BENVINDO

Minha foto

 Sou servo do Senhor desde 2001,sirvo a Deus na Igreja do Evangelho Quadrangular,  obreiro formado no Instituto Teológico Quadrangular, professor da Escola Bíblica,  casado com Elisângela a 25 anos , pai de 2 filhos maravilhosos,  buscando cada dia conhecer mais ao Senhor. Meu maior desejo é ser " uma bênção" e abençoar àqueles que estão perto e através da web os que estão longe.  Que as bênçãos do Senhor seja transbordante sobre a sua vida, sobre sua casa , sobre sua família, sobre o seu ministério, querido(a) e amado(a) irmão(ã) em Cristo Jesus. 

segunda-feira, 31 de março de 2014

Formigas E Homens


"E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça
e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito
do Pai" (João 1:14).


"Se você desejasse comunicar seu amor para as formigas, como
poderia fazê-lo eficazmente? Andando com elas? Bradando para
elas em alta voz? É óbvio que a melhor maneira seria
tornar-se também uma formiga. Somente dessa maneira a sua
vida e o que você é poderia ser comunicado de maneira
eficaz. De igual modo, sabemos que existe um Deus porque Ele
nos visitou e viveu em nosso meio. Temos a confirmação
através do nascimento, vida, morte e ressurreição de Jesus
Cristo."


Sim, Jesus se fez homem e habitou entre nós. Ele caminhou no
meio dos homens, falou com eles, comeu com eles, ofereceu
Sua vida por eles, mostrou Seu amor para eles. Os homens não
apenas ouviram falar dEle, mas, seguraram em Sua mão,
abraçaram-no, sorriram e choraram junto a Ele. As Suas obras
foram testemunhadas por todos. Viram doentes serem curados,
possessos serem libertos, desanimados serem renovados e
fortalecidos. Ele não apenas falou de amor como demonstrou
Seu amor para todos.


Não podemos nos transformar em formigas para falar de amor
às formigas, mas, podemos deixar Jesus habitar em nossos
corações, viver o Seu amor e proclamar ao mundo que Deus é
amor. Podemos deixar Jesus dirigir nossos passos para
caminhar nesse mundo falando do amor do Pai. Podemos
permitir que o brilho de Cristo seja visto por todos em
nossas vidas e, ao mesmo tempo, dizer-lhes que o Senhor
veio para que nos arrependêssemos de todos os pecados, para
nos conduzir novamente à presença de Deus, e viver
abundantemente o Seu amor, hoje e por toda a eternidade.


Não posso me fazer formiga, andar no meio delas e
contar-lhes as Boas Novas do amor de Deus, mas posso me
fazer um cristão sincero e submisso, andando na presença de
Deus e bradando ao mundo que Jesus Cristo os ama, deu Sua
vida por todos, e está pronto a receber, com muito amor, a
todos que O buscam.


Você tem compartilhado o amor do Senhor a todas as pessoas
que conhece? 
Blog do Para Refletir. Faça uma Visita!
Blogger
Paulo Roberto Barbosa. Um cego na Internet! Visite minha homepage:
Escuro Iluminado

Assine a Lista de Reflexões
Caso você deseje receber as reflexões diárias diretamente em sua mailbox, preencha o campo abaixo com seu email e clique o botão enviar.
Clique aqui para assinar 
 

A Chave Para a Santidade



"Que diremos então? Continuaremos pecando para que a graça aumente? De maneira nenhuma! Nós, os que morremos para o pecado, como podemos continuar vivendo nele?" (Romanos 6:1-2)

Infelizmente, há muitos crentes hoje em dia que vivem com a ideia errada de que precisam fazer algo para ganhar a aprovação de Deus.

Quando agem bem durante a semana, leem a Bíblia ou praticam boas obras, acham que Deus vai ficar satisfeito. Mas quando tem uma semana difícil, caem em tentação e pecam, acham que Deus não ficará satisfeito com eles.

Às vezes, acreditam até mesmo que não devem ir à igreja ou ler a Bíblia. "Por que se preocupar?" eles pensam. "Deus não está mesmo satisfeito comigo. Não tenho a sua atenção. Seria hipocrisia fazer isso."

Durante todo o tempo, eles não percebem que gozam do cuidado e do amor incondicional de Deus, independentemente do que fazem. E isto não significa uma licença para pecar. É apenas um incentivo para responder a Ele em amor.

