tua salvação, pois me tens protegido". (v.7).

"Todos vocês que são corretos, alegram-se e fiquem contentes por causa daquilo que o Senhor tem feito! Cantem de alegria, todos vocês que são obedientes a ele!" (Salmo 32:11).

Não seja uma pessoa sem juízo, a felicidade está em Deus e não fora da presença dEle! 

Pr. Luiz Carlos Leite

Por Litrazini


Graça e Paz

A CURA


Pelas Razões Certas


"Nem todo aquele que me diz: 'Senhor, Senhor', entrará no Reino dos céus, mas apenas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus." (Mateus 7:21)

Durante o Seu ministério na Terra, Jesus enfrentou o problema de pessoas que o seguiam por razões erradas. Ele constantemente as desafiava a pesar o custo de suas decisões, para que se certificassem dos motivos de suas escolhas.

Ele queria que todos o seguissem, é claro. Mas, queria que fizessem isso pelas razões certas.

Para verdadeiramente conhecer a Deus, é preciso concordar com as Suas condições ao invés de impor as nossas próprias. Deve-se fazer do jeito d'Ele e não do nosso.

Não dá para eu escolher os mandamentos da Bíblia que me atraem, ou os atributos que acho interessantes. É tudo ou nada. É viver a vida à maneira de Deus ou então não segui-Lo.

É claro que há muitas pessoas atualmente que não Lhe seguem pelas razões certas. Jesus ensinou que haveria aqueles no dia do julgamento que pensariam que criam, mas realmente não criam.

Em Mateus 7:21 Jesus faz uma declaração radical: "Nem todo o que me diz: 'Senhor, Senhor', entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus."

Se você só está interessado no que é bacana ou no que é socialmente aceitável, tenho que lhe dizer que seguir Jesus Cristo provavelmente não vai fazer os Seus planos darem certo.

Mas se você estiver interessado naquilo que é certo e na melhor maneira de viver a sua vida; se estiver interessado na esperança do céu e numa vida com sentido, não há outra coisa a escolher.

Questão de confiança


Ministérios RBC
Questão de confiança
Leitura: Salmo 5
Mas regozijem-se todos os que confiam em ti; folguem de júbilo para sempre, porque tu os defendes… — Salmo 5:11
Um jornal australiano contou a história de Pascale Honore, uma paraplégica que, depois de 18 anos presa a uma cadeira de rodas, começou a surfar. Como?
Ty Swam, um jovem surfista, tomou a iniciativa de amarrá-la em suas costas com fita adesiva. Depois de obter o equilíbrio perfeito, ele rema em direção ao mar aberto para que possam pegar uma onda. Assim, Pascale pode experimentar a alegria de surfar. Isto requer uma tremenda confiança; muitas coisas podem dar errado. Mesmo assim, a confiança da mulher no surfista é o suficiente para permitir que ela viva um sonho apesar do perigo.
A vida é assim para o seguidor de Cristo. Vivemos num mundo perigoso, repleto de desafios imprevisíveis e riscos invisíveis. Apesar disso, temos alegria porque conhecemos Alguém que é suficientemente forte para nos carregar pelas ondas turbulentas da vida que ameaçam nos afogar. O salmista escreveu: "Mas regozijem-se todos os que confiam em ti; folguem de júbilo para sempre, porque tu os defendes; e em ti se gloriem os que amam o teu nome" (Salmo 5:11).
Diante dos maiores perigos e desafios da vida, podemos conhecer a alegria que vem da nossa confiança em Deus. Sua força é mais que suficiente!
—WEC
Nossa fé cresce quando trocamos a nossa fraqueza pela força de Deus.


O Amor é o Maior Bem Que Nós Temos




Se percebêssemos que podemos imaginar que as 2500 estrelas visíveis no céu fossem do tamanho que vemos, caberiam na palma de nossas mãos, saberíamos o quão simbólico é o significado das coisas...

Se percebêssemos que não existem fatos realmente dramáticos, saberíamos que o que existe realmente é a dramatização dos fatos.

Se percebêssemos que só vemos no céu 2500 estrelas, mas na verdade elas são mais de 100 bilhões, saberíamos que existe um grande criador que mantém o universo.

Se percebêssemos que as respostas para nossas indagações estão dentro de nós e não fora, saberíamos que se olhássemos para nosso mundo interior encontraríamos um universo muito maior do que este mundão aí fora.

Se percebêssemos que até poucos séculos a verdade irrefutável era que o sol e os planetas giravam em torno da Terra, saberíamos que não é sábio acreditar que somos os donos da verdade e, então, pararíamos para ouvir os outros e as suas opiniões diferentes.

Se percebêssemos que nossos avós levavam semanas para atravessar o oceano e hoje podemos saber exatamente o que está acontecendo do outro lado do mundo neste momento, saberíamos que a única coisa que não muda é a mudança. Ela sempre vai acontecer.

Se percebêssemos que barreiras antes intransponíveis como a velocidade do som, voar em algo mais pesado que o ar e até mesmo viagens espaciais, hoje são uma realidade, saberíamos que todo sonho é possível.

Se percebêssemos que as marés sempre sobem e descem a cada doze horas e meia, que a lua reaparece a cada 25 horas, que nossos corações batem em um ciclo rítmico, saberíamos que todos os dias o sol nasce para todos.

Se percebêssemos a nossa pequenez mediante um universo tão grande e fossemos humildes, saberíamos da grandeza da vida e agradeceríamos por ela.

Se percebêssemos que a vida é feita de ciclos e que a coisas se repetem até que aprendamos, poderíamos fazer o que tem que ser feito no momento certo e cresceríamos como que em um espiral ascendente.

Se percebêssemos que as roupas que vestimos, as cadeiras que sentamos, os prédios em que moramos, as calçadas que pisamos, passaram primeiro pelo pensamento humano antes de serem feitos, saberíamos nos ater a soluções e deixaríamos de ter foco nos problemas.

Se percebêssemos que estamos nos lugares e situações em que nós mesmos nos colocamos, que nosso presente é resultado de nossas escolhas do passado, saberíamos assumir a responsabilidade pelas nossas vidas e faríamos melhores escolhas para criar nosso futuro.

Se percebêssemos que tudo o que fazemos afeta os que nos rodeiam, saberíamos que o amor é o maior bem que temos e construiríamos um mundo melhor.