BENVINDO

Minha foto

 Sou servo do Senhor desde 2001,sirvo a Deus na Igreja do Evangelho Quadrangular,  obreiro formado no Instituto Teológico Quadrangular, professor da Escola Bíblica,  casado com Elisângela a 25 anos , pai de 2 filhos maravilhosos,  buscando cada dia conhecer mais ao Senhor. Meu maior desejo é ser " uma bênção" e abençoar àqueles que estão perto e através da web os que estão longe.  Que as bênçãos do Senhor seja transbordante sobre a sua vida, sobre sua casa , sobre sua família, sobre o seu ministério, querido(a) e amado(a) irmão(ã) em Cristo Jesus. 

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

O Que Fazer Com os Nossos Inimigos? + Estudos Biblicos


O Que Fazer Com os Nossos Inimigos? + Estudos Biblicos


Posted: 31 Oct 2012 01:47 PM PDT
-->
Estudo Biblico Pregação Simples e Honesta Evangélica Gospel

ESTUDO BIBLICO

Estudo Biblico Pregação Simples e Honesta Evangélica Gospel

Pregação Simples e Honesta

Antes, renunciamos aos procedimentos secretos e vergonhosos; não usamos de engano, nem torcemos a palavra de Deus. Ao contrário, mediante a clara exposição da verdade, recomendamo-nos à consciência de todos, diante de Deus. (2 Co 4: 2 – NVI). O motivo, a mensagem e o método de pregação nunca deveriam estar envoltos em mistério. Existem aqueles que igualam complexidade e ambiguidade à profundidade. Pregar é dizer às pessoas o que Deus tem ... Leia mais
Estudo Biblico A Verdadeira Alegria Evangélica Gospel

A Verdadeira Alegria

É importante definir logo o que é a Alegria. Alegria é conhecer a Deus e estar na Sua Presença. Alegria é estar onde Deus está. Alegria é sentir a presença de Deus em qualquer circunstância, quer seja boa ou não. Alegria, mais do que um sentimento, é um estado, uma condição, uma situação extraordinária. Alegria não é o oposto de tristeza. O oposto de tristeza pode ser contentamento. Não estar contente é estar triste. Não estar Alegre, entretanto, não é estar triste... Leia mais
Estudo Biblico O Que Fazer Com os Nossos Inimigos? Evangélica Gospel

O Que Fazer Com os Nossos Inimigos?

Buscar o auxílio do Espírito Santo nesses momentos é extremamente necessário para desfrutar de uma verdadeira comunhão e longe do pecado. O que devemos fazer com os nossos inimigos? "Eu, porém, vos digo: Amai aos vossos inimigos, e orai pelos que vos perseguem; Pois, se amardes aos que vos amam, que recompensa tereis? E, se saudardes somente os vossos irmãos, que fazeis demais? Não fazem os gentios também o mesmo". O Amor é a essência... Leia mais
Estudo Biblico Deus Tem Sete Espíritos? Quais São? Evangélica Gospel

Deus Tem Sete Espíritos? Quais São?

E ao anjo da igreja que está em Sardes escreve: Isto diz o que tem os sete Espíritos de Deus e as sete estrelas...Em algumas versões a palavra ESPÍRITOS está no singular e em minúsculas. Esta passagem não pode ser interpretada em sua forma literal. Em algumas versões a palavra ESPÍRITOS está no singular e em minúsculas. Esta passagem não pode ser interpretada em sua forma literal. O Novo Comentário da Bíblia, volume II, Edições Vida Nova, registra o seguinte... Leia mais
Estudo Biblico Somos o Templo de Deus?  Evangélica Gospel

Somos o Templo de Deus?

É exatamente a esse segundo aspecto que Paulo está-se referindo. Nem o membro da igreja, no sentido individual, nem o Espírito Santo seriam destruídos, mas os que estavam instigando a inveja, as contendas e as dissensões na igreja de Corinto, que, no texto em apreço, é vista como sendo o "templo de Deus". Mas se o nosso corpo é o templo do Espírito Santo e o Espírito Santo habita em nós, como entender o texto de 1Coríntios 3.17? Ambos... Leia mais
Estudo Biblico A Ceia Messiânica  Evangélica Gospel

A Ceia Messiânica

Os antigos judeus utilizaram imagens variadas para descrever o que aconteceria quando chegassem os dias da Era Messiânica. Era um tema constante não somente na mensagem dos profetas, mas nos dias de Jesus havia muita especulação sobre quando seria, e o que aconteceria por ocasião desse abençoado tempo. Entre as muitas figuras que foram usadas para descrevê-la, havia a de um banquete. Quando lemos no Antigo Testamento o Salmo 23, o seu... Leia mais
Estudo Biblico A pós-modernidade e os desafios para os nossos dias # quinta-feira, 30 de agosto de 2012  Evangélica Gospel