Se, como crentes, podemos realmente nos apossar deste significado, sem que isso se torne uma licença para viver como quisermos; mas sim, um incentivo para servir ao Senhor e amá-Lo, então devemos mostrar gratidão para Aquele que nos ama incondicionalmente, do jeito como somos.
A compreensão dessa verdade pode revolucionar as nossas vidas.

No entender de algumas pessoas, viver de forma santificada é respeitar as regras - e isto lhes trará a salvação. Mas, viver na santidade (o que não somos capazes sequer de começar a fazer) não trará salvação. É a salvação que produzirá vida santa.
Se você realmente está salvo, isto resultará na mudança do seu estilo de vida.

domingo, 30 de março de 2014

Dilemas


 Jo 2:1-12 

Maria enfrentava um dilema. A festa está acontecendo. Os convidados celebravam... Mas
o vinho acabara. Naquela época, o vinho era para a festa de casamento o que o
bolo é para a festa de hoje. Oferecer vinho era mostrar respeito pelos
convidados. Não oferecer vinho era um insulto. Veja como Maria reagiu. Sua
solução apresenta um plano prático para desatar os nós da vida. “Eles
não têm mais vinho”, disse ela a Jesus (V.3).

Perceba a seqüência dos eventos nos versículos seguintes: “Jesus disse aos 

empregados – Encham de água estes potes. Eles os encheram até a boca. Em seguida Jesus mandou: - Agora tirem um pouco de água destes potes e levem ao dirigente da festa. E eles levaram. Então o dirigente da festa provou a água, e a água tinha virado vinho (V.7-9).”. – Bíblia na Linguagem de Hoje. (Mesmo em outra
bíblia, Jesus manda levar sem mencionar que era vinho, portanto, havia dentro
do pote a água que os servos colocaram).

Viu a seqüência? Primeiramente, os potes foram cheios de água. Depois, Jesus instruiu
os serviçais a levarem a água (não o vinho) ao dirigente da festa.  A água transformou-se em vinho no momento em que o dirigente da festa bebeu e serviu aos outros e não antes. Não está escrito que Jesus impôs as mãos na água e transformou-a. Jesus mandou servir o
que  estava dentro do pote.

Da próxima vez que você enfrentar uma calamidade comum, siga o exemplo de Maria no
casamento sem vinho:

- Identifique o problema. (Você já terá resolvido metade da questão.)

- Apresente-o a Jesus. (Ele tem prazer em ajudar)

- Faça o que Ele disser. (Por mais louco que isso parecer)



LIVRO OUVINDO DEUS NA TORMENTA - MAX LUCADO





--

  

Pescadores Ou Vigias de Aquário?


"E disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de
homens" (Mateus 4:19).


"Temos estado satisfeitos em ser guardiães do aquário em vez
de pescadores de homens." (Wayne Dehoney)


O Senhor chamou a seus discípulos para serem pescadores e
não vigias de aquário. Ele os mandou "ir e pregar" e não
"ficar e guardar". Muitas pessoas caminham sem saber para
onde e nós temos a tarefa de mostrar-lhes o Caminho. Está
envolto em trevas e nós temos o dever de iluminar os
ambientes.


As reuniões nos templos, hoje, pouco enfatizam o Salvador;
quase não falam em perdão de pecados e salvação. Os desafios
de evangelização são raros e missões parece ser um assunto
histórico, guardado em uma prateleira empoeirada e
esquecida. As bandas substituiram o louvor, as programações
jovens fecharam as portas para o "Ide" de Jesus.Os projetos
urbanos apagaram a chama de missões mundiais. O amor às
congregações não deixa espaço pelo amor aos perdidos.


Estamos envolvidos apenas com nosso "aquário" e não temos
tempo para ir pescar nos mares carentes do mundo.


O Senhor nos conclamou a ser pescadores de homens. Tem sido
essa a nossa disposição? Temos nos empenhado em obedecê-lo?
Temos sido verdadeiros discípulos a serviço do Mestre? Ou,
indiferentes, continuamos conformados em guardar o aquário?


O aquário pode até ser muito bonito, muito valioso, capaz de
encantar aos que o admiram. Porém, não precisa de
guardadores, pois, o Senhor é quem o guarda. Enquanto isso,
muitos peixes estão fora do aquário, tristes, angustiados,
frustrados, melancólicos, sem rumo. Eles querem ser achados,
anseiam ser pescados, sonham em viver no aquário abençoado
do Senhor.


Você é pescador ou guardião? 


