BENVINDO

Minha foto

 Sou servo do Senhor desde 2001,sirvo a Deus na Igreja do Evangelho Quadrangular,  obreiro formado no Instituto Teológico Quadrangular, professor da Escola Bíblica,  casado com Elisângela a 22 anos , pai de 2 filhos maravilhosos,  buscando cada dia conhecer mais ao Senhor. Meu maior desejo é ser " uma benção" e abençoar àqueles que estão perto e através da web os que estão longe.  Que as bençãos do Senhor venham ser transbordantes sobre a sua vida, sobre sua casa , sobre sua família, sobre o seu ministério, querido(a) e amado(a) irmão(ã) em Cristo Jesus. 

DEVOCIONAL PARA HOJE

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

BUSCANDO A RESTITUIÇÃO


 
Texto: Joel 2:25-27

INTRODUÇÃO

1. Você já perdeu algo de valor, que já dava como perdido e que posteriormente foi encontrado ou recuperado? Dinheiro, joias, um grande amor, etc.?
2. Em Lucas 15, Jesus conta as parábolas da ovelha perdida, da dracma perdida e do filho perdido, e conta como aqueles que haviam perdido seus “bens” se regozijaram ao encontrá-los.
3. Existe algo que você tem perdido ou do que tem sido roubado e que gostaria de recuperar, de ter restituído?
4. Deus pode nos restituir o que perdemos e o que nos foi roubado.
5. A Palavra de Deus ensina alguns passos a serem dados para que ocorra a restituição em nossas vidas.

I. RECONHECER QUEM NOS ROUBA E O QUE ELE NOS ROUBA

1. Quem nos rouba é Satanás – João 10.10
2. Na parábola do semeador, ele é quem tira a palavra do coração das pessoas (sementes lançadas à beira do caminho que foram comidas pelas aves do céu) – Lucas 8:5, 12.
3. Satanás procura nos roubar a paz, a alegria, salvação, saúde, família, filhos, finanças, bênçãos.

II. RECONHECER O MOTIVO DE MUITAS VEZES SERMOS ROUBADOS

1. Somos roubados por nossa própria negligência, por darmos ocasião a Satanás e nos afastarmos de Deus.
2. É verdade que Deus pode permitir que Satanás se levante contra nós sem que tenhamos sido negligentes ou termos dado ocasião a Satanás, como aconteceu com Jô, por exemplo. Neste caso, porém, assim como Jó teremos nossa consciência tranquila de que não estamos em falta diante de Deus e saberemos que Ele nos está permitindo tal situação para nos ensinar algo.
3. Todavia, em grande parte das vezes somos roubados por negligência, falta de vigilância, por darmos lugar ao diabo e nos afastarmos do Senhor!
4. Ex. Povo de Israel – ver Juízes 2:11-15

III. RECONHECER E CRER NAS PROMESSAS DE RESTITUIÇÃO

1. Reconhecer significa conhecer novamente. Alguns não conhecem praticamente nada (nem a primeira vez)
2. Muitas vezes pessoas padecem não usufruindo direitos que têm por não conhecerem estes direitos, e, portanto não os fazendo valer.
3. Além de conhecer e reconhecer as promessas de restituição; devemos acreditar nelas.
4. Ler Joel 2.18-27; Salmo 71.20; Isaias 49; Isaias 61

IV. RECONHECER QUE EXISTEM CONDIÇÕES PARA QUE EXPERIMENTEMOS A RESTITUIÇÃO

1. Existem condições para experimentarmos as bênçãos de restituição vistas no tópico anterior: conversão, quebrantamento, arrependimento, santificação, oração, intercessão – Ler Joel 2.12-17 (notar que este é o texto imediatamente anterior ao das promessas de benção e restituição!)
2. Outro texto interessante a ser considerado: 2 Crônicas 7.13,14

CONCLUSÃO:

Vamos praticar o que a Palavra de Deus nos ensina em Joel 2:12-17, em 2 Crônicas 7:14 e em tantos outros textos e certamente seremos abençoados com muitas bênçãos de restituição em nossas vidas!

Pr. Ronaldo Guedes Beserra

Nenhum comentário:

Postar um comentário