A pós-modernidade e os desafios para os nossos dias

Se houver consenso entre as afirmações que dizem que a verdade e a moral foram substituídas pelo engano e pelo relativismo, estamos, então, diante de um problema estrutural que desafia educadores, líderes e todos aqueles que ainda acreditam na verdade absoluta revelada por Deus nas Escrituras Sagradas. Temos um cenário moldado pelo pensamento pós-moderno em todas... Leia mais


Site para Divulgar Pregadores e Pastores | Central de Pregadores

Esta recebendo este newsletter porque seu E-MAIL consta ativo na seção Estudos. Para exclui-lo definitivamente desta lista e não receber novamente clique abaixo em unsubscribe now
Newsletter Enviado para 44.267 e-mails Cadastrados

Halloween Não é Brincadeira + Estudos Biblicos


Halloween Não é Brincadeira + Estudos Biblicos


Posted: 31 Oct 2012 05:57 AM PDT
-->
Estudo Biblico O Candelabro Evangélica Gospel

ESTUDO BIBLICO

Estudo Biblico O Candelabro Evangélica Gospel

O Candelabro

O candelabro, cujo nome de origem é menorah, constitui-se num dos objetos mais importantes e significativos da cultura e da religião judaica. Outro aspecto importante é que cada hástea do candelabro formava parte de um todo, sendo que o candelabro ficaria incompleto sem qualquer uma delas, ou caso uma delas faltasse. Com isso, podemos dizer que a morte de Jesus não teria valor algum e também nenhuma finalidade ou propósito se esta não produzisse... Leia mais
Estudo Biblico O Perigo da Paternidade Moralista Evangélica Gospel

O Perigo da Paternidade Moralista

A paternidade moralista ocorre porque a maioria de nós tem uma visão errada da Bíblia. A história da Bíblia não é a história sobre fazer garotinhos e garotinhas melhores. Não, a Bíblia não é um livro de regras, ou um livro de heróis. A Bíblia é mais do que tudo uma História. É uma história de aventura sobre um jovem Herói, que vem de um país distante para ganhar de volta o seu tesouro perdido. É uma história de amor sobre um Príncipe valente, que deixa seu palácio... Leia mais
Estudo Biblico Halloween Não é Brincadeira e Reforma é Coisa Séria Evangélica Gospel

Halloween Não é Brincadeira e Reforma é Coisa Séria

Algumas denominações evangélicas, além de realizarem festas similares às juninas, estão promovendo também, no fim de outubro, uma espécie de Halloween, decorando o ambiente com abóboras, etc. Elas alteram o nome da brincadeira satânica para Jesusween ou Elohin! Aos pastores destas igrejas quero apresentar um motivo melhor para festejar. Em vez de comemorarem o Dia das Bruxas, os pastores que se prezam deveriam se lembrar da Reforma Protestante. ... Leia mais
Estudo Biblico Três Fases do Sacrifício de Jesus Evangélica Gospel

Três Fases do Sacrifício de Jesus

Jesus sofreu fisicamente, quando recebeu os açoites ordenados por Pilatos; recebeu uma coroa de espinhos; muitas bofetadas sobre Seu rosto; carregou uma cruz pesada que O fez tropeçar e cair; e levantando-Se, não pôde continuar essa trajetória, que fizeram colocá-la nos ombros de um homem chamado Simão. Já no Monte Calvário, Ele mesmo deitou-Se; e assim os seus algozes de posse de martelo e enormes cravos, O afixaram pelas mãos e... Leia mais
Estudo Biblico O Mal Físico e a Providência Divina  Evangélica Gospel

O Mal Físico e a Providência Divina

Os males físicos não têm, necessariamente, a ver com as pessoas que sofrem por causa deles, e nem sempre têm conexão direta com a prática dos males morais. Há muitos incrédulos que duvidam da existência de Deus por causa da presença dos males físicos. Origem dos males físicos: No Antigo Testamento, a palavra usada para "mal" pode referir-se aos males físicos que se evidenciam em doenças, pestes, calamidades ou destruição de vidas por meio... Leia mais
Estudo Biblico E a pedra era grande  Evangélica Gospel