Blog do Para Refletir. Faça uma Visita!
Blogger
Paulo Roberto Barbosa. Um cego na Internet! Visite minha homepage:
Escuro Iluminado

Assine a Lista de Reflexões
Caso você deseje receber as reflexões diárias diretamente em sua mailbox, preencha o campo abaixo com seu email e clique o botão enviar.
Clique aqui para assinar 

sábado, 29 de março de 2014

[Estudos Bíblicos] O que o fez ficar assim? Ou: “Nem parece que foi há dois milênios”.

[Estudos Bíblicos] O que o fez ficar assim? Ou: “Nem parece que foi há dois milênios”.

Link to Estudos Bíblicos

O que o fez ficar assim? Ou: “Nem parece que foi há dois milênios”.

Posted: 28 Mar 2014 07:09 PM PDT

O que o fez ficar assim? Ou: Baseado na passagem de Mateus 23:33 O que o fez ficar assim? Ou: "Nem parece que foi há dois milênios". Jesus na maioria do tempo […] [continue lendo]

Compartilhe: no Facebook - no Twitter - Comente! - Dúvida? Faça sua pergunta

Mantendo a Paz no Meio do Conflito

Posted: 28 Mar 2014 10:07 AM PDT

Mantendo a Paz no Meio do ConflitoNosso Senhor Jesus Cristo ordena expressamente a todos aqueles que são seus discípulos (cristãos) a não resistirem aos perversos (Mt 5.39), e especialmente se estes […] [continue lendo]

Compartilhe: no Facebook - no Twitter - Comente! - Dúvida? Faça sua pergunta

sexta-feira, 28 de março de 2014

[Estudos Bíblicos] Sobrepujando o Espírito Santo de Deus

[Estudos Bíblicos] Sobrepujando o Espírito Santo de Deus

Link to Estudos Bíblicos

Sobrepujando o Espírito Santo de Deus

Posted: 27 Mar 2014 05:49 PM PDT

Sobrepujando o Espírito Santo de DeusToda a Palavra de Deus é pura; escudo é para os que confiam nele. (Provérbios 30:5) Escudo: Arma defensiva. Era o principal meio de proteção […] [continue lendo]

Compartilhe: no Facebook - no Twitter - Comente! - Dúvida? Faça sua pergunta

Comerciantes de Almas

Posted: 27 Mar 2014 08:52 AM PDT

Comerciantes de AlmasQuantos ficaram felizes quando viram que haviam por fim sido encarcerados alguns líderes que estavam furtando o dinheiro do povo. Todavia, muitos daqueles que detêm […] [continue lendo]

Compartilhe: no Facebook - no Twitter - Comente! - Dúvida? Faça sua pergunta

Fortalecidos Sob a Fé

Posted: 27 Mar 2014 08:46 AM PDT

Fortalecidos Sob a Fé“No demais, irmãos meus, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder.” – Efésios 6:10 Este é um conselho que precisamos ouvir todos os […] [continue lendo]

Compartilhe: no Facebook - no Twitter - Comente! - Dúvida? Faça sua pergunta

O Problema do Orgulho



"Se afirmarmos que estamos sem pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e a verdade não está em nós." (1 João 1:8)

Tive que rir quando ouvi contarem a história de dois sujeitos que foram um dia até C. H. Spurgeon, o grande pregador britânico, e lhe disseram: "Spurgeon, nós alcançamos perfeição impecável".

"É mesmo?", ele perguntou.

"Sim", disseram eles. "Somos absolutamente perfeitos".

Spurgeon estava com uma jarra d'água na mão naquela hora e derramou-a na cabeça deles. Quando eles começaram a reagir tal como qualquer outro pecador, ele viu quão perfeitos eles eram.

Veja, as pessoas que andam por aí dizendo que alcançaram perfeição impecável são vítimas de um dos pecados mais poderosos e também mais sutis: o orgulho. Nenhum de nós alcançará perfeição impecável. Pelo menos, não nesta vida.

É claro que antes de sermos cristãos, estávamos sob o controle e o poder do pecado. Seguíamos tudo que nossa natureza pecaminosa mandasse.

Mas algo dramático aconteceu quando recebemos a Cristo. Fomos transformados. A Bíblia diz que nos tornamos novas criações em Cristo. Todas as coisas velhas passaram e todas se fizeram novas (ver 2 Coríntios 5:17).

Isso não quer dizer que não lutamos mais contra o pecado e contra a tentação. As Escrituras claramente ensinam que pecaremos e que teremos nossos lapsos.

Embora a Bíblia me diga que vou pecar, há diferença entre pecar e arrepender-se e pecar habitualmente, persistentemente, continuamente. Se alguém diz que é cristão e continua em pecado, minha pergunta é: será que essa pessoa se converteu de verdade?

Algumas pessoas se perguntam se um cristão assim pode perder a salvação. Eu sugiro outra pergunta a fazer: será que tal pessoa, antes de tudo, chegou a experimentar realmente a salvação?

quinta-feira, 27 de março de 2014

Como restaurar o caído

 
 
TeologiaPor: Rev. Hernandes Dias Lopes

O apóstolo Pedro é um símbolo do homem inconstante. Como o pêndulo de um relógio, ele oscilava entre as alturas da fé e as profundezas da covardia. Sempre explosivo, falava sem pensar e agia sem refletir. Era capaz das afirmações mais sublimes acerca de Jesus para depois capitular-se às fraquezas mais vergonhosas. Num momento expressava uma fé robusta e noutro, soçobrava diante da incredulidade. Pedro chegou a ponto de negar seu nome, suas convicções, sua fé e seu Senhor. Ele desceu os degraus da queda, ao julgar-se melhor do que seus condiscípulos, ao seguir a Jesus de longe, ao se inserir no meio daqueles que zombavam do Filho de Deus e ao negar repetidamente e até com impropérios que o conhecia.

Pedro chegou a ponto de desistir de tudo. Desistiu de ser discípulo. A única coisa que sabia fazer era chorar amargamente e alagar o seu leito com suas grossas lágrimas. Mesmo Pedro tendo desistido de si mesmo, Jesus não desistiu de Pedro. Jesus não abdicou do direito de ter Pedro ao seu lado. Por isso, mandou-lhe um recado pessoal (Mc 16.7). Jesus não desiste nunca dos seus. Ele é o pastor que procura a ovelha perdida. Ele vai ao encontro daqueles que caíram para restaurá-los. O que Jesus fez para restaurar Pedro?

Em primeiro lugar, Jesus toma a decisão de procurar Pedro. A ovelha perdida não volta para o aprisco sozinha. Aqueles que tropeçam e caem não se restauram sozinhos de suas quedas vergonhosas. Jesus nos ensina a ir ao encontro dos caídos. Precisamos tomar a iniciativa. Não é a ovelha ferida que procura o pastor, mas o pastor que vai em busca da ovelha perdida. Jesus não apenas nos ensinou essa verdade, ele também a praticou, dando-nos o exemplo.

Em segundo lugar, Jesus toma a decisão de não esmagar Pedro. Talvez o que Pedro mais esperasse fosse uma reprimenda severa de Jesus. Pedro havia prometido ir com Jesus até a morte, mesmo que os outros discípulos o abandonassem. Sua arrogância tornou-se notória. Pensando ser mais forte do que os outros, tornou-se mais fraco. Sua autoestima estava no pó. Ele se sentia o pior dos homens. Jesus, então vem a ele, não para esmagá-lo como uma cana quebrada. Ao contrário, prepara-lhe uma refeição, conversa com ele com discrição e faz-lhe perguntas endereçadas ao coração.

Em terceiro lugar, Jesus toma a decisão de despertar o amor de Pedro. Em vez de confrontar Pedro, fazendo-o lembrar de suas vergonhosas quedas, Jesus toca de forma sensível no âmago do problema, perguntando-lhe: “Tu me amas?”. Quando Pedro caiu, seu eu estava assentado no trono de sua vida. Para Pedro se levantar Jesus precisava estar no trono do seu coração. O amor é o maior dos mandamentos. O amor é o cumprimento da lei. O amor é a prova insofismável de que somos verdadeiros discípulos de Jesus. A condição única exigida a Pedro para voltar-se para Jesus e para reingressar no ministério era demonstrar seu amor a Jesus.

Em quarto lugar, Jesus toma a decisão de curar as memórias de Pedro. Jesus preparou a cena para conversar com Pedro. A queda do apóstolo havia sido ao redor de uma fogueira. Jesus, então, arma na praia a mesma cena. Pedro havia negado Jesus três vezes, em grau ascendente. Pedro negou, jurou e praguejou. Jesus, então, lhe fez três perguntas, também em grau ascendente. Jesus quer não apenas restaurar o coração de Pedro, mas também curar suas memórias amargas. O Senhor se interessa não apenas pelas nossas convicções, mas, também, pelos nossos sentimentos.