E a pedra era grande

A vida cristã, com quanto maravilhosa, nem sempre temos possibilidades de alcançá-la, ou mesmo tendo-a alcançada, de quando em quando nos são colocadas pedras enormes para nos criar dificuldades. O Senhor Jesus Cristo é um verdadeiro imã que atraí corações de todas as raças, tribos, línguas e nações. Jesus, durante o seu ministério terreno, atraiu milhares de seguidores; dentre eles, algumas mulheres; e dentre essas uma cujo nome... Leia mais
Estudo Biblico O Veneno da Serpente  Evangélica Gospel

O Veneno da Serpente

Precisamos ser cautelosos, pois o Diabo está vivo e ativo neste mundo. Com o objetivo de dominar as almas humanas, ele está sempre tentando influenciar as pessoas, destruindo valores morais e espirituais, levando corrupção e caos. Suas mensagens chegam através de duas vias: mundana e religiosa. A primeira é mais notória. A segunda é muito sutil e, portanto, mais perigosa. O mal pode chegar através de uma simples conversa, mas existem modos.. Leia mais


Site para Divulgar Pregadores e Pastores | Central de Pregadores

Esta recebendo este newsletter porque seu E-MAIL consta ativo na seção Estudos. Para exclui-lo definitivamente desta lista e não receber novamente clique abaixo em unsubscribe now
Newsletter Enviado para 44.407 e-mails Cadastrados

Algo a ocultar


Ministérios RBC
NOSSO ANDAR DIÁRIO/NOSSO PÃO DIÁRIO
Algo a ocultar
Leitura: Salmo 32:1-11
…Disse: confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a iniquidade do meu pecado. —Salmo 32:5
Se você tem algo a ocultar, quem sabe, Mike Slattery pode ter a solução. Vários anos atrás, uma operadora de telefonia celular quis colocar uma antena em sua propriedade e disfarçá-la de pinheiro. Mike teve uma ideia melhor e construiu um falso celeiro com painéis de vinil, que permitiam a passagem das ondas de rádio. Ele transformou esse conceito em uma empresa de construção de estruturas para ocultar antenas por motivos de estética e segurança. De acordo com o jornal The Gazette, Colorado Springs, EUA, (A Gazeta) Slattery está convencido de que muitos de seus vizinhos ainda não têm ideia do que existe dentro de seu celeiro.
A maioria de nós tenta esconder alguma coisa. Pode ser algo tão inofensivo quanto uma bagunça num porão, ou tão tóxico quanto as falhas morais e espirituais que tentamos esconder dos outros, de nós mesmos e até de Deus.
No Salmo 32, Davi descreveu a futilidade de tentar esconder o seu pecado (vv.3-4) e o alívio de abrir sua alma ao Senhor: "Confessei-te o meu pecado e a minha iniquidade não mais ocultei. Disse: confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a iniquidade do meu pecado" (v.5).
Confessar os nossos pecados a Deus e abandoná-los traz um novo senso de liberdade às nossas almas e a percepção de que nada temos a ocultar.
—DCM
Sempre que estamos prontos para revelar nossos pecados, Deus está pronto para cobri-los. 

implesmente Renegue


Devocionais Diários


Posted: 30 Oct 2012 07:00 PM PDT
"Jesus respondeu: 'Se você quer ser perfeito, vá, venda os seus bens e dê o dinheiro aos pobres, e você terá um tesouro no céu. Depois, venha e siga-me'". (Mateus 19:21)

Quando Jesus disse ao jovem rico para vender o que tinha, dar o dinheiro aos pobres e segui-Lo, algumas pessoas acham erradamente que isso seja uma condenação generalizada à riqueza dos crentes, ou que todas as pessoas ricas enquadram-se nesse caso. No entanto, Jesus não fez esta exigência para mais nenhuma pessoa rica que tenha encontrado.

Nicodemos, que foi ter com Jesus à noite, era um homem rico. Lázaro era também um homem de posses. Mas Jesus não exigiu isso deles. Por que? Porque Jesus olhou para o coração do jovem rico e viu que ele não tinha as posses. Elas é que o tinham. O que Jesus queria dele não era o seu dinheiro, mas o seu coração. Jesus não disse: "Dê o seu dinheiro para mim." Ao contrário, ele disse: "Livre-se dele e me siga."

Jesus poderia ter pedido por sua carreira ou pelo seu relacionamento com outra pessoa. Ele pediu basicamente que esse homem destronasse a sua riqueza e o entronizasse como o seu Salvador. E o jovem rico, por sua vez, disse: "Senhor, você pode ocupar o segundo lugar na minha vida, mas o primeiro lugar está reservado aos meus bens."

E no seu caso? O que lhe impede de seguir Jesus? Uma relação imoral? Um grupo de amigos que exerce má influência sobre você? Álcool ou drogas?

Jesus está dizendo: "Renegue isso e siga-me." Ele quer que você obtenha o dom da vida eterna. Mas se há algo no seu caminho que impede a aceitação desse presente, você precisa renegá-lo. E até que faça isso, não terá o que Ele tem para lhe oferecer.

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Vida Nova

 Vida Nova
"Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as
coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo" (2
Coríntios 5:17).


Todas as gerações pensam que suas transgressões são novas.
Elas não são. Nós continuamos cometendo os mesmos erros de
geração em geração. Eu gosto muito de um poema que Rudyard
Kipling escreveu anos atrás. O poema dizia:


As artes que nós chamamos modernas;
Os crimes que nós chamamos novos;
John Bunyan tinha-os escritos e arquivados
Em 1682."


Sim, nada tem mudado desde muitos séculos atrás. O mundo
continua o mesmo, os enganos continuam os mesmos, o pecado
continua afastando os homens de Deus. Estes, longe da
presença do Senhor, continuam tristes e sem perspectivas,
desanimados e sem rumo, indiferentes e sem luz, morrendo sem
gozar a vida abundante e eterna.


Mas, não precisa ser assim. Tudo pode mudar. A paz pode
renascer. A alegria pode ser restaurada. A fé e a esperança
podem reassumir seus lugares. As bênçãos podem ser reais e
definitivas.


Jesus veio mudar o panorama do mundo. Veio pagar o preço de
nossos erros antigos, para que os acertos fossem novos. Veio
aniquilar as angústias e decepções, para que a felicidade
fosse nova. Veio iluminar o caminho dos perdidos, para que a
Sua luz os conduza por caminhos novos de vitórias.


E como podemos viver nesses tempos modernos de refrigério?
Como podemos desfrutar da alegria da salvação? Como podemos
deixar, para o passado, todos os momentos de inquietudes,
frustrações e derrotas? Como podemos ter, na prática, vidas
novas e felizes?


Recebendo Cristo, nosso Senhor e salvador, dentro de nossos
corações. Uma atitude nova que produzirá transformações que
permanecerão para sempre.


Você quer viver a tristeza do passado ou o regozijo de uma
vida nova em Cristo?
 

Blog do Para Refletir. Faça uma Visita!
Blogger
Paulo Roberto Barbosa. Um cego na Internet! Visite minha homepage:
Escuro Iluminado

Assine a Lista de Reflexões
Caso você deseje receber as reflexões diárias diretamente em sua mailbox, preencha o campo abaixo com seu email e clique o botão enviar.
Clique aqui para assinar 