Em quinto lugar, Jesus toma a decisão de reingressar Pedro no ministério. Depois de restaurar Pedro, Jesus lhe deu uma ordem clara: Apascenta os meus cordeiros, pastoreia as minhas ovelhas. Jesus restaura não apenas a vida espiritual de Pedro, mas, também, o seu ministério como apóstolo e seu trabalho como pastor do rebanho. A atitude de Jesus em relação a Pedro lança luz sobre a atitude que a igreja deve ter em relação àqueles que caíram e precisam ser restaurados. Que Deus nos dê sabedoria e amor para agirmos de modo semelhante.

Fonte: www.hernandesdiaslopes.com.br

Ministério "pastorais" 

Farisaísmo!



                             
"Quantas vezes não somos rígidos como os fariseus, exigindo das pessoas o que elas não conseguem suportar e nós mesmos não conseguimos realizar? Exigimos calma dos outros, mas somos impacientes, irritadiços e agressivos. Pedimos tolerância, mas somos implacáveis, excessivamente críticos e intolerantes. Queremos que todos sejam estritamente verdadeiros, mas simulamos comportamentos, disfarçamos nossos sentimentos. Desejamos que os outros valorizem o interior, mas somos consumidos pelas aparências. Temos que reconhecer que, às vezes, damos excessiva atenção ao que pensam e falam de nós, mas não nos preocupamos com aquilo que corrói nossa alma. Podemos não prejudicar os outros com nosso farisaísmo, mas nos auto destruímos quando não intervimos em nosso mundo interno, quando não somos capazes de fazer uma faxina em sentimentos negativos como a inveja, o ciúme, o ódio, o orgulho, a arrogância, a autopiedade." ( O Mestre da Vida)

--

 


 

Por que, às vezes, não vemos as Bênçãos de Deus?




"Mas em todas estas coisas somos mais que vencedores, por aquele que nos amou." (Romanos 8: 37)

"O Senhor é o meu pastor; nada me faltará." (Salmos 23: 1)

"Posso todas as coisas naquele que me fortalece." (Filipenses 4: 13)


Queridos, tudo bem?


Que o amor de Deus a graça e paz de Jesus Cristo e a comunhão do Espírito Santo esteja contigo e com todos os que você ama no dia de hoje e para todo o sempre.


Lindo os textos acima e verdadeiros, Deus realmente quer nos abençoar em todas as coisas. Mas para vivermos de verdade esses textos acima, devemos primeiramente viver esse: "Mas buscai primeiro o Seu reino e a Sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas." (Mateus 6: 33) e mais esse: "Mestre, qual é o grande mandamento na lei? Respondeu-lhe JesusAmarás ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento. Este é o grande e primeiro mandamento. E o segundo, semelhante a este, é: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas." (Mateus 22: 36 a 40).


Sabe, meus queridos, às vezes usamos as promessas de Deus para cobrar dEle algo para a nossa vida, mas existem algumas condições para realmente viver uma vida repleta de bênçãos de Deusse usamos apenas alguns pedaços da Bíblia para justificar as coisas corremos o risco de viver uma vida medíocre na presença de Deus, a Bíblia tem de ser lida, entendida e principalmente praticada no seu total, tudo o que ali está escrito tem um propósito, nada é descartável, Jesus Cristo veio ao mundo para morrer em nosso lugar e nos ensinar como deveríamos viver para agradar a Deus, se você ainda não sabe, leia os evangelhos, a Bíblia nos ensina o seguinte: "E nisto sabemos que O conhecemos; se guardamos os Seus mandamentos. Aquele que diz: Eu O conheço, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade; mas qualquer que guarda a Sua palavra, nele realmente se tem aperfeiçoado o amor de Deus. E nisto sabemos que estamos nEle; aquele que diz estar nEle, também deve andar como Ele andou." (I João 2: 3 a 6).


Temos que a cada momento buscar a direção de Deus para tudo, não devemos buscar a Deus somente quando estamos em dificuldade, ou viver correndo apenas atrás das bênçãos de DeusJesus Cristo nos comissionou e prometeu: "Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santoensinando-os a observar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que Eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos." (Mateus 28: 19 e 20) Se Jesus Cristo prometeu que estaria conosco para sempre, é porque é verdade, nós é que nos esquecemos disso e às vezes andamos por caminhos que não levam a Deus e quando caímos e nos deparamos com problemas gritamos que tudo podemos naquele que nos fortalece, sim realmente tudo podemos em Jesus Cristo, mas o texto de Paulo diz que em nenhum momento ele se desviou dos caminhos de Deus, mesmo estando em dificuldades ele glorificou a Deus, mesmo estando vivendo tempos de abastança também andou nos caminhos de Deus. Temos, meus queridos, que viver as 24 hs do nosso dia na presença de Deus, a Bíblia diz: "Regozijai-vos sempre. Orai sem cessar. Em tudo dai graças; porque esta é à vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco." (I Tessalonicenses 5: 16 a 18).