Os vasos que Deus usa

Texto: II Timoteo 2:19-2115CDAA_2
Introdução: A metáfora que Paulo usa neste texto nos vem de uma cena totalmente familiar.
Não sabemos se em sua mente existia a imagem de alguma casa em particular.
É possivel que ele se lembrava da sua própria casa quando era fariseu.
Alguns afirmam que Paulo antes de ser cristão era uma pessoa rica.
Como quer que seja, Paulo descreve utensilios que se usavam nas casas, muitos deles revestidos de ouro ou prata e usados para ocasiões especiais.
Alguns hospedes distinguidos comiam em semelhantes tesouros.
O certo é que estes utensilios traziam honra aos donos da casa.
Sem dúvida, os vasos de madeira e de barro, por serem mais humildes, também tem sua utilidade.
De fato estes são os que mais usamos em nossos lares.
Mas ao que parece, o apóstolo estava se referindo aos recipientes que tem usos vis, sobre todo aqueles que se usam para os desperdicios, tais como os que retém lixo e restos de comidas para os animais.
Portanto, o que o autor deseja é contrastar os utensilios que servem para trazer honra com os que são para usos desonrosos.
Em uma "grande casa", que é uma referência a igreja do Senhor, existem estes utensilios. De modo que estas duas categorias de utensilios representam pessoas que professam ser cristãs e que deveriam ser instrumentos nas mãos de Deus, mas nem todas estavam aptas para isso.
O que o apóstolo explica aqui é como uma pessoa pode ser um instrumento vil, em vez de converter-se em um instrumento para honra. O ouro sempre representa a pureza e a qualidade.
Nós somos chamados a ser vasos de ouro, vasos puros a quem o Senhor possa usar em sua casa.
Mas vejamos quais são os vasos que Deus usa.
I. Os vasos que Deus usa são conhecidos por ele. v. 19. “Todavia, o fundamento de Deus fica firme, tendo este selo: O Senhor conhece os que são seus...” 
A. A segurança desta promessa.
1) Não importa se o presidente da república não te conhece.
2) Não importa se os artistas de Hollywood não te conhece.
3) Não importa se és um desconhecido para teus amigos e tua familia.
4) Mas se Deus te conhece, o que importa quem não te conhece.
5) O fundamento firme de que Paulo nos fala neste texto tem este primeiro selo.
a) É um selo de propiedade, de legitimidade, de reconhecimento.
b) O contexto da passage, que dá origem a esta promessa, tem a ver com dois homens chamados Himeneu e Fileto.
c) Ambos estavam confundindo a igreja, dizendo que já a resurreição se havia efetuado.
d) Isto resultou que ambos foram assinalados como autores do erro e consequentemente desconhecidos pelo Senhor, mesmo participando na igreja.
e) O Senhor sabia que estes dois homens não eram seus, porque ninguém que é seu se aparta da verdade, seguindo seus próprios erros.
6) O Antigo Testamento nos mostra Corá quem se envolveu em um grande pecado contra Deus.
a) Este homem quis desconhecer a autoridade de Moisés, e ao ser confrontado com sua maldade, foi lhe dito: "E falou a Corá e a toda a sua congregação, dizendo: Amanhã pela manhã o Senhor fará saber quem é seu e quem o santo que ele fará chegar a si; e aquele a quem escolher fará chegar a si." (Números. 16:5).
b) Corá pereceu com todo seus seguidores e familia.
c) Deus conhece os que são seus.
d) Uma das maiores promessas biblicas foi feita por Jesus, quando afirmou: "Minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu as conheço, e eu lhes dou a vida eterna...".
B. O descanso desta promessa.
1) Qual importancia teria conhecer a Deus se Ele não nos conhecesse? Seria uma tragédia!
2) A última coisa que gostariamos de ouvir um dia são as palavras de Jesus: "Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade." (Mateus 7:21-23).
3) Frente a esta solene declaração, que alivio e confiança produz o saber que Deus nos conhece.
4) De que maneira o saber que Deus me conhece produz este descanso?
a) Bom, que Ele conhece meus temores,
b) meus sentimentos,
c) minhas preocupações,
d) minha solidão,
e) meus anelos,
f) meus desejos legitimos;
g) Ele conhece meus fracassos, dos quais me levanta e logo me sustém.
h) Se alguém soube descansar na promessa de ser conhecido por Deus, foi Paulo.
i) Quando teve que enfrentar aos que questionavam seu apostolado, lhes deu uma informação completa de como era sua vida, e ainda que fosse desconhecido para muitos, sabia que era bem conhecido por Deus (2 Corintios 6:3-10).
II. Os vasos que Deus usa devem separados de toda imundicia. v.19b. “…e qualquer que profere o nome de Cristo aparte-se da iniquidade”.
A. A sujeira pega com facilidade.
1) Todos os trabalhos que realizam nossas mãos estão potencialmente rodeados de sujeiras.
2) Mesmo os trabalhos que não estão expostos ao contato com a terra, a sujeira se faz presente.
3) Os escritorios que parecem mais impecaveis, ao final do dia; alguém tem que fazer uma limpeza.
4) Porque? Porque a sujeira tem a propiedade de agarrar-se a tudo o que está limpo.
a) Como fica feio uma mancha em uma roupa!
b) Porque lavamos o corpo todos os dias? Porque o mesmo corpo sente as impurezas através dos odores que deixa a sujeira.
c) Quando o apóstolo Paulo falou do conhecimento que Deus tem dos seus, introduziu o outro selo que está colado ao "fundamento de Deus"; isso é, o dever que nos assiste: "Aparte-se da iniquidade todo aquele que invoca o nome do Senhor".
d) A "iniquidade" é a sujeira que se apegou ao vaso da vida.
e) Sua persistência é tal que está presente, e dela devemos cuidar sempre.
f) Etimológicamente a iniquidade é definida como algo que está torcido.
g) A iniquidade é o que tem torcido o caminho reto de Deus.
B. O chamado do céu. "Aparte-se da iniquidade todo aquele que invoca o nome do Senhor".
1) Aqui está o maior chamado do Senhor.
2) Quem são os que devem se apartar da iniquidade?
a) Não é o inconverso, pois ele vive em total iniquidade.
b) Então quem deve apartar-se da iniquidade é todo aquele que "invoca o nome dol Senhor".
c) Quando Davi cometeu os dois pecados para os quais não havia sacrificios prescritos pela lei, e logo depois de ser perdoado e coberto seu pecado, pronunciou um dos grandes textos da Biblia, quando dizer: "Bem aventurado o homem a quem o Senhor não impulta maldade, e em cujo espirito não há engano". (Salmos 32:2).
3) A iniquidade afeta a alma,
a) destroça os mais nobres anelos,
b) traz desonra ao nome do Senhor e faz envelhecer os ossos, conforme a experiência do mesmo salmista (Salmos 32).
c) Devemos lembrar que a iniquidade foi o primeiro pecado conhecido.
d) Os verdadeiros vasos do Senhor devem se apartar da iniquidade para não serem aliados do anjo de luz, que depois da sua rebelião se transformou em Satanás.
e) Foi a iniquidade que mudou seu estado original (Ezequiel 28:15-16).
III. Os vasos que Deus usa sempre trazem honra ao seu nome. v. 20
"Ora, numa grande casa não somente há vasos de ouro e de prata, mas também de madeira e de barro; uns para honra, outros, porém, para desonra".
A. Há vasos de ouro para servir ao Rei.
1) Salomão foi um homem que teve duas grandes riquezas:
a) sua sabedoria e seus bens materiais.
b) Sem dúvida que sua vida palaciana excedia a todos os reis de sua época.
c) Quando se faz menção dos utensilios que havia em sua casa, ressaltam os vasos de ouro que seus serventes adornavam as mesas e que serviam ao rei.
d) É fato que a prata para seu tempo não era tão valorizada como o ouro, portanto os vasos com que se serviam na presença do rei eram de ouro, denotava a grandeza do seu reino.
2) Agora nós somos os súditos de um reino maior que o de Salomão.
a) Nós somos os vasos desta grande Casa que é a igreja do Senhor, "coluna e baluarte da verdade".
b) A tarefa por excelência de um filho de Deus é trazer honra ao seu nome.
c) Os instrumentos de ouro e de prata dessa grande Casa representam
1. A qualidade, o prestigio, o distinto.
2. Se os anjos são os que trazem sempre honra e glória nos céus ao seu nome, nós somos chamados para fazê-lo na terra.
B. Não somos feitos para desonra.
1) Não deveriam nossos vasos ser de barro e de madeira para servir ao Senhor.
2) Não quer dizer que estes vasos não servem para nada, pois já temos explicado a importância que tem para o uso cotidiano.
3) Mas bem temos dito, de acordo ao que Paulo disse, que nessa grande Casa onde há utensilios para usos honrosos e para usos desonrosos, nós não podemos desonrar ao Rei que amamos e servimos.
4) Pelo contrário, se alguma vez nós desonramos ao Rei é porque fomos alcançados pelo pecado, que os vasos de honra com os quais servimos ao Senhor, sejam fontes para reprender o pecado.
5) Que assim como o rey Belsazar (Daniel 5:1-6)
a) foi repreendido por haver usado os vasos santos do santuário para beber vinho com seus nobres, esposas e concubinas,
b) até o ponto de haver acabado com seu reino,
c) assim também nós vasos sejamos instrumentos de juízo contra o pecado porque não fomos feitos para usos desonroso, mas para honrar e servir ao Senhor.
IV. Os vasos que Deus usa devem santificar-se para um melhor uso. v. 21
A. O vaso deve estar limpo dessas coisas.
1) De quais coisas? O contexto imediato nos refere as discussões sobre palavras (v. 14).
2) Ao que parece nada contamina mais o vaso de nossas vidas que o uso desenfreado que damos a nossas palavras.
3) O livro de provérbios sentenciam que nas muitas palavras não falta pecado.
4) Também diz que há contaminação quando não contralamos nossa lingua.
5) Paulo recomenda a Timoteo evitar profanas e vãs palavras porque as mesmas conduzem a impiedade (v. 16).
6) As palabras de Himeneu e Fileto eram comparadas com uma gangrena que come a vida dos que assim agem.
7) Tudo isto traz iniquidade a alma, e isto precisa ser evitado.
8) Os vasos que Deus quer usar devem ser vasos santos, portanto devemos nos esforçar para nos manter limpos.
9) Que nenhum pecado contamine este vaso.
B. Porque estar sempre pronto um vaso limpo v. 21?
1) Em primeiro lugar para ser um instrumento adequado por meio do qual flui a honra, a santidade e a utilidade ao Senhor.
2) Sua condição de limpeza o deixa apto para fazer qualquer coisa nessa grande Casa, que é a igreja do Senhor.
3) Mas, sabe porque muitos cristãos nem sempre estão dispostos? Porque seu vaso não está limpo.
É um fato que quando na vida cristã há impurezas,
a) pecados que todavia dominam o caráter; nesse crente falta disposição para "toda boa obra".
b) Qual será, então, nossa decisão hoje?
c) Qual espécie de vaso seremos?
Conclusão: Isaías 52:11 está escrito: "Retira-vos, retirai-vos, saí daí, não toqueis coisa imunda; saí do meio dela, purificai-vos, vós que levais os utensilios do Senhor". Façamos que nosso vaso seja para uso honroso.
Permitamos ao Espirito Santo que faça de nossos corpos verdadeiros vasos que honrem ao Senhor (Romanos 12:1-2).