Que nós possamos aprender a dar graças por tudo, que nós possamos viver como verdadeiros adoradores, o verdadeiro adorador jamais fica sem o seu objeto de adoração, e o nosso alvo é adorar a Jesus Cristo em todos os momentos para que Ele se agrade da nossa vida. Antes de qualquer coisa, coloque tudo nas mãos de Deus, sua vida, sua família, seus bens, seu trabalho, etc., deixe tudo nas mãos dEle e com certeza você viverá na plenitude do amor de Deus.


Esta escrito: "Deleita-te também no Senhor, e Ele te concederá o que deseja o teu coração. Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e Ele tudo fará". (Salmos 37: 4 e 5) Posso falar isso com bastante propriedade, pois tenho vivenciado na minha vida, isto que estou escrevendo, para a glória de Deus a partir do momento que realmente comecei a buscar o reino dEle primeiro, a minha vida começou a mudar e hoje posso testemunhar que tudo isso é verdadeiro e sei que Deus tem muito mais para mim e para nós, basta deixá-lo agir. Eu continuo tendo as minhas lutas, alguns problemas, dificuldades, aflições, etc., mas nada disso me abala, pois creio na Palavra de Deus e ela me diz: "E sabemos que todas as coisas concorrem para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito... Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?." (Romanos 8: 28 e 31) Uma coisa é certa para termos vitórias temos que enfrentar as lutas, o grande problema é que muitos estão desistindo no meio do caminho, muitos não tem perseverado e com isso não vêem a vitória chegar nunca. O desejo de Deus é nos abençoar, mas temos que fazer a nossa parte, não busque a sua vitória nos homens ou nas instituições, busque-as diretamente no Senhor Deus. Nunca desista, nunca pare de crer, nunca pare de lutar, aquilo que Deus tem para você ninguém poderá tirar de ti, apenas você, ao desistir de perseverar, pode estragar os sonhos de Deus para a sua vida. Pense nisso.


Tudo isso aqui escrito é para divulgar a Palavra do nosso Deus e levar a vontade dEle ao maior número de pessoas possível, que Deus através destas palavras possa mostrar a quem lê, a Sua "...boa, agradável e perfeita vontade..." (Romanos 12: 2), tudo isso em nome do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.


Para Refletir;

  "Se dissermos que temos comunhão com Ele, e andarmos nas trevas, mentimos, e não praticamos a verdade; mas, se andarmos na luz, como Ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Seu Filho nos purifica de todo pecado." (I João 1: 6 e 7).

"Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores; Antes tem seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e noite. Pois será como a árvore plantada junto às correntes de águas, a qual dá o seu fruto na estação própria, e cuja folha não cai; e tudo quanto fizer prosperará." (Salmos 1: 1 a 3).



Deus te abençoe e a todos na sua família.


Frank Medina, pastor e discípulo de Jesus Cristo.
Para ler mensagens anteriores Acesse aqui.

® Frank_Mensagens, 2014 - Todos os direitos (Glória, Honra e Louvor) sobre a mensagem são reservados ao Senhor Deus. O conteúdo desta mensagem é livre conforme a Lei descrita em Mateus 10: 8 "...de graça recebestes, de graça dai." e pode ser reproduzida sem nenhuma previa autorização. Apenas de os devidos créditos ao autor.

A Nossa Capacidade de Amar





Se você não consegue lidar com os limites dos outros, é porque você não consegue lidar com os seus limites. A rejeição é um processo de ver-se.

Toda vez que eu quero buscar no outro o que me falta, eu o torno um objeto. Eu posso até admirar no outro o que eu não tenho em mim, mas eu não tenho o direito de fazer do outro uma representação daquilo que me falta. Isso não é amor, isso é coisa de criança.

O anonimato é um perigo para nós. É sempre bom que estejamos com pessoas que saibam quem somos nós e que decisões nós tomamos na vida. É sempre bom estarmos em um lugar que nos proteja.

Amar alguém é viver o exercício constante, de não querer fazer do outro o que a gente gostaria que ele fosse. A experiência de amar e ser amado é acima de tudo a experiência do respeito.

Como está a nossa capacidade de amar? Uma coisa é amar por necessidade e outra é amar por valor. Amar por necessidade é querer sempre que o outro seja o que você quer. Amar por valor é amar o outro como ele é, quando ele não tem mais nada a oferecer, quando ele é um inútil e por isso você o ama tanto. Na hora em que forem embora as suas utilidades, você saberá o quanto é amado!