Read more: http://www.opregadorfiel.com.br/2010/08/os-vasos-que-deus-usa.html#ixzz2AovDCcqs

AMIGO OU AMIGO

  AMIGO OU "AMIGO"
Ao generoso, muitos o adulam, e todos são amigos do que dá presentes. Prov. 19:6.
Conheço pessoas que enquanto possuíam dinheiro e podiam fazer favores viviam rodeados de gente que se dizia amiga. Quando por algum motivo atravessaram momentos críticos, viram-se inesperadamente sozinhos. "Parecia que eu tinha lepra", se queixou um deles. "Ninguém mais queria a minha companhia."
O texto de hoje não é um desestímulo à generosidade. É uma advertência para diferenciar os amigos, dos amigos.
Os verdadeiros amigos não fazem tudo que você pede, nem concordam sempre com suas opiniões. Dizem o que pensam, sem temor de represálias. Dificilmente pedem algo. Você percebe muitas vezes as dificuldades que eles enfrentam e lhes estende a mão.
Um dia, ouvi um grande mestre dizer: "Faça-se amigo das pessoas enquanto elas não são importantes." É uma grande verdade. Você sabe quem são seus amigos quando não tem um nome conhecido, nem possui dinheiro. O verdadeiro amigo não está o tempo todo ao seu lado, fisicamente, mas você pode contar com ele em todas as circunstâncias.
O "amigo" é um adulador. Adular não é o mesmo que elogiar. Não há nada de errado em reconhecer as virtudes das pessoas e dizer isso para elas. Todos precisamos de elogios para continuar realizando. Os "amigos" não elogiam. Adulam ou bajulam. Dizem o que você deseja ouvir. Nunca discordam de sua maneira de pensar e agir. Essas pessoas não servem de conselheiras, mas "estão" o tempo todo ao seu lado.
Seja sábio. Aprenda a distinguir os verdadeiros amigos. O tolo vive rodeado de "amigos" que alimentam o seu ego e suas manias de grandeza. Tem medo da verdade. Compra mentiras a alto preço. Vive as irrealidades que os outros constroem para ele.
Vá pelos caminhos que a vida lhe apresenta hoje, com sabedoria. Evite arapucas. Fuja do perigo. Não brinque com a sedução. Pense na sua família, que é o tesouro mais precioso. Lembre-se da confiança que seus amados depositam em você e não se esqueça: "Ao generoso, muitos o adulam, e todos são amigos do que dá presentes."

Qual o seu pedido ?