Tudo vai ser perdido, só espero que você não se perca. Enquanto você não se perder de si mesmo você será amado, pois o que você é significa muito mais do que você faz!

O convite da vida cristã é esse: que você possa ser mais do que você faz! "  
-->

COMO SER SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS?


I SAMUEL 13:14. VIDA DE DAVI.

1)- Obediência:Davi obedecia a Deus. I Sam 22:3: Deus manda e Davi obedece. Davi pergunta Devo ir a Queila? Devo Sair de Queila ? Estava sempre debaixo da obediência. Não levantou a mão contra o ungido de Deus Saul. I Sam 24. Obedecer é melhor que…

Davi fazia tudo conforme Deus mandava.

2)- Amava: O amor é a maior marca de Deus. I João 4:8 Quem não ama: não conhece a Deus, porque Deus é amor. O amor é o vinculo da perfeição e o maior dos dons, O amor é uma decisão de vontade: decidimos amar. Somos nós que decidimos amar os inimigos Mat 5:44. Davi chora a morte de Saul.

3)- Davi cria em Deus: tinha fé: I Sam 17:45 a 47 Davi disse: ao gigante Golias: venho a ti em nome do Senhor dos exércitos. Jesus disse: Se creres veras a gloria de Deus, a condição para ver a gloria de Deus é crer nele. A mulher com fluxo de sangue tocou em Jesus com Fé especial e saiu curada

Deus pode tudo é o Deus do impossível. Lucas 1:37. Nada é glorioso para Deus Jr 32:17 tudo para Deus é normal.

4)- Liberalidade: Deus é liberal deu o seu filho unigênito para nos salvar; João 3:16. Davi também deu o melhor de oferta.

12 qualidades da oferta de Davi:
A: Oferece para Deus algo que tem valor para ele. II Sam 24-24. Não aceitou receber grátis e dar para Deus. Se é para Deus tem que ser sempre o melhor.
B: Foi um ato de esforço
C: Ato de vontade: 8 bilhões de reais do seu patrimônio. Não tirou do governo, tirou do seu patrimônio
D: Com alegria, satisfação
E: Com coração perfeito
F: Com louvor e graças
G: Reconhecimento da dependência de Deus.
H: Ato verdadeiro, com sinceridade
I: Ato da mente: foi pensado, não foi emoção.
J: Ato contínuo e disciplinado, não foi só uma vez, Leia II Cron 29 a oferta do Rei Ezequias e do povo.
K: Com abundancia que preparamos. Já estava pronta na hora foi só entregar.
L: Tudo do melhor em Abundancia.

5)- Davi um adorador por excelência:

Marcas do adorador:
A: Quebrantamento: Sl 51:17 Um coração quebrantado e contrito: Deus não desprezará.
B: Amava a casa de Deus: Sl 122: Alegrei quando me disseram: Vamos a Casa do senhor. Temos que ter prazer de estar na casa de Deus. Louvando a Deus.
C: Jamais toca na Gloria de Deus: I Cron 29:11 Teus, Senhor, são a Grandeza, o Poder, a Gloria, a Majestade e o Esplendor, pois tudo que ha nos céus e na terra é Teu, o Senhor, é o Reino, tu estas acima de Tudo.

Que as bênçãos de Deus transbordem em sua vida hoje e sempre. Seja firme e constante sempre abundante na obra do Senhor