Qual o seu pedido?
proximou-se dele, então, a mãe dos filhos de Zebedeu, com seus filhos, ajoelhando-se e fazendo-lhe um pedido.
Perguntou-lhe Jesus: Que queres? Ela lhe respondeu: Concede que estes meus dois filhos se sentem, um à tua direita e outro à tua esquerda, no teu reino.
Mateus 20:20-21
Até onde vai a capacidade do ser humano em querer sempre promover-se em detrimento de outros? No capítulo 19, versículo 28, Jesus está dizendo aos discípulos que por terem renunciado suas vontades e deixado para trás todas as coisas a que eram apegados para segui-lo, receberiam a honra de assentar-se sobre tronos e julgar as doze tribos de Israel, assim também aqueles que priorizarem o Reino e deixarem para trás suas responsabilidades pessoais por causa dEle, serão muito honrados e também o herdarão o prêmio da vida eterna.
Mas não bastava apenas assentar-se no trono, tinha que ser ao lado de Jesus. Essa foi a atitude da mãe de João e Tiago ao achegar-se a Ele fazendo esse pedido. Não vou entrar no mérito de que essa teria sido a atitude de uma mãe que desejava o melhor para seus filhos, até porque no livro de Marcos, no capítulo 10 do versículo 35 ao 37, confirma-se que Tiago e João fizeram o pedido, o que revela que os três estavam juntos na mesma intenção.
Jesus deixa bem claro que eles beberiam do mesmo cálice e seriam batizados com o mesmo batismo dEle, mas serem colocados em lugar maior honra, assentados a Sua esquerda ou direita é para aqueles a quem está reservado.
Esse pedido causou indignação nos demais discípulos, que viram ali a prepotência e um sentimento de egoísmo dos dois irmãos.  Não estou, de maneira nenhuma, tentando desqualificar esses grandes homens de Deus: Tiago e João. Afinal foram homens de respeito e integridade, mas apesar de tudo, eram discípulos, estavam aprendendo ainda. Muita coisa era diferente, muitas atitudes precisavam ser lapidadas, estavam em processo de aprendizado. Eles foram passados na "casca do alho" e aprovados por Deus. Portanto, o foco é extrair um ensinamento desse trecho da Palavra e não criticar nenhum deles.
A questão é que quando trazemos esse ensinamento para nossas vidas, vemos que temos ainda muito o que mudar.  Veja bem. Certa vez conversando com um amigo que trabalhava numa empresa que fiscalizava denúncias de populares, ele me disse que tinha se surpreendido com umas denúncias onde dois comerciantes abriam processos, um contra o outro, pelo simples fato de serem concorrentes, forjando falsas provas, numa jornada maquiavélica e estratégica de acabar com o comércio do outro, destruindo a concorrência. Até onde vai a capacidade do ser humano em ser mesquinho e egoísta? Veja como ser um concorrente era motivo de tanta confusão, ao ponto de ligarem para pedir a fiscalização na empresa do outro, inventando mentiras e supostas irregularidades com o propósito de pressionar e fechar o outro comércio.
Quantas pessoas estão nas igrejas, muitas com objetivos sinceros, renunciando suas vontades e lutando para conquistar o Reino de Deus e quantas outras tentando conseguir benefícios pessoais, familiares e vitórias financeiras, vivendo em duplicidade de vida, exibindo o que não tem e o que não é.
Podemos fazer uma análise, usando a Bíblia, de como estamos agindo e sendo visto pelo Pai. Responda para você mesmo: Qual têm sido a sua oração mais comum e a verdadeira intenção dela? Tem sido do tipo: "ME dá...", "EU não aceito...", "EU quero...", "EU preciso..." ou "Tu És...", "Faça-se a TUA vontade...", "Quem SOU eu para que...", "Quero TE servir..." ?
Não estou questionando a forma como se inicia a sua oração, mas a sua verdadeira intenção em conversar com Deus. Qual o seu pedido?
"A sanguessuga tem duas filhas: e . Estas três coisas nunca se fartam; e com a quarta, nunca dizem: Basta!"
Provérbios 30:15
Quero isso! Quero aquilo! Sonhamos muito, e Deus nos incentivar a sonhar "alto".
Mas devemos priorizar ao invés de "eu quero", "o que Tu queres".
Veja que interessante essa historinha que tem acontecido muito por aí.
- Ah! Pastor, eu quero fazer a obra do Senhor!
- Certo! Que tal ir para a porta da igreja receber os irmãos?
- Agora não, Pastor, eu quero louvar no altar, lá em cima!
- As coisas de Deus funcionam de forma diferente, filho. Pra subir, tem que descer... Para liderar, tem que servir... Para ser primeiro, muitas vezes você tem que ser último.
Devemos saber o que queremos e se o que queremos está dentro dos planos de Deus. Afinal a vontade de Deus é boa, perfeita e agradável.
O não de Deus é uma ferramenta que Ele utiliza para fortalecer nossa vida espiritual e nos dar experiências através de um aprendizado por um erro cometido, que será convertido em um futuro acerto.
Tudo tem o seu tempo, e para receber as bênçãos de Deus, é preciso estar com a vida de acordo com a Sua Palavra.
Três condições, de acordo com a leitura desse versículo nos trazem o aprendizado de como diante de um pedido, provavelmente, não ouvir um "não" de Jesus.
- Deve estar nos planos para o crescimento do Reino de Deus e glorificar ao Nome do Senhor;
- Saber esperar ou perceber o tempo certo;
- Estar com a vida no altar de Deus.
"Examinai-vos a vós mesmos, se permaneceis na fé; provai-vos a vós mesmos. Ou não sabeis quanto a vós mesmos, que Jesus Cristo está em vós? Se não é que já estais reprovados."
2 Coríntios 13.5
"E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará."
João 8:32
Nossas escolhas, nossos pedidos revelam muito de nós. Ainda que não demonstremos, o que pedimos externa o que está interno.
Que Deus te abençoe!
A Palavra de Deus é a bússola orientadora, siga esse caminho. 

Siga nosso blog
http://pastosverdejantes.blogspot.com/