Autor: Eli Azevedo

Por Litrazini

Graça e Paz
-->

PACIÊNCIA E ENTENDIMENTO



by salmo37
Jesus uma vez contou uma parábola sobre um rei que decidiu acertar as contas com seus devedores. Seu contador encontrou um senhor que devia não milhares, ou centenas de milhares, mas, milhões de dólares. O rei sumariamente declara que o homem e a esposa e crianças dele serão vendidos para pagar a dívida. Por causa da sua incapacidade de pagar, o homem está prestes a perder tudo e todo mundo querido a ele. Não é de se admirar que "Mas o empregado se ajoelhou diante do patrão e pediu: "Tenha paciência comigo, e eu pagarei tudo ao senhor." – O patrão teve pena dele, perdoou a dívida e deixou que ele fosse embora." (Mat. 18:26-27)
A palavra paciência aparece de forma inesperada aqui. O devedor não pede clemência ou perdão; ele roga por paciência. Igualmente curioso é este aparecimento singular da palavra. Jesus usa esta palavra duas vezes nesta história e nunca mais. Ela não aparece em nenhuma outra parte nos Evangelhos. Talvez o uso escasso serviu no primeiro-século como um marcador de texto. Jesus reserva a palavra para uma ocasião para fazer um ponto. Paciência é mais que uma virtude para filas longas e garçons lentos. Paciência é o tapete vermelho no qual a graça de Deus nos chega.
Não houvesse nenhuma paciência, não teria havido nenhuma clemência. Mas o rei foi paciente, e o homem com a dívida multimilionária foi perdoado.
Mas, aí a história dobra para a esquerda. O recém perdoado traça uma linha reta do tribunal para os subúrbios. Lá ele procura um sujeito que deve a ele algum dinheiro.
"O empregado saiu e encontrou um dos seus companheiros de trabalho que lhe devia cem moedas de prata. Ele pegou esse companheiro pelo pescoço e começou a sacudi-lo, dizendo: "Pague o que me deve!" – Então o seu companheiro se ajoelhou e pediu: "Tenha paciência comigo, e eu lhe pagarei tudo." Mas ele não concordou. Pelo contrário, mandou pôr o outro na cadeia até que pagasse a dívida. (Mt 19:28-30)
O rei fica atordoado. Como o homem poderia ser tão impaciente? A tinta do carimbo CANCELADO ainda está úmida nas contas do homem. Você pensaria que uma pessoa tão perdoada amaria muito. Mas ele não o fez. E a falta de amor dele o conduziu a um equívoco caro.
O homem que não consegue perdoar é chamado de volta ao castelo.
" 'Empregado miserável!'[disse o patrão, ou seja, Deus] 'Você me pediu, e por isso eu perdoei tudo o que você me devia. – Portanto, você deveria ter pena do seu companheiro, como eu tive pena de você."- O patrão ficou com muita raiva e mandou o empregado para a cadeia a fim de ser castigado até que pagasse toda a dívida. (Mat. 18:32-34)
A paciência do rei não fez nenhuma diferença na vida do homem. Ao criado, a clemência do trono nada mais era que um teste cancelado. Ele não ficou impressionado pela graça real; ele ficou aliviado de não ter sido castigado. A ele foi dada muita paciência, mas ele não deu nenhuma, o que nos deixa curiosos para saber se ele na verdade entendeu o presente que recebeu.
Se você achar paciência difícil de dar, você poderia fazer a mesma pergunta. Quão repleto você está com a paciência de Deus? Você ouviu falar. Leu sobre ela. Mas você a recebeu? A prova está na sua paciência. Paciência profundamente recebida produz paciência livremente oferecida.
Mas paciência nunca recebida leva a uma abundância de problemas, entre os quais um dos maiores é a prisão. Lembra-se onde o rei enviou o criado que não perdoava? "O patrão ficou com muita raiva e mandou o empregado para a cadeia a fim de ser castigado até que pagasse toda a dívida." (Mat. 18:34 BLH)
Pôxa! Nós suspiramos. Estou contente que aquela história é uma parábola. Que bom que Deus não prende o impaciente na vida real. Não esteja tão seguro que ele não o faz. Egoísmo e ingratidão criam paredes grossas e prisões solitárias.
Impaciência ainda prende a alma. Por essa razão, nosso Deus é rápido para nos ajudar a evitá-la. Ele faz mais que exigir paciência de nós; ele nos oferece. Paciência é um fruto do Espírito dele. Ela pendura da árvore de Gálatas 5:22: "Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade,". Você pediu para Deus lhe dar um pouco de fruto? Bem eu fiz uma vez, mas. . . Mas o que? Você ficou impaciente? Peça a ele de novo, e de novo e novamente. Ele não ficará impaciente com seu pedir, e você receberá paciência ao orar.
E enquanto você estiver orando, peça entendimento. A pessoa paciente "dá prova de grande entendimento," (Prov. 14:29). Será que sua impaciência é o resultado de uma falta de entendimento? Aconteceu comigo.
Paciência sempre pega carona com entendimento. O homem sábio diz, "O que tem entendimento refreia a língua" dele (Prov. 11:12). Ele também diz, "quem tem entendimento é de espírito sereno" (Prov. 17:27). Não perca a ligação entre entendimento e paciência. Antes de você explodir, escute. Antes de você golpear, se ligue. "Com sabedoria se constrói a casa, e com discernimento se consolida" (Prov. 24:3).
Antes de qualquer outra coisa, o amor é paciente.
Max Lucado, em "UM AMOR QUE VALE A PENA"